Câmara Municipal de Lisboa

Município de Lisboa

Câmara Municipal de Lisboa

Câmara Municipal de Lisboa

Categoria
Câmaras Municipais

Sobre

Participe as ocorrências em espaços verdes e espaços públicos, habitação e equipamentos municipais que necessitem da intervenção da CM Lisboa/Juntas de Freguesia, em naminharualx.cm-lisboa.pt


Telefone: 808 20 32 32

Morada
Campo Grande nº 25 Lisboa

Website
http://www.cm-lisboa.pt/

Recomenda esta marca?

60
76

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

Câmara Municipal de Lisboa - Actuação ineficaz da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior

Em tratamento
28131919
115
0 gostos
Hugo apresentou a reclamação

Frente ao nº 56 da Rua João do Outeiro em Lisboa (na Mouraria) existe uma belíssima e frondosa árvore. Árvore essa que fornece uma ótima sombra para o bistro "Jasmim da Mouraria", igualmente no mesmo prédio. O problema é que a árvore cresce exponencialmente de ano para ano e está neste momento a engolir o prédio (entrando pelas janelas das residências) e pondo em perigo o seu telhado. Inclusive o vento já fez com que um dos ramos da árvore derrubasse uma telha (que caiu na rua, felizmente sem atingir ninguém). Isto é perigosíssimo, já que falamos de prédios de 4 andares em rua exclusivamente pedonal, onde todos os dias passam dezenas de pessoas (entre os quais inúmeros turistas). Uma telha vinda daquela altura pode, seguramente, matar alguém.

Através da aplicação "NaMinhaRuaLx" foi solicitada uma poda à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, tendo a resposta (que demorou sensivelmente 1 ano a chegar) sido:

"Incumbe-me a Sra. Engª. dos espaços verdes de informar que as árvores do Largo do João do Outeiro foram podadas no Inverno de 217. Da avaliação visual efectuada não aparentam risco de queda. Considerando a data da última intervenção de poda em árvores adultas nesse largo, os serviços da junta apenas têm contemplada nova intervenção técnica para 2020."

Tal resposta denota:

1) Uma total incompreensão pelo pedido feito, já que o perigo alertado não era para a queda da árvore mas sim de telhas do prédio que a árvore está a engolir;
2) Uma total negligência pelo referido (e alertado) perigo de queda de telhas numa rua que é exclusivamente pedonal, ou seja, não há zelo pela segurança dos transeuntes (dos quais uma significativa percentagem é de turistas);
3) Uma total displicência quanto às preocupações dos munícipes, já que entretanto enviei outros e-mails à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior (continuando a sinalizar e a alertar para a situação), tendo a(s) resposta(s) sido nula(s).

Tal situação não me deixa outra solução que não seja reclamar sobre a ineficaz (e quiçá "autista") atuação da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior. Péssimo funcionamento!

(E a situação continua inalterada.)

13 Mai2019
Câmara Municipal de Lisboa adicionou uma resposta

Exmo. (a) Senhor (a) Hugo,

Recebemos a sua reclamação 28131919, com a data 2019-05-13, a qual nos mereceu a melhor atenção por contribuir para a melhoria da qualidade do serviço prestado pela Câmara Municipal de Lisboa ao Cidadão.

Informamos que após análise, a mesma será encaminhada para o serviço municipal competente.

À sua inteira disposição para qualquer esclarecimento,

Com os melhores cumprimentos,

A Unidade de Sugestões, Elogios e Reclamações da CMLisboa

13 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

Anexo foto dos ramos a avançar pelo telhado.


13 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

Anexo foto da árvore a engolir o prédio.


13 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

Anexo foto da telha desfeita que a árvore já derrubou.


13 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

Anexo foto da árvore a avançar pelo prédio.


13 Mai2019
Câmara Municipal de Lisboa adicionou uma resposta

Exmo. Senhor
Hugo Abelho,

Recebemos a sua reclamação nº 28131919 com a data 2019-05-13, a qual nos mereceu a melhor atenção por contribuir para a melhoria da qualidade do serviço prestado pela Câmara Municipal de Lisboa ao Cidadão.

A mesma, foi registada no nosso serviço com o número CML- 549807-N6Y6, e foi enviada para a unidade orgânica responsável pela matéria em apreço, cujos contactos são:

UO: Junta de Freguesia Santa Maria Maior
Morada:Rua da Madalena, 147, 1100-232 Lisboa
Telefone: 210 416 300
Email: geral@jfsantamariamaior.pt

À sua inteira disposição para qualquer esclarecimento,

Com os melhores cumprimentos,

A Unidade de Sugestões, Elogios e Reclamações da CMLisboa

13 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

Obrigado. Ficarei a aguardar uma resposta. Foram vários os e-mails que já enviei para ambiente.urbano@jfsantamariamaior.pt, aos quais não me responderam. Espero que via Portal da Queixa o resultado seja outro.

17 Mai2019
Hugo adicionou uma resposta

A tudo aquilo que já expus, acrescento que, em dias de vento, os ramos da referida árvore batem contra os vidros da janela da minha sala (com o risco de os partir). O que, a acontecer, significaria não só um gigantesco transtorno material e financeiro para a minha pessoa, bem como o perigo de caírem vidros de uma janela de um 4.º andar numa rua exclusivamente pedonal!

17 Jun2019
Hugo adicionou uma resposta

Exmos. Srs.,

Já se passaram mais de 30 dias desde a apresentação da minha reclamação (via este Portal) e ainda não obtive qualquer resposta por parte da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, nem mesmo uma sinalização de receção da mesma.

De acordo com o Decreto-Lei n.º 135/99, de 22 de Abril (Medidas de Modernização Administrativa), que define os princípios gerais de acção a que devem obedecer os serviços e organismos da Administração Pública na sua actuação face ao cidadão, no seu artigo 39.º (obrigatoriedade de resposta):
1 - Toda a correspondência, designadamente sugestões, críticas ou pedidos de informação cujos autores se identifiquem, dirigida a qualquer serviço será objeto de análise e decisão, devendo ser objeto de resposta com a maior brevidade possível.
2 - Sem prejuízo do disposto na lei, no prazo de 15 dias deve ser dada resposta na qual seja comunicada:
a) A decisão final tomada sobre as questões suscitadas pelo autor da correspondência, quando a sua complexidade e a carga de trabalho do serviço não o impeçam;
b) Informação intercalar sobre o estado em que se encontra a análise da comunicação apresentada; ou
c) A rejeição liminar da comunicação apresentada, quando a lei assim o determine.

A ineficácia desta Junta de Freguesia, que se preocupa mais com turistas que com os seus cidadãos, e que identifico no título desta reclamação, já não é apenas de atuação, mas também de cumprimento legal!

Continuo a aguardar. E a registar estes défices de atuação da vossa parte.

Hugo está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)