Serviços do Estado

Caixa Geral de Aposentações - Atentado contra a dignidade do doente/pessoa humana


Resolvida
8343817

Fragilizado pela minha doença, sofrendo com isso, consultei o meu processo na Caixa Geral de Aposentações; quando para meu espanto e indignação, descubro no meio do mesmo documentos médicos referentes a outra pessoa; enquanto que os meus documentos médicos que fui entregando à minha entidade patronal, não estava lá nenhum, situação extremamente grave e que altera totalmente o real diagnóstico da minha doença.
Continuando, descubro que não constam no meu processo 11 anos e 9 meses de remunerações auferidas.
Continuando, de toda a minha carreira, constam apenas no meu processo, 2 anos de processamento de suplementos.
São situações extremamente graves, com consequentes danos patrimoniais e não patrimoniais, irreparáveis ou de difícil reparação, que para eventual reparação, parte das pessoas não dispõem de dinheiro para pagar as necessárias despesas de justiça.
Os atos expostos são injustificáveis, que com dolo ou sem dolo, o responsável de tal ato, deixou de ter competência para o exercício das suas funções.
Pelo exposto, aconselho vivamente todos os interessados com processos na CGA, a consultarem respetivos processos, para verificarem se não há surpresas...

Luís Rosário

 

Respostas

em 2017-03-09 10:41 Ao Portal da Queixa:
reclamação n.º 8343817, de 2017-02-16, 00:04:48:
por LUÍS ROSÁRIO, sobre atentado contra a dignidade do doente/pessoa humana por parte da CGA

serve a presente para informar que, nesta data, foi enviado mail ao reclamante, a explicar-lhe o rigor que há por parte desta Caixa na avaliação das situações de doença dos seus subscritores e utentes, e no cuidado permanente na instrução e tramitação dos processos, com correção dos erros logo que detectados, o que aconteceu, também, no seu processo de aposentação, porque dele constam:
- todos os elementos clínicos e relatórios médicos enviados pela entidade de que depende,
- as informações relativas a efetividade e abono processados pela entidade a que esteve vinculado.
As acusações feitas pelo reclamante e subscritor da CGA não correspondem à verdade dos factos.
CGA - UAC12 - Equipa de Atendimento Escrito
Assistente de Direção - António Pais de Almeida

Comentários



Comentar

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Inicie sessão e regresse novamente a esta página para comentar.