Santander Totta

Banco Santander Totta

Ranking na categoria

Categoria
Bancos

Telefone: 707212424

Morada
Rua do Ouro, 88,
1100-063 Lisboa

E-mail
redes.sociais@santander.pt

Website
http://www.santandertotta.pt

Recomenda esta marca?

54
123

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

Santander Totta - Cobrança de juros indevidos

Aguarda resposta
49490520
246
0 gostos
Celio Portela apresentou a reclamação

Existe uma dívida na minha Central de Responsabilidades com o Banco Santander no valor de 506,22. Contactei o banco e foi-me dito ser referente a uma conta transitada do Banif (sem o meu consentimento). Pelo que tenho conhecimento, a minha conta no Banif foi encerrada há vários anos e estaria a zero na altura do encerramento. Nunca fui contactado pelo Banco Santander na tentativa de cobrar esse valor. Fui contactado por uma empresa de cobrança de dívidas, a Intrum Portugal a cobrar um valor de 630,25€ . Quando questionei a legitimidade da dívida e solicitei um extracto bancário para verificar a que se referiam os valores, fui tratado por essa empresa com intimidações, agressividade, e nalgumas situações até de forma obscena.
Contactei o balcão do Banco para saber como resolver o assunto, porque pretendia pagar o que estava a ser cobrado, 506,22€ ou 630,25 €. Informaram que me voltariam a contactar. Sem qualquer resposta mesmo depois de insistir várias vezes, há cerca de um mês foi-me dado um valor de cerca de 1300,00€. Questionei esse valor e pedi um extracto da conta. Foi-me dito que iriam contactar os serviços centrais do banco, pois não tinham informações da conta. Voltariam contactar-me. Passadas várias semanas sem resposta, contactei de novo o banco e a resposta foi que se tratava de uma conta antiga da qual não tinham registos. Levaria algum tempo pois seria um processo "quase arcaico" (palavras do banco). Questiono como surge um valor de 1.300,00€, antes de terem acesso à informação da conta? Tentei contactar o banco várias vezes nas últimas semanas e ainda não me deram qualquer informação adicional. No entanto, continuo ser importunado pela Intrum Portugal.
Ontem voltei a ser contactado pela referida empresa a cobrar o valor de 630,25€. Informei que tinha contactado o banco e pretendia saber qual o valor final a pagar. Hoje recebi novo contacto da empresa a pedir o pagamento de 1904,28€. O banco não dá resposta à resolução do assunto, mas continua a cobrar juros e custos elevadíssimos (no espaço de um mês passou de 1.300€ para 1904,28€ e dizem que este não é o valor final). Conveniente! Dá a sensação que o banco assume estarmos a ser intimidados por esta empresa (certamente contratada para esse fim) e cada que vez que mostramos disponibilidade para liquidar o valor, aumentam os valores numa tentativa de chantagem.
Só recentemente dei atenção aos contactos da Intrum. Trata-se de uma empresa duvidosa com péssimas referências e inúmeras queixas por tentativa de burla e cobrança de dívidas inexistentes.
Tenho uma pequena empresa e esta questão pessoal afecta toda a nossa interacção com a banca e entidades de crédito. Este assunto está a causar-me enormes inconveniências e prejuízos. Não posso ser responsável por juros e comissões de uma dívida para a qual nunca fui contactado por este banco. Nem sequer tenho conta pessoal com o Santander e nem autorizei este a banco a registar-me como cliente.
Estou na disposição de pagar os 506,22€ que constam no Banco de Portugal assumindo que que sejam valores transitados do Banif e que não me foram transmitidos. Não posso é ser responsabilizado pelo restante valor. Também não tenho a obrigação de pagar comissões a empresas de cobranças de dívidas, uma vez que o Santander me nunca tentou a cobrar a dívida.
É notório que este banco tira proveito deste registo para nos intimidar, pressionar e cobrar valores excessivos.
Uma coisa é a desonestidade e fuga às responsabilidades, outra é pretendermos ser sérios nas nossas contas e ser prejudicados por estas ferramentas que os bancos têm ao seu dispor, colocando-nos em completa desvantagem na resolução destas questões.

Esta reclamação tem um anexo privado
Celio Portela está a aguardar resposta da marca

Comentários (0)