Marca Recomendada
Marca do Mês
Ranking na categoria
  • A Benecar Cidade do Automóvel é uma marca com 30 anos de existência. Situa-se em Benedita, concelho de Alcobaça. A sua atividade principal consiste na compra, venda, reparação e aluguer de automóveis!

  • 262 408 210
  • Edifício Benecar, Moita do Gavião
    2475-034 Benedita
  • satisfacaocliente@benecar.pt
Partilhar esta página

Benecar – Cidade do Automóvel - Avarias constantes

Resolvida
66398021
1226
0 gostos
Tiago Pedro apresentou a reclamação

Adquiri uma Opel Astra 1.6 cdti em setembro de 2020, ao me ser entregue reparei que tinha o vidro dianteiro estalado, adverti logo nas instalações o vendedor Luís Rosa que prontamente me indicou passar pelo departamento pós-venda para resolverem o assunto, assim o fiz e logo na altura foi marcado dia para substituição do mesmo.
Vidro substituído no dia combinado, qual o meu espanto quando chego perto da viatura e reparei que o vidro novo vinha numa extremidade “deslaminado”, ainda no local foi marcado novo dia para ir meter outro porque realmente aquele vinha defeituoso.
Nova ida à Benecar, vidro substituído, mas este novo vinha com as borrachas defeituosas que só repararam pós-montagem, foi então marcada nova intervenção e foi-me dito que iriam trocar de fornecedor do vidro, pois aqueles vinham sempre com algum defeito.
Novamente no dia combinado vidro substituído e este “aparentemente” já estaria em condições, erro meu ter pensado isso, andei uns kms a caminho de casa e constatei que este novo vidro fazia barulho ao bater no tablier, voltei atrás a relatar o problema e mais uma vez novo dia e nova deslocação à Benecar desta vez para inserir uma espuma insonorizante entre o tablier e o vidro de modo a estes não baterem um no outro.
Problema do vidro FINALMENTE resolvido, passado cerca de 2 semanas o carro do nada entrou em modo “Safe”, voltei então às instalações da Benecar, na qual o carro lá ficou uns dias de modo a resolverem o problema, dia de ir levantar o carro foi – me dito que o problema estaria relacionado com um sensor do turbo que estava com sujidade e eles limparam-no de modo a resolver o problema. Ok, vim embora com o carro que no dia seguinte entrou em modo “Safe” novamente, nova ida ao Stand, onde voltou a ficar uns dias e foi – me dito que iriam substituir o sensor de modo a evitar que acontecesse novamente.
Dia de levantar o carro com o sensor substituído, ainda no mesmo dia voltou a entrar em modo “Safe”, claro que regressei novamente ao stand já a ficar um pouco exaltado com aquela brincadeira toda, perante o meu óbvio desagrado optaram por enviar o carro à marca visto não estarem a conseguir resolver o problema, mais 2 semanas sem carro, mas efetivamente voltou da marca e aquele problema nunca mais surgiu.
Mas, passado cerca de 2 meses da brincadeira do turbo, a viatura começou a fazer um barulho muito intenso junto das rodas dianteiras quando o piso se tornava mais irregular, sim mais uma vez dirigi-me à Benecar, onde veio um técnico experimentar o carro comigo de modo a perceber de onde seria o barulho, chegou-se à conclusão de que os pendurais se encontravam danificados, mais 1 semana sem carro, mas voltou aparentemente arranjado.
Quando eu pensava que realmente tudo estava bem, logo tive uma surpresa, pois passados uns 3 ou 4 meses desta última intervenção aos ditos pendurais o rádio começou a piscar continuamente não conseguindo utilizar o ecrã tátil do mesmo, voltei mais uma vez ao stand e aproveitei para indicar que a forra do tejadilho estava fazendo um ruido constante
em qualquer tipo de piso, hora de ir buscar a viatura foi -me dito que substituíram o rádio e tinham colado a forra do tejadilho que se encontrava descolada, certo é que realmente o rádio estava resolvido mas o barulho esse continuou, mas como já me sentia mal em ir lá constantemente com a viatura e já me tinha enervado algumas vezes decidi não me chatear mais com essa situação, um dia quando me chateasse com o barulho resolveria o problema por conta própria.
Passado 1 ano e 1 mês de ter esta viatura que, diga-se de passagem, só usufrui dela uns 8/9 meses o resto foi em reparações, decidi mais a minha companheira trocar por um com menos kms e menos anos.
Agora assumo a minha meia culpa, depois de muito procurar optamos por ir novamente à Benecar onde me foi atribuído o vendedor Cládio Madeira, que depois de alguma conversa me conseguiu enrolar com uma viatura igual à que tinha, isto é uma Opel Astra 1.6 cdti, mudava que esta nova viatura era de 2019 “só tinha 2 anos” e tinha muitos menos kms “38.000”, aceitei o negócio sem ver a viatura visto que a mesma se encontrava emprestada à RTP, mas o vendedor garantiu que estaria em boas condições.
Passados 10 dias fui levantar a mesma e claro naquele momento do levantamento não reparei em nada de anormal na mesma, visto que as viaturas são entregues num pavilhão e não com luz natural. Muito me enganei mais uma vez então:
- Volante bastante danificado para os km da mesma só lhe tinham passado uma graxa a disfarçar que não reparei no momento do levantamento;
- Antena não estava bem colocada;
- A pintura continha alguns escorridos e bolhas;
- A mala elétrica não abria em condições;
- Vidro do condutor continha pulverização e estava riscado;
- Sensores de estacionamento desligavam – se em andamento, sendo necessário ir ao menu desligar e voltar a ligar para funcionar, mas passado uns kms voltava a acontecer;
- O lip do para – choques dianteiro não vinha inserido;
- O capô por dentro vinha cheio de salpicos de lama.
Fui levantar o carro numa quinta e na segunda seguinte fui novamente à Benecar já pelos cabelos e pedi para falar com responsável, sendo inadmissível uma casa daqueles entregar um carro naquelas condições, nisto apareceu um rapaz de seu no nome Eduardo que se dizia responsável daquela área.
Ainda no stand apareceu o vendedor do carro a tentar acalmar a situação, resolveu-se então o carro ficar lá onde eu até insisti para resolverem com calma que tinham tempo e quando realmente estivesse pronto iria buscar o mesmo, nesta operação o Sr. Eduardo ficou responsável ele próprio por garantir que a situação viria resolvida.
Passado 3 semanas chegou a hora de ir buscar o carro, quem veio entregar o mesmo foi o Sr. Eduardo dito responsável pelo Departamento pós-venda, então o que fizeram? Perguntei eu.
O volante foi estufado de novo, a antena colocada corretamente, onde continha escorridos foi repintado, o vidro do condutor substituído, o lip afinal estava lá só que alguém se tinha esquecido de o colocar “ainda bem que não era nada de essencial” e o problema dos sensores era um erro de configuração que eles reconfiguraram e segundo o responsável estaria resolvido.
Na altura pareceu tudo em condições, ainda que a porta do condutor e o vidro vinham cheios de gordura e sujo de terra, situação essa que reportei ao responsável do pós-venda, mas acabei por trazer o carro e limpar aquela porcaria em casa.
Quando tudo finalmente se parecia encaminhado eis que subitamente o problema dos sensores voltou a aparecer, o modo automático do rádio noite/dia isto é estar mais escuro ou mais claro consoante as luzes do carro estarem desligadas ou ligadas não funciona e espantem-se quando começou a fazer o mesmo barulho do tejadilho que o outro carro fazia “talvez por já andarem a mexer de mais, não sei”.
Então agora passados 3 dias de ter estado lá 3 semanas tenho de o ir entregar novamente, e nisto mais uma viagem à Benecar e mais uns dias sem o carro que, diga-se de passagem, foi pago a pronto pagamento e faz imensa falta, para deslocações que terei de fazer para longe.
Ainda de realçar que nestas andanças e discussões já me sinto envergonhado de ir reclamar os meus direitos visto que alguns colaboradores já respondem de forma arrogante, tanto pessoalmente como via telemóvel “como se tivessem razão” e também o facto que nunca nenhum membro da administração desta empresa se ter prontificado a vir tentar resolver o problema em nenhuma das vezes, isto para não falar das deslocações à Benecar onde perco tempo, combustível, dinheiro enfim, de salientar que em todas as intervenções foi-me atribuída uma viatura de cortesia, menos nesta última porque recusei, comprei uma Opel Astra não comprei nenhum dos carros que emprestam que nem as mesmas características do meu têem.
21 out 2021
Benecar – Cidade do Automóvel adicionou uma resposta

Exmo. Sr. Tiago Pedro

Agradecemos desde já a reclamação que colocou, mostrando o seu desagrado com os nossos serviços.

Lamentamos todas as situações pelas quais passou com ambas as viaturas que nos adquiriu.

Tal como falado consigo em reunião, a Benecar não se revê nesta forma de trabalhar e tenta da melhor maneira possível apoiar os nossos clientes em todas as situações, sejam elas boas ou más.

Nesta situação, estamos do vosso lado, apoiando-vos, de forma a que se sintam seguros e não saiam daqui com o sentimento de abandono.

O facto de ter sido rapidamente contactado, para que pudéssemos reunir de forma a resolver a situação, demonstra a nossa preocupação com os clientes.

Foram-lhe apresentadas 3 soluções:
- Devolução da viatura e reembolso do valor da compra;
- Resolução efetiva das questões ligadas ao serviço prestado pela nossa oficina no que toca a preparação da mesma para entrega , salvaguardando o envio à marca para resoluções de questões técnicas como é o caso dos sensores e câmara traseira, sendo que neste ponto foi salvaguardado a possível repetição dos mesmos;
- Troca desta viatura por outra do mesmo valor.

Não sendo uma decisão fácil, nem tomada de ânimo leve, damos-lhe o tempo necessário para analisarem e decidirem o que será melhor para vós.

Também iremos, internamente, verificar o porquê de todas estas situações terem ocorrido, de forma a se poder reformular e melhorar a qualidade dos nossos serviços.

Qualquer dúvida ou questão, estaremos inteiramente ao vosso dispor.

Com os melhores cumprimentos,
Benecar Automóveis Sa

21 out 2021
Benecar – Cidade do Automóvel alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada resolvida pela marca, e aceite pelo utilizador

Comentários (0)