Mercado Automóvel

Feu Vert - Atendimento incorretos e falta de profissionalismo


Resolvida
14960017

No dia 7 de novembro de 2017 desloquei-me a feuvert de Portimão para efetuar a revisão completa da minha viatura. Como gostei do atendimento e como me pareceu que a revisão tinha sido feita com correção, decidi recorrer a mesma oficina quando, poucos dias após a revisão, me surgiram alguns problemas no carro. Como o carro começou a perder o líquido de refrigeração, levei-o de novo a feuvert, para diagnosticar e resolver a avaria. No dia 29 de novembro de 2017 deixei o carro na oficina e ficaram de ver qual seria o problema, tendo-se na altura falado na possibilidade de ser problema da válvula EGR ou mesmo da junta de cabeça do motor. A partir desse dia telefonei dia sim, dia não, para a oficina, para saber notícias sobre o que se passava no carro, sendo invariavelmente atendido pela rececionista/telefonista, que também invariavelmente me dizia que me ligariam ao fim do dia. Nunca ligaram! Só quando me desloquei a Portimão, na segunda feira, 4 de dezembro, é que me ligaram mais tarde, informando que o problema não era da EGR mas sim da junta de cabeça. Informaram na altura que o orçamento seria de 1120 euros e demoraria 2 a 3 semanas. Dei de imediato ordem para avançar, pois necessitaria do carro para regressar ao Porto, perto do Natal. Hoje mesmo, 7 de dezembro, desloquei-me uma vez mais á oficina e verifiquei que não tinham começado com o meu carro. O funcionário de serviço informou-me que não iam começar porque tinha muitos outros carros á frente, não iria ocupar um elevador com o meu carro durante vários dias e que me tinha dito que seriam 3 semanas. Falei sempre com bastante calma, educada e corretamente, até porque estava numa situação de total dependência da oficina. Questionei apenas porque é que ainda não tinham pegado no carro, porque sempre conseguiriam ganhar algum tempo. A resposta foi rude, ríspida e arrogante: "O senhor deixou aqui o carro há 3 dias, disse-lhe que eram 3 semanas e já vem para aqui pressionar? Olhe, só por isso já não lhe pego no carro! E se quiser, fale com o chefe da oficina". Fiquei chocado e pedi então para falar com o chefe da oficina. O funcionário, que deve ser certamente membro da gerência, dada a facilidade com que pode recusar um trabalho, disse-me em seguida que o chefe da oficina me poderia atender daí a uma hora! Percebi a mensagem, que foi a de me escorraçar dali para fora. Na altura da recusa do trabalho, o funcionário/gerente ainda me disse para levar dali o carro, que nem teria nada a pagar. No entanto, voltei a questionar se o carro estava mesmo em condições de circular e se não precisava mesmo pagar nada. Surgiu-me então com uma conta de 10,70€, relativa a um diagnóstico de centralina e a uma abraçadeira (?) E informou-me que o radiador da EGR estava desligado, mas que isso não seria problema impeditivo de circular. Paguei, trouxe o meu carro e estou agora a procurar uma oficina que queiram fazer este serviço que a feuvert recusou fazer.


Avaliação final do consumidor

2017-12-08
Sim
Resolvido?
9
Recomenda? (entre 0 e 10)

Respostas

em 2017-12-08 01:23 Exmo(a). Senhor(a),

Em nome da Feu Vert Portugal lamentamos, desde já, o sucedido.

Acusamos a recepção do seu e-mail o qual neste momento está a ser analisado pelo Departamento de Atenção ao Cliente.

Tentaremos ser o mais breves possíveis numa resposta.

Caso queira entrar em contacto connosco pode sempre fazê-lo através do e-mail: clientes@feuvert.pt

Muito Obrigado

Atenciosamente os melhores cumprimentos,
Feu Vert Portugal
em 2017-12-08 19:25 Boa tarde exmo. Sr. Manuel Magalhães,

Sabemos que já falou com os nossos colegas de Portimão e já combinou para ir deixar a sua viatura nas nossas instalações para resolvermos todo este incidente.

Muito Obrigado

Atenciosamente os melhores cumprimentos,
Feu Vert Portugal

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.