Ranking na categoria
Partilhar esta página

ANTRAL - Taxista pouco honesto

Sem resolução
5594216
5171
0 gostos
teresa vidinha apresentou a reclamação

Um meu amigo italiano ( que já veio a Lisboa dezenas de vezes ) no dia 24 de Agosto apanhou 2 táxis no aeroporto de Lisboa para ele e para os seus amigos entre as 7.45 e as 8 horas da manhã. O destino era o hotel Fénix Urban ao pé da Praça Marquês de Pombal. Ele reparou que o taxista do veículo onde viajava desligou o taxímetro e perguntou qual o motivo mas não obteu resposta . Ao chegar ao Hotel foi-lhe pedida a quantia de 25 euros a qual ele se recusou a pagar até porque os seus amigos no outro táxi que tinha feito exatamente o mesmo percurso pagaram 8.80 €. Deu então 10 euros para pagar a viagem ao motorista pouco honesto e qual não foi a sua surpresa que este vociferando palavras incompreensíveis arrancou com o carro sem sequer lhe dar o troco,. Não sei se com a pouca informação relativa ao táxi em questão será possível identificar o motorista para que seja repreendido por tal comportamento pouco digno de um profissional.. Gostaria de receber resposta para poder informar a pessoa que teve de passar por tal situação . Muito obrigada

17 out 2016
ANTRAL adicionou uma resposta

Boa tarde,

Pedido desculpa pelo atraso, esclareço que as associações patronais não têm qualquer poder sancionatório sobre os motoristas de táxi.
A entidade sancionatória é a AMT (Autoridade Metropolitana de Transportes), com sede no Palácio Coimbra, Rua de Santa Apolónia, 53, 1100-468 LISBOA (reclamacoes@amt-autoridade.pt).
Assim, qualquer reclamação deverá ser feita, junto desta entidade.
Como deve calcular, num universo de mais de 16.000 motoristas de táxi, ocorrem, por vezes, situações passíveis de reclamação, que não podemos deixar de muito lamentar.
Infelizmente, porém, a intervenção das associações limita-se, praticamente, a uma actuação pedagógica que exercemos quer junto dos empregadores quer junto dos motoristas, por forma a prevenir a ocorrência de situações como esta.
Posso garantir que a Antral aproveita todas as oportunidades para sensibilizar os associados e respectivos trabalhadores nesse sentido.
Assim, quer nos cursos de formação para obtenção do certificado profissional de motorista de táxi quer nos cursos para a renovação do mesmo certificado, privilegiamos as componentes de formação sócio-cultural, como a comunicação e as relações interpessoais, visando o desenvolvimento pessoal, profissional e social.
Por outro lado, aproveitamos as inúmeras reuniões que efectuamos a nível distrital, concelhio ou outra, para prosseguir esta campanha de sensibilização do sector.
Como, nos táxis, não é obrigatória a existência do livro de reclamações, reitero o conselho para se dirigir à AMT.
Apresento os melhores cumprimentos,
José Domingos
Director

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de actividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (1)

Ver perfil de ana costa

ana costa

VIVA A UBER !!!