Comércio | Lojas Shop

Continente - Continente Online descrimina cliente


Resolvida
7576817

Cliente humilhado descriminado pela compras ONLINE Continente
Fui informado telefonicamente que minhas compras estavam porta de casa e que as mesmas iriam ficar na porta de casa ao contrário do que era habitual e para qual paguei a referida taxa entrega em casa motorista nem porta bate
Como pode um cliente se sentir ao receber suas compras porta de casa e com motorista abrir sacos e tirar todos os artigos para conferir item por item uma cena degradante humilhante nem digna de uma SONAE
Sou único cliente que suas compras online são verificadas pela segurança e recebe suas facturas rasuradas e com vários vistos de inspeção das mesmas caso para perguntar porque tenho de receber facturas escritas marcadas
Mais ridículo para além de humilhante o motorista tira as compras dos sacos confere uma por uma e ele que dá o parecer que recebi as compras caso para perguntar para que de todo este trabalho porta de casa confere e avisa cliente que está certo correto mas faz parte das ordens de alguém
Porque as compras não foram conferidas pelo cliente mas deu para chamar atenção vizinhos e quem passava na rua ver motorista mexer nas suas compras tirar tudo para fora dos sacos e conferir cliente não deu ordem para mexer nas compras por duas vezes quis devolver tudo depois de alguma insistência do serviço apoio cliente que aceitei as compras
 

Respostas

em 2017-01-09 14:07 Caro(a) Cliente,

A situação que nos relata está, a partir deste momento, a ser acompanhada pela equipa responsável.
Informamos que sempre que necessitar de entrar em contacto connosco, poderá fazê-lo diretamente através de ajuda@continente.pt

Com os nossos cumprimentos,
Apoio ao Cliente Continente
Fernando Cunha em 2017-01-12 11:13 Não posso nem devo omitir situações ridículas absurdas como esta erros grosseiros sempre que Continente Online seu serviço de transportes praticar situações menos dignas de uma Sonae publicarei todas porque serviço de apoio ao cliente foi quem deu indicações ao motorista para triste espetáculo que foi abertura de sacos de compras porta de casa para vizinhos quem passasse na rua assistisse e mais grave a indicação para deixar as compras á porta quando na factura cobraram entrega ao domicilio
Por favor não queiram culpar o motorista este apenas cumpriu ordens de alguém
na vossa resposta sempre que necessitar pode entrar em contacto connosco através do endereço email para que ? Quando foi deste serviço que partiram as ordens as indicações as ligações para cliente
Como consumidor apenas quero saber porque desta atitude menos digna vossa
Porque só senão tivesse vergonha voltaria a comprar no Continente Online
em 2017-01-13 17:46 Boa tarde,

O processo N. Refª 931010 / N. 7576817 encontra-se encerrado. Já tivemos oportunidade de contactar o Cliente, e prestar os devidos esclarecimentos.

Com os nossos cumprimentos,
Apoio ao Cliente Continente
Fernando Cunha em 2017-01-14 11:12 Muito fácil encerrar processos sem um qualquer esclarecimento satisfatório digno da vossa marca informaram cliente porque dessa vossa atitude ? Porque o fizeram ? Claro que não
Quando Continente Online dá indicação ao motorista para revistar publicamente sacos das compras e deixar as compras porta de casa do cliente teve em atenção o seguinte
Cliente podia ser um deficiente numa cadeira de rodas um idoso um acamado um doente com cuidados especiais alguém com dificuldades de locomoção
Porque tem clientes que fazem compras Online não pelo luxo ou conforto de receber as compras em casa mas por necessidades
Porque para publicidade fica bonito Continente Solidário que ajuda várias instituições de Solidariedade Social que faz campanhas de carater social e na prática ?
Porque mandar revistar as compras deixar as compras porta de casa de um cidadão com deficiência é uma prova clara inequívoca que a vossa solidariedade social não existe na prática

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.