Banco CTT

Banco CTT, S.A.

Ranking na categoria

Categoria
Bancos

Telefone: 707288282

Morada
Edifício Adamastor, Torre A, Piso 11
Av. D. João II, n.º 11,
1999-002 Lisboa

E-mail
reclamacoes@bancoctt.pt

Website
http://www.bancoctt.pt

Recomenda esta marca?

105
115

Partilhar esta página

Banco CTT - Retenção de dinheiro de cliente

Em tratamento
29315419
528
0 gostos
Liliana Nogueira apresentou a reclamação

Venho por este meio apresentar uma reclamação acerca do banco CTT. Na verdade o cliente do banco é o meu marido, Hélder Vaz, ao qual me pediu para enviar a reclamação em seu nome, porque tem pouca disponibilidade de horarios. Na verdade é um assunto que tambem me afeta a mim, afeta aos dois naturalmente.

O que acontece é que o meu marido é cliente de uma casa de apostas (luckia.pt), ao qual sempre que ganhou algum valor as transferências entraram na sua conta em 3/4 dias no máximo. a meados de Maio ganhou dois valores distintos (500€ + 400€ _ valores arredondados), ao qual a casa de apostas indicou ao meu marido que as transferencias teriam sido realizadas para a sua conta dos CTT nos dia 16 e 22 de Maio (respetivamente), entretanto o meu marido esperou, deixou passar uma semana e nada... falou com os CTT que dizia não detetar qualquer transferencia para a sua conta. O meu marido falou com a casa de apostas que prontamente lhe enviou os respetivos comprovativos das TB ao que o meu marido fez chegar ao balcão do banco CTT de Matosinhos parque, os 1ºs comprovativos que enviaram não serviram...o meu marido teve que pedir uns mais especificos, novamente a casa de apostas prontamente enviou, o meu marido voltou a enviar para o banco e disseram qua iam analisar. passado mais de 20 dias desde o inicio desta brincadeira, o banco veio dizer que sim, que as transferências tinham sido realizadas pelo site de apostas mas que era a SIBS que estava a bloquear a entrada do dinheiro na conta do meu marido, nem sequer sei se isto é verdade, nem sequer sei se a SIBS tem autonomia para travar entradas de dinheiro nas contas de clientes, contatei a SIBS e indicam que não tem qualquer conhecimento deste tipo de situações mas que não podem tratar diretamente com clientes particulares, dizem que tem que ser o banco a falar com eles. Após dezenas de reclamações feitas via e-mail, feitas pessoalmente, indicaram que a situação iria ser desbloqueada pela SIBS a partir de dia 17 de Junho. Estamos já a 25-06 e nada de dinheiro na conta. Voltamos a ir hoje ao balcão e voltaram a dizer que tinhamos que aguardar que a situação estava a ser resolvida. Andam a "empalear", a dar desculpas atras de desculpas... enfim... lamentavel toda esta situação.

Isto é brincar com o dinheiro dos clientes, é de uma falta de respeito tremenda. Mais, a linha de apoio quando se liga nada sabem dizer, dizem sempre que tem que ser tratado no balcão...enfim...péssimo serviço.

Gostava que a situação fosse analisada o mais rapido possivel, muita paciencia já estamos nós a ter... estamos a aguardar estes valores á mais de 1 mês, não se ademite.

Grata pela atenção
25 Jun2019
Banco CTT adicionou uma resposta

Exma Sra. Liliana Nogueira,

Agradecemos a sua comunicação, esclarecendo desde já que, por motivos de confidencialidade, a resposta será assegurada para o titular da conta de depósito à ordem em apreço, e de forma privada.

Certos da Sua compreensão, apresentamos os nossos melhores cumprimentos,
Diana Freitas
Banco CTT

25 Jun2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

boa tarde,

agradeço resposta com muita urgência, o dinheiro está a fazer-nos muita falta neste momento e não vejo motivos para esta situação estar a acontecer. Enviaram um e-mail ao meu marido a indicar que a partir de dia 17-06 a situação seria desbloqueada mas o que é certo é que estamos já a dia 25-06 e até ao momento o dinheiro não esta na conta.
Assumam por favor as vossas responsabilidades, se já confirmaram que de fato as transferências fora realizadas, não percebemos a demora, nem que lhe dêem o dinheiro em mãos, em numerário junto do balcão. Alguma situação tem que existir.

Agradeço resposta para o TT da conta

26 Jun2019
Liliana Nogueira editou a reclamação
26 Jun2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

Boa tarde,

ainda não existe resposta?

Será assim tão complicado desbloquearem o valor que esta retido do vosso lado?
Como já expliquei o dinheiro está realmente a fazer muita falta.
Acho lamentavel toda esta situação e esta demora. Volto a repetir, se já confirmaram ao meu marido via e-mail que de fato as transferências foram realizadas para a conta dele e que a partir de dia 17 a situação seria desbloqueada, porque que estão a fazer isto? E nisto já se passou mais um dia.

grata pela atenção.

28 Jun2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

Bom dia,

Mais uma vez voltaram a ligar ao meu marido ontem da parte da tarde (dia 27-06), do balcão do banco onde temos apresentado as reclamações e o que fizeram foi pedir desculpa pelos transtornos, voltam a dizer que o meu marido tem toda a razão para estar chateado, que o dinheiro é dele, mas que realmente se trata de uma questão com a SIBS. Voltaram a indicar que terá que aguardar.

Estão a brincar? Nós não somos clientes da SIBS (naturalmente), nós somos clientes dos CTT. Têm a obrigação de resolver essa situação de forma rapida, trata-se de um cliente do banco que esta a ser lesado. Para além de que, volto a frisar, nem se quer sabemos se realmente é a SIBS que esta a fazer esse bloqueio, até porque eles não dão essas informações, dizem sempre que temos que falar com o banco e que o banco é que pode falar com eles. Logo, é muito facil darem essa desculpa porque o cliente não tem como saber se é de fato verdade ou não, não queremos com isto dizer que estão a mentir, mas... coloquem-se na nossa posição, podemos pensar tudo.

Por favor, resolvam a situação de uma vez por todas. O cliente não pode ser lesado por este tipo de questões internas (questões completamente alheias ao cliente), assumam por favor as vossas responsabilidades. É muito bonito ligarem a dizer que o cliente tem razão e a pedirem desculpa, mas de quê que adianta se o problema não é resolvido? Ponham-se no lugar do cliente. Volto a indicar, se por algum motivo não têm forma de desbloquear a conta, entreguem o dinheiro em mãos ao cliente e ele assina um documento que o obrigue assim que o dinheiro entrar na conta devolver o valor, ou então retêm vocês o valor assim que este entre na conta. Isto são apenas sugestões..não sabemos se é ou não possivel, mas têm que arranjar alguma solução rápida. Alguma solução tem que existir.

Agradeço resposta urgente por favor.

Mais uma vez grata pela atenção,
Liliana Nogueira

01 Jul2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

Boa tarde,

Novos acontecimentos:

Contataram o meu marido do balcão do banco na passada sexta feira de tarde, a indicar que afinal a SIBS não estava a bloquear o valor. Indicaram que desta vez o site de apostas fez os pagamentos com uns códigos diferentes daqueles pelos quais costumam fazer e a SIBS não reconheceu esses códigos e como tal fez a devolução dos valores novamente para o site de apostas.
E estiveram mais de 15 dias para nos darem esta informação??? Mais uma vez é lamentável tudo isto.

Estamos agora em conversações com o site de apostas para ver o que se passa realmente. No meio disto tudo já não sabemos quem esta a falar a verdade, de qualquer forma os CTT, e se realmente é verdade o que dizem, já nos deviam ter comunicado, já poderiamos estar em conversações com o respetivo site á muito tempo no sentido de tentarmos resolver a situação.

05 Jul2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

Boa noite,

A saga ainda não terminou, infelizmente,

No final da passada semana o banco CTT indicou que afinal o valor que teria sido transferido para a conta bancária, como não tinha sido reconhecido pela Sibs foi novamente transferido para a conta do site de apostas online (de salientar que nunca tive qualquer problema ou atraso nos pagamentos com o respetivo site, nunca).

Contato o site, estes dissera-me que iriam verificar e que me diriam alguma coisa, indicaram-me hoje que não houve qualquer devolução de valores para a sua conta. Voltaram também a salientar que do lado deles tudo foi transferido devidamente e voltaram a enviar-me um e-mail com os respetivos códigos de transferência que farei chegar ao banco na próxima segunda feira.

Entretanto já efectuei queixa também junto da provedoria dos CTT bem como para o e-mail da departamento de reclamações dos CTT.

Enfim.. Alguém aqui está a mentir, ou de um lado ou de outro.. Já não sei o que pensar. Mas como nunca tive qq reclamação do site de apostas e como já me fizeram dezenas de transferências sem a existência de qq problema ou atraso.. E esquesito..

Agradeco novamente resposta urgente para o Tt Da conta.

SE INDICAM QUE RECEBERAM O VALOR E AGORA INDICAM QUE O VALOR FOI DEVOLVIDO, AGRADECO QUE ME ENVIEM UM COMPROVATIVO DESSA DEVOLUÇÃO PARA O SITE DE APOSTAS, PARA PODER FAZER PROVA JUNTO DELES DESTA DEVOLUÇÃO. SE CONSEGUIRAM CONFIRMAR QUE ESSA DEVOLUÇÃO FOI FEITA TEM QUE TER UM COMPROVATIVO PARA ME ENVIAR.

GRATOS PELA ATENÇÃO.

Mais uma vez agradecemos resposta urgente

12 Jul2019
Liliana Nogueira adicionou uma resposta

Bom dia,

ainda não temos qualquer resposta.

O site de apostas volta a indicar que não foi devolvido qualquer valor. Se assim é, e se realmente os CTT deteram a entrada do valor (como dizem) e se detetaram que o valor foi devolvido, agradecemos que nos enviem um comprovativo da entrada do valor e da devolução do valor, de outra forma como sabemos que estão a falar a verdade?

É o minimo, pedimos que nos seja enviado com ugencia o respetivo comprovativo dessas transações para podermos enviar para o respetivo site.
Podem por favor responder? é que nem sequer uma resposta nos deram até ao momento.

gratos pela atenção

Liliana Nogueira

Liliana Nogueira está a aguardar resolução da marca

Comentários (1)

'.Ver perfil de Jaime Miguel Montez da Silva.'

Jaime Miguel Montez da Silva

Apelo a todos os clientes do Banco CTT que tenham sido prejudicados de alguma forma, que se reúnam junto à sede o Banco CTT, na próxima terça-feira (Av. D. João II, nº 13, Edifício Báltico, Piso 11º 1999-001 LISBOA).
Passem a mensagem