Ranking na categoria
Partilhar esta página
Esta é a sua empresa? Clique aqui

CARRIS - Condutor perigoso (comportamento abusivo)

Resolvida
77093822
189
Filipe Monteiro apresentou a reclamação

Venho por este meio reportar que um dos vossos motoristas teve um comportamento perigoso e inaceitável, colocando em risco a vida de várias pessoas inclusive menores. O motorista em questão seguia nos acessos à ponte no sentido Lisboa, dia 01/07 às 20h20 após saída da ponte (autocarro nº 753), com a matrícula 20-VQ-73.

Na bifurcação em que os veículos têm que passar de forma intercalada, no momento em que ia entrar (na minha vez após ter deixado entrar outro automóvel) o condutor do autocarro acelerou e não nos deixou passar, ficando a centímetros de bater. Um comportamento agressivo, sem sentido, desrespeitoso e acima de tudo perigoso.

A situação foi tão grave que naturalmente, vou pedir-vos pff que verifiquem e averiguem porque este tipo de comportamento abusivo é inaceitável. São pessoas que representam uma marca de referência como a Carris e deveriam dar o exemplo.

Vergonhoso e inaceitável o comportamento do motorista.

Esta reclamação tem um anexo privado
04 jul 2022
CARRIS adicionou uma resposta

Bom dia.

Agradecemos o seu e-mail.

Começamos por lamentar a situação que nos relatou.

A CARRIS aposta na formação contínua dos seus motoristas e guarda freios e realiza a monitorização do serviço prestado, com vista a garantir níveis de exigência elevados e responder de forma adequada às necessidades dos nossos clientes.

Comportamentos como o que descreve não se coadunam com o que identificamos como de referência, motivo pelo qual reportaremos esta situação à área de enquadramento indicada para que a mesma possa ser analisada internamente. Todas as ocorrências que nos são enviadas são encaminhadas para análise tendo em vista uma perspetiva de melhoria contínua do serviço prestado.

Não hesite em contactar-nos sempre que julgar necessário.

Cumprimentos,

04 jul 2022
CARRIS alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada resolvida pela marca, e pode ser reaberta pelo utilizador

Comentários (0)