Ranking na categoria
Partilhar esta página

ANTRAL - Postura do Motorista

Sem resolução
12772417
689
0 gostos
RITA HIPOLITO apresentou a reclamação

Hoje, dia 14 de Setembro de 2017, por volta das 21h40 apanhei um táxi perto da Portugália (Almirante Reis). Disse ao motorista que a viagem seria curta (chamei logo a atenção para esse facto pois por vezes alguns profissionais não lidam bem com estas situações e resolvi antecipar o tema). O taxista do qual tenho apenas o nº da licença (1967) disse que não havia problema. Disse-lhe que o destino era Sapadores, portanto, muito próximo do local onde estávamos. Tentei ajudá-lo com indicações de como chegar ao destino pois pareceu-me confuso, não obstante a Almirante Reis e Sapadores serem bastante próximos. Apesar das minhas indicações, não seguiu pelo caminho certo o que implicou termos de voltar para trás, regressando ao local da partida. Expressei-lhe a minha surpresa por não ter seguido na direcção certa. Mostrou-se novamente confuso com o percurso. Tive de dar novas indicações. Chegámos a Sapadores, uma viagem que não deveria ter passado dos 4euros, ficou em 6euros. Paguei o que marcava o taximetro mas antes disso fiz questão de lhe dizer que considerava não ser correcto e profissional da parte dele, uma vez que o erro foi dele, que me cobrasse essa tarifa. Ele riu-se de forma irónica, desvalorizando completamente o meu comentário. Eu sai do carro. Evidentemente o meu desagrado não têm a ver com a questão monetária mas sim com a postura do motorista.

20 set 2017
ANTRAL adicionou uma resposta

Boa tarde,

As associações patronais não têm qualquer poder sancionatório sobre os motoristas de táxi.
A entidade sancionatória é a AMT (Autoridade Metropolitana de Transportes), com sede no Palácio Coimbra, Rua de Santa Apolónia, 53, 1100-468 LISBOA (reclamacoes@amt-autoridade.pt).
Assim, qualquer reclamação deverá ser feita, junto desta entidade.
Como deve calcular, num universo de mais de 16.000 motoristas de táxi, ocorrem, por vezes, situações passíveis de reclamação, que não podemos deixar de muito lamentar.
Infelizmente, porém, a intervenção das associações limita-se, praticamente, a uma actuação pedagógica que exercemos quer junto dos empregadores quer junto dos motoristas, por forma a prevenir a ocorrência de situações como esta.
Posso garantir que a Antral aproveita todas as oportunidades para sensibilizar os associados e respectivos trabalhadores nesse sentido.
Assim, quer nos cursos de formação para obtenção do certificado profissional de motorista de táxi quer nos cursos para a renovação do mesmo certificado, privilegiamos as componentes de formação sócio-cultural, como a comunicação e as relações interpessoais, visando o desenvolvimento pessoal, profissional e social.
Por outro lado, aproveitamos as inúmeras reuniões que efectuamos a nível distrital, concelhio ou outra, para prosseguir esta campanha de sensibilização do sector.
Como, nos táxis, não é obrigatória a existência do livro de reclamações, reitero o conselho para se dirigir à AMT.
Apresento os melhores cumprimentos,
José Domingos
Director

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (1)

Ver perfil de Melissa Meirelles

Melissa Meirelles

Você foi tola porque ele estava claramente a gozar consigo e a fingir-se burro