Empresas e Serviços

Endesa - Como a ENDESA engana e suga os seus clientes.


Obteve resposta
8840617

No final do ano de 2016, eu, meu marido e, meu filho transferimos 3 contratos de fornecimento de energia elétrica para a Endesa. Um desses contratos teve início em 19/12/2016 e os outros dois em 21/12/2016. Todos eles previam condições válidas por um ano (sobretudo: preços e descontos).
Daí para cá, não obstante somente terem passado menos de 3 meses várias anomalias, enganos, cobrança abusiva de valores, etc. (para não lhes chamar outras coisas), têm ocorrido conforme em seguida se explica.
1. PREÇOS:
Conforme foi acordado telefonicamente os preços indicados manter-se-iam durante 1 ano (o período de validade de contrato).
Poderá ser confirmado, já que as chamadas telefónicas são gravadas, segundo dizem, e a responsabilidade de as conservar é da Endesa.
Como o início dos contratos quase que coincide com o final do ano de 2016, é natural que como cliente perguntasse o que iria acontecer com os preços no início de 2017. Foi-nos garantido que o preço seria sempre o indicado, durante a vigência do contrato (1 ano), sem qualquer alteração, salvo as variações que viessem a ocorrer nos elementos regulados (tais como tarifas de acesso). Este facto é confirmado pelo Anexo de Preços ao contrato, onde o anteriormente dito é evidente.
Com o início de 2017, os preços aplicados aos contratos subiram mais que os regulados, que os das outras comercializadoras, fazendo desaparecer por completo os descontos inicialmente concedidos. Inclusivamente a Endesa tem em vigor uma campanha onde oferece preços mais baixos que os que está a praticar nestes contratos, e com descontos superiores. Alguma coisa está mal.
Sobre este assunto existem na Endesa 4 reclamações que até ao momento não foram respondidas, e que são: PD-0001133160, de Janeiro/2017; 1187304, de 21/02/2017; 1187325, de 21/02/2017; 01238906, de 11/03/2017.
2. Débito Directo:
Tal como preveem os contratos, inicialmente foram remetidas à Endesa 3 autorizações de débito (uma por contrato) a fim de nas datas de pagamento, ele acontecer por débito directo. Não obstante os três serem enviados em conjunto, só um deles chegou ao Banco. Situação já confirmada no Banco em causa. Existem as reclamações nºs.: 01176510, de 03/03/2017; 01238889, de 11/03/2017; 01238906, de 11/03/2017. Aquilo que poderia ser uma vantagem para a Endesa e seus clientes, transforma-se numa preocupação já que temos de telefonar para a Endesa a fim de pedir uma referência Multibanco, por forma a não existirem atrasos e custos adicionais.
3. FACTURAÇÃO:
Como clientes temos tido o cuidado de nas datas indicadas comunicar as contagens a fim de não haver discordância entre aquilo que se gasta e o que se paga. Na verdade, nuns casos a Endesa tem em conta os valores comunicados, noutros nem por isso abusando nas estimativas e cobrando valores em duplicado. Recordemos que os contratos ainda não têm 3 meses de existência.
Vejamos o contrato nº. 23062301.102, que teve início em 21/12/2016, mas que só nos foi enviado acompanhado de carta datada de 24/12/2016 (véspera de Natal), que só chegou à nossa posse em meados de Janeiro de 2017, acompanhado do tal Anexo de Preços, antes referido. A primeira factura emitida em 01/02/2017, só chegou à nossa posse por volta do dia 10/02/2017.
Foram comunicados os consumos em Fevereiro e Março de 2017, como hoje, telefonicamente nos foi confirmado. Estes valores indicados não constam de forma nenhuma nas facturas, senão vejamos:
• Para a data de início do contrato são assumidos os valores : Fora de vazio - 9.175 KWh e, vazio- 5.979KWh, provavelmente indicados pelo comercializador anterior;
• Na primeira factura, emitida em 01/02/2017, são estimados consumos de 89+59 KWh, para o período de 21/12/2016 a 21/01/2017, e cobram 148KWh;
• Na segunda factura, emitida em 09/03/2017, são estimados consumos de 22/01/2017 a 21/02/2017 em 320 KWH. Contudo, em vez de considerarem o valor da fatura anterior, partem do valor de 21/12/2016 (9.175+5.979 Kwh) e indicam que a leitura estimada em 21/02/2017 é de 9.367+6.107, valores que conjugados dão o tal consumo de 320 KWh.
• Assim, para passar de 9.175+5.979KWh para 9.367+6.107 KWh, paguei 89+59+320 Kwh, ou seja o consumo atribuído à factura de 01/02/2017 estará pago em duplicado;
• A Endesa está a cobrar o mesmo valor 2 vezes, está a tentar roubar o cliente, isto não é erro informático como agora se usa.
• Em reclamação de hoje, às 13H45, nº 1251154, a operadora que atendeu a chamada disse de imediato que a factura de Março/2017 tinha em linha de conta o valor facturado em Fevº/2017. Quando confrontada com os valor antes descritos passa a dizer que não tem acesso à ultima factura;
• Primeiro MENTE sem olhar para trás, depois quando confrontada com os números reais resguarda-se na não existência de informação. Situação que também deve ser mentira, já que se recebemos a factura por e_mail, internamente a informação também existe. Uns dias antes foi-nos indicado os valor das facturas que iriam aparecer.
• Tudo isto sem levar em linha de conta os consumos comunicados em devido tempo.

Em suma, a ENDESA engana, mente, factura em duplicado, não responde às reclamações apresentadas, não liga às contagens indicadas e tudo o mais que viremos a constatar. Todos estes factos para um período inferior a 3 meses é obra. Se os contratos se mantiverem 1 ano, vejam o rol de reclamações que não teremos que apresentar.
Assim não aconselho esta empresa a ninguém, em tempos já tinha tido uma experiência muito má com a ENDESA (sem nunca ter qualquer valor em atraso) mas, mediante o marketing que tem sido levado a cabo pensei que os dias maus já tinham passado. Mentira, os métodos são os mesmos. É só publicidade enganosa. Seremos forçados a mudar imediatamente de comercializador.
É pena que os clientes sejam tratados desta maneira.

Respostas

em 2017-11-07 10:33 Prezada Senhora Leonor Ribeiro,
Informamos que a exposição apresentada encontra-se resolvida, tendo sido respondida na sequência do pedido n.º PD-0001327860, em 10-04-2017, através de carta.
Não obstante, permanecemos à sua disposição para o esclarecimento de quaisquer dúvidas adicionais contactando telefonicamente o nosso Serviço de Atendimento ao Cliente, através do nº 800 101 033.
Os melhores cumprimentos,
Endesa Energia

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.