Dados Pessoais: Cuidados com os passatempos nas redes sociais

O resultado final é ficar com os seus dados numa base da dados comercial, que tem como finalidade o envio de publicidade através do seu email, telefone e até correio para a sua morada.

Informações
Esta notícia foi lida 1796 vezes
Partilhe

É muito frequente encontrarmos publicações, através da rede social facebook, com anúncios de passatempos que oferecem vales de centenas de euros em supermercados, a troco de nada. A questão é que nunca é a troco de nada, pois quando clica na publicação, porque a sua curiosidade foi mais forte, está a começar um longo caminho para defender os seus dados pessoais.

Tudo começa com uma frase aliciante: "Esta oferta é especial e exclusiva! Oferta de 200€ em supermercado!", quem não gostaria de ganhar?!

Estes anúncios percorrem o feed de notícias do facebook mesmo sem o interesse do utilizador, pois são pagas pelos anunciantes para aparecerem vezes sem conta e são os mais incautos que caem no engodo.

 

Como funciona o passatempo?

Depois de clicar, chega a uma página de registo, ou seja aqui começa todo o processo de fornecimento dos seus dados pessoais para começar a receber publicidade.

Nome completo, morada, telefone, email, data de nascimento, são os dados obrigatórios para dar continuidade ao sorteio de um voucher de 200€, mas a partir do momento em que preenche os seus dados pessoais, não mais é apresentada esta possibilidade e refere apenas no rodapé do site, que poderá não será em vale de supermercado, mas sim em ofertas de diversas marcas e que ficará à sua decisão aceitá-las "Vouchers ou valor equivalente são as remunerações normalmente sorteadas (...) Após a inscrição pode ser receber via E-mail várias oportunidades (...) e pode decidir se lhe interessa ou não."

Depois começa a percorrer uma série de ofertas publicitárias com o objetivo de subscrever vários serviços, desde planos de saúde dentários, apólices de seguros de vida, assinaturas de revistas, etc. Ofertas reais de vales em supermercado? Nada....

 

Para completar o registo é solicitada a chamada para um número de valor acrescentado

Depois de preencher os seus dados pessoais e após ter passado por inúmeras publicidades dos patrocinadores, eis que chega a uma página onde é referido que o seu registo foi aceite, mas para o validar, terá de efetuar uma chamada para um número começado por 760, paga em 0,60€ cêntimos mais IVA por minuto!

Ora até este ponto, o consumidor já passou todos os seus dados pessoais para uma base de dados de patrocinadores, que apenas irão enviar publicidade a solicitar a subscrição de serviços e ainda tem um custo associado numa chamada telefónica. Ofertas reais de vales em supermercado? Nada novamente....

 

Qual é a finalidade da empresa que recolhe e gere os seus dados?

Depois de procurar através do site http://vale-no-supermercado.opinioes.info, encontrará uma Política de Privacidade em que ficará a conhecer a empresa Content Ignition como a entidade responsável pela recolha e gestão dos seus dados pessoais.

Aqui, conseguirá perceber que os mesmos são recolhidos com o objetivo de utilização por parte dos seus parceiros, para fins comerciais, como consta na informação presente na política de privacidade do site:

Ao disponibilizar os seus dados pessoais, está a autorizar a recolha, uso e divulgação dos mesmos (...) para que os seus dados sejam comunicados a outras empresas do Grupo Empresarial da Content Ignition e aos seus Clientes e Parceiros. (...) os seus dados pessoais poderão ser utilizados para:
- Informação e Comercialização de produtos e serviços por email, telefone, telemóvel ou para a sua morada;
- Envio de mensagens publicitárias por marketing directo que engloba SMS, EMS e MMS e por email marketing.

 

Afinal quem são os parceiros/patrocinadores da empresa que recolhe os seus dados?

Empresas como o Wall Street English, Metlife, Allianz, EDP, Fitness Hut, Go4mobility, Intelidus, Pixmania e até a Proteste, são apenas algumas das marcas que compram os serviços de base de dados para fazerem publicidade e tentarem vender os seus serviços. Pode consultar esta listagem completa no site da Content Ignition ou na página dos patrocinadores aqui

 

Então como fazer para retirar os seus dados?

Aqui começa a grande dor de cabeça, para quem inadvertidamente colocou os seus dados numa base como esta. Pese embora a empresa Content Ignition disponiblize um formulário para a solicitação de retirada dos dados pessoais, não consegue garantir que os mesmos sejam retirados pelos seus parceiros que entretanto já os adquiriram e já colocaram o consumidor em outras bases de dados externas à origem desta autorização "Não podemos garantir a sua remoção imediata da base de dados dos nossos parceiros". Por conseguinte, terá de ser o próprio consumidor a solicitar a cada uma das marcas, a retirada dos seus dados pessoais dessas listas de marketing. Caso não o efetuem, poderá sempre abrir um processo de contraordenação junto da CNPD (Comissão Nacional de Proteção de Dados).

 

O resultado final é ficar com os seus dados numa base de dados comercial, que tem como finalidade o envio de publicidade através do seu email, telefone e até correio para a sua morada. Proteja os seus dados pessoais e evite transtornos!

 

 


Comentários