A Padaria Portuguesa

A Padaria Portuguesa Cq - Actividades Hoteleiras, Lda

Ranking na categoria

Categoria
Pastelarias e Cafetarias

Telefone: 218489476

Morada
Rua Barata Salgueiro, nº30 – 2º Dto.
1250-044 Lisboa

E-mail
geral@apadariaportuguesa.pt

Website
http://www.apadariaportuguesa.pt

Recomenda esta marca?

9
12

Partilhar esta página

A Padaria Portuguesa - Pequeno almoço aos profissionais de saúde

Em tratamento
37924220
435
0 gostos
José Viana apresentou a reclamação

Fui hoje à vossa loja da Av. República e foi-me recusado o pequeno almoço por ser Farmacêutico. Além disso sou Especialista em Análises Clínicas e trabalho num laboratório privado. Quem é que vocês julgam que faz as análises nos laboratórios? Os médicos, os enfermeiros, os assistentes operacionais? NÃO

Vejam a directiva que junto e decidam!

https://diretiva.min-saude.pt/profissionais-de-saude/
31 Mar2020
A Padaria Portuguesa adicionou uma resposta

Caro José,

Agradeço o seu contacto e espero que esteja bem.

A Padaria Portuguesa está a manter a sua operação aberta – fabrico, distribuição e lojas – a grande custo e com um enorme espirito de missão, pois acreditamos que é esse o nosso dever. Disponibilizamos todos os artigos que não são vendidos diariamente a todas as entidades que os consigam levantar nas lojas ao final do dia, pois neste momento todas as instituições que regularmente fazem este trabalho fecharam portas e não conseguem garantir. E infelizmente nós não conseguimos fazer estas entregas.

Como menciona no seu email, estamos também a disponibilizar em todas as nossas lojas a oferta do menu pequeno-almoço a todos os profissionais de saúde que estão ao serviço, como forma de agradecimento por todo o trabalho e dedicação. Esta oferta é válida para:
1) Médicos
2) Enfermeiros
3) Auxiliares de saúde e demais funções de saúde nos hospitais (públicos e privados) e centros de saúde de Lisboa.

Tivemos de limitar esta oferta a este grupo de trabalhadores, sabendo que existem muito mais pessoas que continuam a servir os portugueses nesta altura delicada – começando pelos nossos próprios colaboradores (na nossa fábrica, centro de distribuição e lojas), os farmacêuticos, claro, os bombeiros, polícias, as pessoas que trabalham nos supermercados, quiosques, entre muitos outros serviços que têm de se manter abertos para que a cadeia alimentar e os serviços básicos continuem a funcionar.

Gostaríamos de chegar a todos, mas espero que entenda este racional, pois sem estes limites esta acção não seria possível de por em prática.

Obrigada e fique bem

31 Mar2020
José Viana adicionou uma resposta

Compreendo o que dizem mas acho uma discriminação. E esqueci-me de falar nos Farmacêuticos Comunitários, Hospitalares e outros que põe a sua vida em risco todos os dias. Mas façam o que acharem melhor....

José Viana está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)