ANTRAL

Categoria
Táxi e Veículos Ligeiros

Telefone: 21 844 40 50

Morada
Av. Eng Arantes e Oliveira, N 15
1900-221 Lisboa

E-mail
antral@antral.pt

Website
http://www.antral.pt

Recomenda esta marca?

7
19

Partilhar esta página

Antral - Ameaça de Taxistas

Sem resolução
139613
3833
0 gostos
Raquel Ramalho apresentou a reclamação

Boa tarde a todos, Tenho noção que deve haver pouco a fazer, mas a situação que presenciei hoje é no mínimo caricata e caso me aconteça a mim, gostaria de saber o que fazer. Como é possível que uma pessoa com um carro identificado como um táxi e que devia ser um exemplo em termos de condução tem atitudes que podem por em causa a vida de outros condutores? Hoje na estrada da beira por volta do meio dia, um taxista circulava a uma velocidade lenta, mas normal, com 3 carros atrás, inclusive eu, que provavelmente poderiam ir mais depressa (dentro dos limites de velocidade) e que faziam fila atrás do mesmo. Quando nos aproximávamos de uma das únicas rectas onde é possível ultrapassar em direcção a Coimbra, uma moça que estava no carro atrás do taxista começou a sinalizar a ultrapassagem e o taxista começou deliberadamente a acelerar forçando a rapariga a "enfiar-se" em frente dele pois já estava em cima da curva de onde poderiam surgir outros carros e causar um acidente. Ultrajada com a situação, prossegui viagem normalmente quando verifiquei que o táxi, outrora circulando com relativa lentidão circulava agora com mais velocidade ficando colado à traseira do carro da rapariga. Quando já nos aproximávamos da Portela e com mais carros envolvidos o mesmo senhor começou manobras, no mínimo perigosas, em que ultrapassava a miúda, metia-se à frente dela, travava e gesticulava. A única referência que consegui do dito táxi foi o número, não consegui decorar a matrícula. Não me cabe a mim queixar-me mas tenho a certeza que o senhor não terá consequência dos seus actos e que provavelmente deve ser daqueles que se sente impune ao volante. Numa profissão há bons e maus profissionais, este é provavelmente um dos piores. Se fosse a miúda tomaria alguma atitude, pois penso que o mal de muitas destas situações é as pessoas não reclamarem formalmente, e se fosse a minha irmã ou alguém conhecido trataria de a apoiar até ao fim, mas como e a quem fazê-lo? Obrigada,

17 Fev2017
Raquel Ramalho avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Sem comentários

Esta reclamação foi considerada como sem resolução

Comentários (1)

Ver perfil de Jorge Carvalho Manuel

Jorge Carvalho Manuel

Caro senhor, perante tal situação que presenciou, não sendo porém o visado nos factos por si descritos, poderia sempre anotar os dados da matricula, marca e modelo do veiculo, efectuando participação do ocorrido as autoridades competentes, psp ou gnr, para que os mesmos possam averiguar a responsabilidade deste taxista.
Qualquer cidadão que presencie um ilícito criminal ou contra-ordenacional, o que é o caso, pode e deve dar conhecimento ás autoridades competentes, porém tal como disse não anotou a matricula, é pena pois assim nada á a fazer, mas não o impede de pelo menos comunicar as autoridades o comportamento deste taxista, nem que seja para servir futuras ações de prevenção e não só sobre esta classe de profissionais.
No entanto a lesada supostamente dispõe de melhor informação, seria ela efectivamente em melhores condições de participar o caso, não obstante de poder ser o senhor, pelas razões acima descritas


Cumprs

J. Carvalho