Banco Credibom

Banco Credibom S.A

Banco Credibom

Banco Credibom

(97.6%)
Ranking na categoria

Categoria
Instituições Financeiras de Crédito

Sobre

O Banco Credibom é parte integrante do grupo Credit Agricole, um dos maiores e mais influentes grupos bancários mundiais. Baseado numa cultura de apoio e cooperação transversal a todo o grupo e um enorme parceiro da economia Francesa.

O grupo estende-se por 54 países, com mais de 50 milhões de clientes e mais de 140 mil colaboradores em todo o mundo.

Em Portugal, o Banco Credibom tem uma história rica e completa que conta já com 20 anos e com mais de 350 colaboradores.

Desde o primeiro dia e até hoje estamos ao lado de 2 milhões de Portugueses, contamos com mais de 1000 parceiros espalhados pelo continente e ilhas, e contribuímos ativamente, com o nosso negócio para a economia de hoje e do futuro.

O Banco Credibom posiciona-se desde o início na concessão de crédito através de uma rede de Parcerias Comerciais, nos segmentos automóvel, lar tendo mais tarde alargado a sua área de atuação aos Canais Diretos, especializados em soluções financeiras para clientes finais, onde tem vindo a reforçar a sua presença.

Com uma clara aposta num elevado nível de serviço, rapidez de decisão, flexibilidade, simplicidade de processos e gama alargada de produtos, o Banco Credibom tem vindo ao longo dos anos a consolidar a sua posição nestas áreas de negócio, apresentando um crescimento sustentado dos seus ativos e resultados.

Temos a missão de facilitar e ajudar a concretizar os sonhos dos nossos clientes, queremos que se sintam seguros, somos transparentes e honestos.

Por isso, orgulhamo-nos em afirmar que 76% dos nossos clientes nos recomendariam aos seus amigos e familiares, e que temos um grau de satisfação global de 80%.

Em todos os momentos pretendemos ser o orgulho dos nossos clientes e também dos nossos parceiros.


Telefone: 707502732

Morada
Edifício Bessa Leite Offices
Rua Brigadeiro Nunes da Ponte, 114
4150-036 Porto

E-mail
entidadesexternas@credibom.pt

Website
http://www.credibom.pt

Recomenda esta marca?

24
32

Partilhar esta página


Banco Credibom - Seguro ao crédito - demora na resposta

Resolvida
29695919
2453
0 gostos
Paulo Soares apresentou a reclamação

Venho mostrar a minha insatisfação com o tratamento dado pelo Credibom relativamente ao meu caso (ativação do seguro de proteção ao crédito).

Tendo ficado desempregado e tendo subscrito (e pago) o seguro ao crédito não me parece minimamente razoável a resposta dada pela vossa instituição a esta situação!

A seguir transcrevo o e-mail que recebi e que muito me espantou:

"Exmo(a). Senhor(a),
Acusamos a recepção da participação de sinistro enviada por V. Exa., referente ao contrato 80003677116 o qual mereceu a nossa melhor atenção.

Mais informamos que a referida documentação foi remetida à companhia de seguros para análise, prevendo-se que no prazo de 60 dias, sensivelmente, desde que reunidos os documentos e informações clinicas imprescindíveis, a seguradora se pronuncie.

Aproveitamos para nos colocarmos à sua inteira disposição para qualquer esclarecimento adicional, através do telefone 707 502 732, disponível nos dias úteis das 10h00 às 19h00 ou através do email clientes@credibom.pt.

Com os nossos melhores cumprimentos,

BANCO CREDIBOM
Direcção de Recuperação e Gestão de Clientes"

Se fiquei desempregado significa que perdi alguma da capacidade para pagar o crédito e por isso participei o sinistro (paguei pelo seguro). Verificadas as condições de acesso (que se verificam) e anexando toda a documentação solicitada (que foi anexada) não consigo compreender o prazo de 60 dias para a seguradora se pronunciar...

Tal como disse no meu email (ao qual ainda não responderam passadas mais de 48h e que transcrevo também), que vos enviei na passado dia 03/07 às 09h41, 60 dias abrange 2 prestações mensais do referido crédito (cuja capacidade para pagar ficou reduzida)...

E-mail por mim enviado para clientes@credibom.pt quarta feira 03/07/2019 pelas 09H41 (sem resposta):
"Bom dia.

Gostaria de demonstrar o meu espanto ao ler o vosso e-mail que reencaminho.
Pelo meu entendimento vou ter que aguardar 60 dias para obter a resposta da companhia de seguros??

Durante estes 60 dias caso não consiga cumprir com as prestações do crédito, visto ter ficado desempregado e o seguro ter sido subscrito para isso mesmo, o Banco Credibom vai aguardar o mesmo período de tempo para comunicar a situação de incumprimento ao Banco de Portugal??
Não, não vai aguardar e irá cobrar os respectivos juros de mora...

60 dias compreende duas prestações mensais que terão que ser assumidas tendo eu tido uma perda de rendimentos e tendo subscrito o seguro para prevenir precisamente essa situação!

No mínimo lamentável...
Paulo Soares"

Não vou alongar mais esta questão porque acho que as transcrições dos e-mails falam por si...
07 Jul2019
Banco Credibom adicionou uma resposta

Exmo(a) Senhor(a) Paulo Soares,

Registamos a interpelação que nos dirigiu em 2019-07-07 com o nº 29695919, informando que prontamente iremos analisar a mesma respondendo com a maior brevidade possível.

Com os melhores cumprimentos.

Área de Reclamações - Banco Credibom, S.A.

15 Jul2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

A tática da vossa instituição em enviar uma resposta automática às reclamações aqui apresentadas é bastante interessante...
O cliente faz uma reclamação, a vossa resposta automática é enviada e parece que está tudo bem!
Pois não está tudo bem!!!
A resposta que recebi foi de um processo computorizado até porque a reclamação foi feita num Domingo (não acredito que ninguém do banco ligado às reclamações trabalhe neste dia) e passada mais de uma semana ainda não houve nenhum contacto feito por "pessoas".
Não tive resposta neste portal nem ao e-mail inicial que menciono na queixa aqui feita.

O e-mail inicial foi enviado dia 03/07/2019 e a queixa no portal foi feita no dia 07/07/2019, 12 e 8 dias respectivamente.

Extremamente eficiente o vosso departamento de reclamações...
Ganhem vergonha e pelo menos respondam!!

15 Jul2019
Banco Credibom adicionou uma resposta

Exmos. Senhores,

Informamos que à presente data encontra-se respondida a reclamação nº 29695919, apresentada pelo nosso cliente Paulo Cesar Soares.

Com os melhores Cumprimentos,

Sandra Gonçalves
Área de Reclamações
Departamento de Experiência Cliente

15 Jul2019
Banco Credibom alterou o estado para Resolvida
15 Jul2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

É de louvar a vossa capacidade de complicar a vida às pessoas!!!
Então a Vossa Resposta foi:
"Exmo. Sr. Paulo Soares,

Acusamos a recepção da reclamação de V. Exa., via Portal da Queixa, que mereceu a nossa melhor atenção.

Relativamente à questão apresentada, somos a reiterar o prazo mencionado pela Companhia de Seguros no formulário de declaração de sinistro e, referido na nossa comunicação anterior.

Não obstante o prazo indicado, cumpre-nos esclarecer que, dependendo da análise do processo, a tomada de decisão por parte da Seguradora, poderá ser assumida antes de cumprir os 60 dias previstos.

No âmbito da instrução do processo, fomos informados pela Companhia de Segurados que, é imprescindível que, mensalmente o Sr. Paulo Soares proceda ao envio da declaração emitida pela Segurança Social, que transmite a informação detalhada relativa ao subsídio de desemprego do Estado.

Nesta sequencia, agradecemos que em resposta à nossa comunicação seja enviado para os nossos serviços, a declaração da Segurança Social atualizada e referente ao mês corrente.

Esperando ter contribuído para o esclarecimento da questão apresentada, estaremos disponíveis para qualquer outra informação que V. Exa. entenda por necessário, através do e-mail clientes@credibom.pt ou do telefone 214 138 573, de 2ª a 6ª feira, entre as 09h00 e as 20h00.

Sem outro assunto, apresentamos os nossos melhores cumprimentos.
Sandra Gonçalves

Área de Reclamações

Departamento Experiência do Cliente"

Posto isto:
1º - Começam o e-mail a MENTIR - no formulário de declaração de sinistro da seguradora não é referido qualquer prazo para tomada de decisão - vou anexar o ficheiro com o formulário à reclamação inicial para consulta;
2º - Não acrescentaram nada quanto ao prazo para resposta por parte da seguradora (que é inaceitável);
3º - Ainda vêm acrescentar mais uma obrigação da minha parte - "fomos informados pela Companhia de Segurados que, é imprescindível que, mensalmente o Sr. Paulo Soares proceda ao envio da declaração emitida pela Segurança Social, que transmite a informação detalhada relativa ao subsídio de desemprego do Estado" - ainda não tomaram a decisão mas já tenho que enviar declarações mensais (já parecem as apresentações semanais nas esquadras impostas aos criminosos)...
4º - Cumpri com todas as obrigações por vós impostas na abertura do processo (enviei toda a documentação por correio com o formulário correctamente preenchido) e agora vêm acrescentar mais qualquer coisa só para dificultar...
4º - Já respondi ao vosso e-mail a pedir esclarecimentos, espero que a vossa resposta não demore mais uma semana!

15 Jul2019
Paulo Soares reabriu a reclamação
15 Jul2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

Mais informo que a declaração mensal por vós exigida não é referida em nenhum documento que esteja na minha posse, seja ele o "Contrato de Crédito" ou o "Formulário de Declaração de Sinistro" (que anexo para consulta pública).

Se realmente está a ser exigido pela companhia de seguros quero um documento que o comprove, não tem que me ser comunicado numa resposta a uma reclamação feita no Portal da Queixa (abençoada existência)!!!


17 Jul2019
Banco Credibom adicionou uma resposta

Exmos Senhores,

Informamos que, foi à presente data prestado ao cliente, os esclarecimentos devidos no âmbito do processo de seguro de desemprego que decorre.

Com os nossos cumprimentos.

Área de Reclamações
Departamento de Experiência Cliente

17 Jul2019
Banco Credibom alterou o estado para Resolvida
17 Jul2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

Agradeço o esclarecimento relativamente à declaração que terei que enviar mensalmente (e que é compreensível) mas que não é mencionada no "Formulário de Declaração de Sinistro" tal como tinha referido anteriormente mas sim na "Nota Informativa Sobre os Termos e Condições do Seguro Contributivo de Proteção ao Crédito" que anexou na sua resposta.

No documento que enviou e que reli atentamente devo salientar o ponto 18 - PAGAMENTO PELOS SEGURADORES onde se lê:
"Os Seguradores obrigam-se a efetuar os pagamentos devidos num prazo de 30 dias após a confirmação da ocorrência do sinistro e das suas causas, circunstâncias e consequências."

Considerando (como é dito na sua resposta) que a documentação foi por mim remetida por carta registada com aviso de recepção no dia 25 de junho e por vós recebida na morada indicada no dia 1 de julho (data do carimbo dos CTT), será esta a data (1 de julho) que tomarei em conta como sendo a data da "confirmação da ocorrência do sinistro e das suas causas, circunstâncias e consequências" conforme o referido ponto 18.

Toda a documentação solicitada foi enviada para a morada mencionada pela seguradora por vós contratada.
Se a documentação depois tem que seguir para a Irlanda de barco ou avião ou não tem que seguir de todo não é problema meu.

O que não dá para aceitar é o prazo de 60 dias para tomada de posição da seguradora que me foi comunicado por e-mail pelo banco...

Caso o prazo de pagamento de 30 dias, dado pela própria seguradora nas condições do seguro, não seja cumprido avançarei com uma queixa na própria ASF - Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões.


17 Jul2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

Reclamação será sempre reaberta enquanto não for tomada a decisão por parte da seguradora que, confirme mencionei na minha resposta anterior, se compromete nas condições do seguro a fazer o pagamento dentro de 30 dias...

17 Jul2019
Paulo Soares reabriu a reclamação
02 Ago2019
Banco Credibom adicionou uma resposta

Exmos Senhores,

Informamos que, foi à presente data comunicado ao nosso cliente, a tomada decisão ao processo que decorre.

Com os nossos cumprimentos.

Área de Reclamações
Departamento de Experiência Cliente

02 Ago2019
Banco Credibom alterou o estado para Resolvida
03 Ago2019
Paulo Soares adicionou uma resposta

"Informamos que, foi à presente data comunicado ao nosso cliente, a tomada decisão ao processo que decorre."

E a tomada de decisão foi:
"No seguimento do seu seguro de crédito que foi acionado no passado dia 28-06-2019, na cobertura de Desemprego Involuntário, gostaríamos de comunicar que o processo em questão vai ser deferido.

Chamamos a sua atenção para o facto de o prazo para análise do processo ser 60 dias, que, por sua vez, foram indicados na carta que Marsh remeteu no dia 22-07-2019. Os 60 dias são a contar da data de 28-06-2019. Como poderá verificar o prazo de análise ainda não foi ultrapassado, agradecemos que deste modo, aguarde pelo processamento final e consequentemente reembolso de capital.

Apresentamos os nossos melhores cumprimentos,

Victoria Brezinscaia, O&T

Marsh, Lda. | Rua António Pedro, 111, 1150-045 Lisboa"

Continuam a não cumprir com o que está contratado (Cláusula 18 da nota informativa sobre os termos e condições do seguro contributivo de proteção ao crédito).

Já respondi diretamente à Marsh, Lda visto que desta vez o Banco Credibom nem se dignou a responder diretamente ao seu cliente - aguardou que uma entidade (que não é o segurador) se pronunciasse para dar a reclamação como encerrada sorrateiramente.

Pois a questão não está encerrada de todo, comunicaram que o processo vai ser diferido mas mantêm o prazo descabido de 60 dias!!!

Enfim, não são gente séria e ponto final...

03 Ago2019
Paulo Soares reabriu a reclamação
17 Out2019
Banco Credibom adicionou uma resposta

Exmos Senhores,

Por referência à reclamação 29695919, informamos que foram prestados os esclarecimentos em mensagem particular.

Disponíveis para quaisquer esclarecimentos adicionais, subscrevemo-nos apresentando os melhores cumprimentos.

Área de Reclamações
Banco Credibom, S.A.

17 Out2019
Banco Credibom alterou o estado para Resolvida
16 Nov2019
Paulo Soares avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Dificultam ao máximo a abertura de processo de sinistro...

Esta reclamação foi considerada como resolvida pela marca, e aceite pelo utilizador

Comentários (0)