Comércio | Lojas Shop

Pingo Doce - Incumprimento da lei da prioridade


Resolvida
11731217

Uma vez mais me deparo com uma situação de incumprimento da lei da prioridade. Eu sou uma pessoa bastante calma e ponderada mas confesso que esta questão é sensível para mim porque não me diz respeito apenas a mim, mas principalmente porque respeita ao meu filho que tem apenas 9 meses e alguém tem que defender os direitos dele. Estava na vossa loja Pingo Doce, do strada, e tinha 4 items para comprar (desodorante, salada, courgette, sumo) e estava acompanhada do meu filho de 9 meses e de uma amiga com uma bebé de 16 meses. Ao caminhar ao longo da linha de caixas , verificando que estavam todas cheias (e que os funcionários de caixa "faziam que não viam") optamos por uma caixa em que a funcionária estava a terminar um cliente. Perguntei se havia prioridade e a vossa funcionária, ainda perguntou se eu não me importava que ela atendesse a pessoa que estava à minha frente (que tinha o tapete inteiro cheio de compras e ainda compras por colocar no carrinho), eu sou uma pessoa cívica mas pareceu-me pouco razoável essa proposta face aos 4 items que tinha para pagar e um bebé com 9 meses no carrinho e então disse que não. É lamentável que por falta de civismo se tenha que implementar uma lei... a verdade é que tanto a vossa funcionária como os clientes ficaram com cara feia. Enfim, como foi uma grande confusão para passar, devido à falta de espaço, a minha amiga referiu à vossa funcionária que as condições das caixas deviam estar adaptadas à nova lei (já agora refiro isso mesmo ,porque não ha espaço nenhum para passar com carrinhos ou cadeiras de rodas caso se tenha que aplicar a lei, as pessoas que já estavam na fila tiveram que retirar compras e carrinhos só para nós passarmos) e a mesma responde "para isso é que tem a caixa preferencial" (reitero que também estava cheia de clientes , ou seja , ia ter de aguardar muito mais tempo), ainda disse "então e se tivesse num mini mercado como fazia? Ainda tem menos espaço" e para finalizar deu a entender quase como se nos tivesse feito um favor e que fomos um transtorno para os clientes que lá estavam sem prioridade. Bom, posto isto eu tenho a dizer que é inadmissível fazerem-me sentir como um "estorvo" quando eu tenho comigo um bebé de 9 meses que necessita de cuidados e horários especiais, que não espera como nós que somos adultos, a vossa funcionária foi extremamente mal educada e inconveniente e é triste não sensibilizarem os vossos colaboradores para estas questões! Na esperança de ver algum tipo de melhoria envio esta reclamação , mas da próxima vez que for à vossa loja e tal me acontecer eu serei a primeira chamar as autoridades porque eu e o meu filho não vamos ser vitimas de preconceito de pessoas mal formadas!


Avaliação final do consumidor

2017-08-08
Não
Resolvido?
1
Recomenda? (entre 0 e 10)

Respostas

em 2017-08-04 18:44 Estimado(a) Cliente,

Informamos que estamos a desenvolver todos os esforços para apresentar uma resposta à situação reportada o mais brevemente possível.

Esperamos continuar a merecer a sua confiança e preferência e estamos ao seu dispor para qualquer esclarecimento através da nossa Linha Cliente 808 20 45 45 ou 210 11 44 11, disponível 24 horas.

Apresentamos os nossos melhores cumprimentos.

Rita Rosário
Serviço de Apoio ao Cliente Pingo Doce
Lara Nunes em 2017-08-04 19:20 Pensaria que para além de uma resposta tão "standart" teriam algo mais produtivo para dizer... gostaria de saber algo mais objectivo assim que soubessem.

Obrigada
em 2017-08-07 18:12 A situação apresentada encontra-se esclarecida junto da Cliente. O Pingo Doce agradece a preferência.
Lara Nunes em 2017-08-08 01:59 Eu sou a cliente em questão e não me sinto de todo esclarecida, poderiam dizer-me, em concreto, para que são os esforços?

Obrigada

Comentários


Maria M

Foi atendida não foi? Foi-lhe dada a prioridade não foi? Pra que esta a reclamar?



Lara Nunes

A reclamação é porque a loja não tem condições adequadas para que carrinhos de bebé ou mesmo cadeira de rodas, além disso se existe uma lei esta é mesmo para ser respeitada e não é admissível estar a ter ouvir comentários de desagrado das pessoas que estão atrás do balcão, principalmente porque não faltei ao respeito a ninguém,ou seja, não tenho que ser vitima de preconceito e por último porque com a liberdade de expressão penso que as pessoas são livres de o expressar sempre que sintam necessidade. Até fico espantada com ao falta de vida de algumas pessoas, eu fiz uma reclamação porque esta situação me diz respeito agora vir aqui comentar sem ter qualquer tipo de ligação é só falta de vida própria... mas pronto infelizmente a liberdade de expressão é para todos portanto tenho de respeitar.



Sofia Andrade

Já vi muita gente a tentar abusar dessa nova lei e este parece ser mais um desses casos.



Maria M

Minha cara, o titulo da sua reclamação: Pingo Doce - Incumprimento da lei da prioridade.
A lei também especifica que algumas situações dependem de bom senso... Ora vejamos... a caixa prioritária, que por norma tem bastante mais espaço, tinha fila, e a madame entendeu por bem ir cantar de galo para outra, queria o que? Abram alas aqui del rei...




Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.