Ranking na categoria
Partilhar esta página

ANTRAL - Condução perigosa e irresponsável

Resolvida
20945218
603
0 gostos
Paulo apresentou a reclamação

No dia 05-08-2018, às 17:18 na Rua Alexandre Herculano em Lisboa, fui obrigado a colocar em risco os veículos que seguiam atrás de mim porque o condutor do táxi com a matricula 75-PT-33 decidiu atirar-se para cima da minha viatura, mudando bruscamente da via mais à esquerda para a da direita, onde eu circulava tranquilamente com minha esposa, cortando-me a trajetória e obrigando-me a travar afincadamente para evitar a colisão. No semáforo logo abaixo confrontei o Sr. condutor, que além de não se importar com o seu comportamento ainda me disse que, e passo a citar "é para isso que eu cá ando". Por amor de deus, estamos à mercê de Kamikazes e ninguém faz nada, e depois ainda têm a distinta moral de acharem os melhores condutores do mundo. É por estas e outras mais que prefiro a Uber.


Esta reclamação tem um anexo privado
22 ago 2018
ANTRAL adicionou uma resposta

Bom dia,

Pedindo desculpa pelo atraso, esclareço que as associações patronais não têm qualquer poder sancionatório sobre os motoristas de táxi.
A entidade sancionatória é o IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes), com sede na Avenida das Forças Armadas, 40, 1649-022 Lisboa, ( imt@imt-ip.pt ).
Assim, qualquer reclamação deverá ser feita, junto desta entidade.
Como deve calcular, num universo de mais de 16.000 motoristas de táxi, ocorrem, por vezes, situações passíveis de reclamação, que não podemos deixar de muito lamentar.
Infelizmente, porém, a intervenção das associações limita-se, praticamente, a uma actuação pedagógica que exercemos quer junto dos empregadores quer junto dos motoristas, por forma a prevenir a ocorrência de situações como esta.
Posso garantir que a Antral aproveita todas as oportunidades para sensibilizar os associados e respectivos trabalhadores nesse sentido.
Assim, quer nos cursos de formação para obtenção do certificado profissional de motorista de táxi quer nos cursos para a renovação do mesmo certificado, privilegiamos as componentes de formação sócio-cultural, como a comunicação e as relações interpessoais, visando o desenvolvimento pessoal, profissional e social.
Por outro lado, aproveitamos as inúmeras reuniões que efectuamos a nível distrital, concelhio ou outra, para prosseguir esta campanha de sensibilização do sector.
Como, nos táxis, não é obrigatória a existência do livro de reclamações, reitero o conselho para se dirigir ao IMT.
Apresento os melhores cumprimentos,
José Domingos
Director

18 set 2018
Paulo alterou o estado para Resolvida
09 dez 2020
Paulo avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Sem comentários

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)