Comunicações Móveis e Fixas

NOS - Comportamento de funcionário na loja


Resolvida
15924018

No passado dia 10/01/2018, pelas 16:45h desloquei-me à loja da NOS situada no Campo Grande em Lisboa para obter informações sobre as condições de aquisição de smartphone com plano de prestações, a exemplo do que já tinha contratado há mais de 2 anos e também liquidar a última factura.
Fui chamada ao balcão 1 pela funcionária Sr.ª Vera Leonardo. Cumprimentei-a. Não obtive resposta. Expus a minha questão: sou cliente da NOS há muitos anos. Pretendo saber quais as condições para contratar a aquisição de smartfhone em prestações, modelo X, conforme encontrei no vosso site e liquidar a última factura.
A Sr.ª Vera Leonardo, sem nunca ter olhado para mim, pediu o meu NIF. Entreguei cartão de cidadão. A funcionária consultou o terminal e respondeu agressivamente e em tom elevado:
- A Sr.ª não é elegível porque tem faturas em atraso.
- Faturas? Mas não é só a última que está a pagamento? Perguntei estupefacta.
- Sim mas como nunca paga a horas não é elegível. Disse agressivamente e em tom audível em toda a loja.
Senti-me humilhada embora convicta que sempre paguei todos os meses e dentro dos prazos da Lei.
Ainda questionei se a regra que me estava a ser explicada seria uma nova directiva, pois nada disto me foi informado no momento da anterior aquisição.
A funcionária gritou para outro colega no outro balcão:
- Ó X, isto é desde quando?
Não consegui ouvir a resposta mas a funcionária voltou o olhar para mim e zangada respondeu:
- Pois é como lhe digo, não é elegível.
- Sai da loja e liguei para a linha de apoio ao cliente. As informações foram contrárias. Dirigi-me à loja do Saldanha.
Na loja do Saldanha fui simpaticamente acolhida. Expus a minha questão exactamente nos mesmos termos. O funcionário consultou o terminal, recolheu o montante do pagamento para liquidar a factura e perguntou em que cor queria o equipamento e procedeu à contratação do plano. Paguei e sai contente com a NOS mas ainda mais irritada com a funcionária Vera Leonardo da loja do Campo Grande.
Resolvi volta à loja do Campo Grande no dia 11 e informar a funcionária que tinha cometido um erro. Talvez não tivesse os conhecimentos actualizados ou estivesse indisposta. Quando me reconheceu e viu o contrato que lhe mostrava levantou-se da cadeira insurgindo-se contra o facto de eu querer falar com ela. Afirmou irritada e já a caminhar de um lado para o outro que "os colegas da outra loja contornaram as regras" e perguntou "quem é que lhe fez isso?"
O tom de voz, a postura hostil e a agressividade provocaram a minha resposta:
- Foi um colega seu na loja do Saldanha, através do sistema informático, o mesmo que a sr.ª usa e não é falsificado!
Veio o responsável da loja a quem eu (sem conseguir ouvir o que me dizia), disse o mais amavelmente que pude:
- Eu não pretendo fazer reclamação da NOS mas tenho que reportar o comportamento inqualificável desta funcionária.
Obtive um sorriso o que me acalmou um pouco. Recompus-me. Disse Boa tarde e obrigada e sai.
Pelo exposto senhores, apresento a minha reclamação e solicito a vossa atenção para o comportamento incompreensível e inqualificável desta funcionária Vera Leonardo que está no atendimento ao público na vossa loja do Campo Grande onde eu me recusarei a ser atendida por ela caso se mostre necessário lá voltar.
Disponível para os esclarecimentos que entendam necessários.

Cumprimentos
Obrigada
 

Respostas

em 2018-01-15 11:28 Olá Vera Lisa Santos Ambrósio, asseguramos que estamos a analisar a sua questão. Entraremos em contacto consigo assim que possível.

Obrigado,

Serviço ao Cliente
em 2018-01-22 09:53 Olá Vera Lisa Santos Ambrósio, em sequência de comunicação escrita enviada no dia 19/01/2018,
consideramos que a situação que nos reportou foi devidamente esclarecida.
Estamos ao seu dispor para qualquer esclarecimento adicional.

Antecipadamente gratos pela colaboração,

Serviço ao Cliente

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.