Ranking na categoria
Partilhar esta página
CELEIRO
CELEIRO respondeu à reclamação de Vera Curva
há 1 mês
Resolvida
Nova resposta
CELEIRO

CELEIRO - Suposto teste de intolerâncias alimentares não fiável

Exma. Sra. D. Vera Curva,

Em primeiro lugar, agradecemos o seu contacto.

Lamentamos que a experiência que teve durante a realização do teste de intolerância alimentar na nossa loja não tenha correspondido às suas expectativas.

Antes de mais informamos que o teste de intolerância alimentar PRONUTRI possui marcação CE e é reconhecido pela União Europeia tendo certificação ISO 9001 e ISO 13485. Este equipamento utiliza tecnologia Prognos que provoca um estímulo sobre os terminais nervosos da pele, desencadeando um impulso e uma resposta, chamada de bio ressonância. O teste tem por base a frequência energética/ vibracional de cada alimento, a qual varia de alimento para alimento. No software do equipamento estão já incorporadas as frequências de cerca de 300 alimentos. Assim, através de um processo não invasivo, o equipamento analisa a resposta de bio ressonância, ou seja, o nível de compatibilidade do organismo com os cerca de 300 alimentos, identificando no final as tolerâncias e intolerâncias da pessoa relativamente aos mesmos.

A indicação de qualquer restrição alimentar contida neste relatório não está relacionada com alergias alimentares. O aconselhamento sobre alergias alimentares deve ser feito por um médico. Todos os alimentos conhecidos que lhe causam alergia devem ser continuamente evitados, independentemente do resultado do teste da intolerância alimentar. O resultado contido neste relatório é uma sugestão do que deve evitar, com base no que foi exposto acima e não uma proibição ou obrigatoriedade.

Respondendo às questões que nos refere, informamos que a indicação de 60 minutos para a realização do teste de intolerância alimentar passa por um conjunto de procedimentos entre os quais podemos salientar: 10 a 15 minutos de conversa inicial para compreensão das motivações e queixas dos clientes e explicação do teste e cerca de 15 minutos para realização do teste. Após o diagnóstico segue-se então a impressão do relatório detalhado.

Após termos consultado a Paula Henriques, de forma a melhor conseguirmos esclarecer a situação que nos relata, foi-nos indicado que todos os passos acima mencionados foram cumpridos, tanto para a Sra. D. Vera quanto para o seu filho. Neste caso em concreto, foi-nos indicado ainda que foram efetivamente realizados dois testes e dois diagnósticos separados, bem como impressos os relatórios com cerca de 20 páginas, mais 3 páginas adicionais que resumem o nível de intolerância aos alimentos. Foram ainda aconselhadas e explicadas algumas sugestões que cada um deveria implementar.

Consta ainda que todos os processos de consulta foram sempre acompanhados de explicações e notas manuais no relatório, para o caso de surgirem dúvidas posteriores à consulta.

Relativamente às alterações alimentares aconselhadas, a Paula Henriques confirma que a intolerância ao leite de vaca e ao trigo da Sra. D. Vera eram notórias e altas o que, por si só, justificava todas as queixas apresentadas, tendo sido por isso sugeridas algumas substituições à dieta habitual. A intolerância ao leite de vaca é também bastante comum em crianças e justificava os sintomas relatados pelo filho da Sra. D. Vera. Mais nos foi informado que, em ambos os casos, todas as restantes intolerâncias eram pouco significativas, pois a carne, o peixe, as frutas e os legumes estavam quase todas permitidas e muitas até recomendadas. Adicionalmente, a Paula Henriques indica ter sempre referido que as alterações mais significativas na dieta do filho da Sra. D. Vera seriam os lacticínios e, no caso da Sra. D. Vera, os laticínios e o trigo e que sugeriu inclusivamente que o foco fossem apenas esses 2 grupos alimentares, que iriam melhorar muito as situações de excesso de peso e de edema apresentados.

De acordo com a Paula Henriques, todas as indicações foram dadas em função dos resultados dos testes realizados, nomeadamente a sugestão de algumas bebidas vegetais para substituição do leite de vaca, iogurtes vegetais, etc, bem como pão alternativo. Desta forma, ainda que todas as alterações alimentares sugeridas tenham sido aplicadas, não é clara a ligação e o impacto que a eliminação de leite e, no caso da Sra. D. Vera, do trigo possam ter tido no agravamento do estado de saúde de ambos, como é indicado.

Mais informamos que todos os clientes que pretendam realizar os testes de intolerância nas lojas Celeiro recebem, antes de cada consulta, um documento explicativo dos métodos de realização do teste. Desta forma, asseguramos que o cliente está totalmente informado sobre os procedimentos antes do pagamento e realização das consultas. Confirmamos que este documento foi entregue à Sra. D. Vera que declarou ter lido e compreendido todas as informações prestadas no mesmo.

Esperamos ter ajudado a esclarecer as dúvidas apresentadas e desejamos que o estado de saúde da Sra. D. Vera e do seu filho melhore rapidamente.

Em caso de qualquer outra questão, não hesite em contactar-nos.

Atentamente,
Equipa Celeiro

CELEIRO
CELEIRO respondeu à reclamação de Ana Rodrigues
há 7 meses
Resolvida
Nova resposta
CELEIRO

CELEIRO - Bebida vegetal vendida em más condições

Exma. Sra. D. Ana Catarina Abreu,

Em primeiro lugar, agradecemos o seu contacto.

Os clientes são a razão de ser de qualquer negócio e tem sido com as sugestões e reclamações dos nossos clientes que temos evoluído.

Lastimamos imenso o sucedido, deverão ser casos pontuais, uma vez que não temos reclamações semelhantes.
Agradecemos a amabilidade de efetuar a troca do produto não conforme, na loja Celeiro do C.C. Vasco da Gama, assim que lhe seja possível. Para o efeito, por favor apresente o respetivo talão de compra ou o seu Cartão Cliente Celeiro, se o tiver utilizado na compra em questão.

Em caso de qualquer outra questão, não hesite em contactar-nos.

Atenciosamente,
Equipa Celeiro

Carregar mais