Empresas e Serviços

Iberdrola - Cuidado!! Angariação de contratos fraudulenta


Aguarda resposta
9635717

Venho por este meio expor a seguinte fraude:

No dia 28.04.2017, os meus pais foram abordados por duas senhoras que deram a entender estar ao serviço da EDP Comercial, indicando que o seu posto de trabalho era no Marquês de Pombal em Lisboa. Estas senhoras informaram que estavam a fazer uma atualização dos contratos de eletricidade mais antigos da EDP e que andavam a verificar quem é que usufruiria de um alegado novo desconto de 12% sobre a fatura da eletricidade, tendo inclusive solicitado que lhes mostrasse a última fatura da eletricidade e comentado que de facto não tinham o tal desconto.

Em momento algum desta conversa foi mencionado que vinham a serviço da Iberdrola ou que estavam a apresentar um serviço prestado pela Iberdrola ou que o alegado desconto se referia a contratos Iberdrola. Toda a conversa destas duas funcionárias foi sobre a EDP comercial e este alegado desconto.

Os meus pais foram informados que para usufruir deste desconto e normalizar a situação, sendo que segundo esta senhoras este desconto já deveria ter sido aplicado, teriam que assinar um formulário.
Solicitaram uma cópia da última fatura da EDP Comercial, a qual fotografaram na integra. Ao aperceberem-se que existia um outro contrato com a EDP Comercial para 2ª habitação, indicaram que também estaria ao abrigo desta campanha e efetuaram o mesmo procedimento fotografando essa fatura.

No final os meus pais acabaram por assinar dois documentos (contratos), no entanto só lhes deixaram a cópia do contrato inicial. Presumo que por se tratarem de 2 assinaturas, que lhe tenham efetuado um 2º contrato.

Quando os meus pais me mostraram os documentos, verifiquei que se tratava de um contrato de prestação de serviços de energia com a empresa Iberdrola, onde consta o agente comercial 015.

Mais informo que uma das senhoras, Raquel Rodrigues, deixou o contato: 910810532, e que mais tarde (no próprio dia) quando a contactei acabou por afinal indicar que pertencia a uma empresa angariadora de contratos para a Iberdrola, denominada Scala (ou Escala, agente comercial 015) e que não poderia anular o contrato, sendo que devia fazê-lo por escrito no prazo de 14 dias.

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.