Banca e Seguros

Seguros Direct - Rescisão de Contracto


Obteve resposta
9067517

No dia 11 de Março fiz um seguro automóvel, via telefone, do qual celebrei um contracto que não assinei e que me vi forçado a aceitar sem sequer conhecer as condições.
Solicitei assistência em viagem ontem (dia 27 de Março), para transportar a minha viatura para Torres Vedras, pois é lá que tenho o meu mecânico de confiança e sempre foi lá que reparei as minhas viaturas.
Ao solicitar assistência para a minha viatura, foi-me dito que apenas transportavam o meu carro até ao representante mais próximo, neste caso, a Ford de Loures, ou até um máximo de 25kms.
Pois bem, no contracto, não especifica nada sobre os 25kms, e depois sou obrigado a levar o meu carro para a oficina que eles querem.
Foi-me ainda colocada a hipótese de levar a viatura para uma oficina recomendada pela Direct, nesse caso já não haveria problema com a distância. Acho inadmissível, para não dizer ridículo este tipo de situação, uma vez que estamos a pagar um serviço e não o podemos usar. De referir ainda que aquando da realização do contracto, pedi expressamente que tivesse assistência em viagem ilimitada. Neste caso acabei por não ter assistência em viagem nenhuma e paguei o reboque do meu bolso, uma vez que a Direct se recusou a levar a minha viatura. Pedi a anulação da minha apólice, como é óbvio, o que me disseram que teria de ser por email. Foi informado de que tinha 14 dias para rescindir o contracto e uma vez que o contracto tinha sido celebrado no dia 11, já não o conseguia fazer, mas como dia 25 de Março (o ultimo dia do contracto) foi sábado e os serviços encontram-se encerrados, foi-me dito para expor essa situação por email, garantido-me praticamente, que não iria ter sucesso. Pretendia que a Direct analisa-se esta situação e me cancela-se a minha apólice e fizesse a respectiva devolução do pagamento que efectuei, esperando que não me cause mais obstáculos à cessação do contracto. Tenho ainda outra viatura associada ao contracto que também pretendo retirar o mais brevemente possível, esperando não ter obstáculos com isso.
Só considero que a Direct não tem que "obrigar" os seus clientes a levar as suas viaturas a serem reparadas onde eles querem, e sim, respeitar o local onde os cliente querem colocar a sua viatura para reparação.
Faço ainda um reparo ao atendimento telefónico da assistência em viagem, que foi extremamente mau, para não dizer péssimo.
Deixo assim em apreciação para que seja melhorado o serviço no futuro.

Cumprimentos,
João Silva

Respostas

em 2017-03-30 14:47 Exmo. Sr. João Silva,

Cumpre-nos indicar que no que concerne à viatura de matricula 70-CQ-45 a titular da apólice já tinha apresentado uma reclamação junto dos nossos serviços.

Respondemos à mesma via mail à data de ontem propondo uma solução que julgamos ir de encontro à pretensão de V. Exas.

Com os nossos melhores cumprimentos,

Atentamente,

Área de Reclamações Direct

Comentários


Guilherme Rodrigues

Sr João sou segurado na companhia direct ao ver a sua reclamação confrontei a companhia,se realmente um dia que eu precisa se de um reboque acima dos 25km se tenha direito ou não ao qual eles me responderam que ate 150euros no reboque so para mim ou sem plafond num reboque com mais carros(a custo zero).
Confrontei o funcionario com a sua reclamação e o funcionario diz que os clientes zangados escrevem o que querem.
Eu tanbem lhes disse que eles tanbem podiam lhe responder aqui no site mas dizem que fazem em privado...
Nos deste lado ficamos sem saber quem realmente tem razão.




Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.