Câmara Municipal de Estremoz

Câmara Municipal de Estremoz

@camara-municipal-de-estremoz
Ranking na categoria
Partilhar esta página

Câmara Municipal de Estremoz - Rua que não tem sinal de trânsito de via sem saída - Origina avarias em automóveis

Sem resolução
11580617
824
José Branco apresentou a reclamação

No passado dia 11/07/2017, cerca da 17:00 horas, aquando vinha de um serviço que fui prestar para o Tribunal Judicial de Portalegre com a montagem da Sala de Audiências para um Mega Julgamento que se realizou no Auditório da Câmara Municipal de Portalegre, fui na vinda a Estremoz para tentar visitar a minha irmã que trabalha no Lar do Convento da Nossa Senhora da Consolação em Estremoz e o meu sobrinho que se encontrava no colégio dessa mesma instituição. Por contacto telefónico a minha irmã esclareceu-me de que poderia ir ter à parte da frente do colégio que fica por detrás do Lar da Nossa Senhora da Consolação na rua de cima.
Passei na parte da frente desse Lar que se situa na Rua Magalhães de Lima, depois subi a Rua Alexandre Herculano e, desconhecendo qual a rua onde teria de virar à esquerda para ir dar ao portão do referido colégio, entrei numa rua denominada "Rua de Trás da Rua Alexandre Herculano". Nessa sobe-se apenas um pouco e, em seguida, é sempre a descer durante cerca de 200 metros, sendo bastante estreita e torta.
Quando já me encontrava quase no final desta é que uma senhora idosa me referiu de que não deveria ir por ali porque aquela não tinha qualquer saída e terminava numas escadas. Foi, então, que vi que teria de voltar para trás. Tentei-me lembra-me se existia algum sinal de trânsito de via sem saída ao entrar na mesma, mas tinha quase a certeza de que não tinha ali visualizado nenhum, quer à entrada mais abaixo quando se vira à esquerda, quer mais acima quando se começa a descer essa rua.
Com um esforço enorme vim recuando em marcha atrás com o meu veículo automóvel (que uso em serviço do Estado), desde quase do final da rua até à parte mais alta. A manobra foi de tal forma excepcional que tive de avançar e recuar para poder ir para cima, cerca de umas vinte vezes ou mais, para não roçar nem embater nas paredes da rua torta. Como essa é muito íngreme, tive quase sempre de estar em ponto de embraiagem para a conseguir subir na sua totalidade.
Quando cheguei à parte mais alta e devido ao enorme esforço que foi empregue no veículo automóvel, acabou por se queimar a embraiagem.
Com o aquecimento desta, partiu-se um pequeno apoio de borracha na parte de cima da refrigeração que originou que fosse partida também uam das pás da hélice de plástico do radiador.
O meu veículo tem mais ou menos 124.000 Km, quando as embraiagens desgastam-se nestes, numa altura posterior, sempre para cima dos 200.000 Km.
Caso, essa rua estivesse devidamente sinalizada, eu com certeza não teria entrado nela, nem teria acontecido a avaria que que veio a acontecer.


Esta reclamação tem um anexo privado
27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)