Centro de Saúde de Alvalade

Adm.Reg.de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT)

Centro de Saúde de Alvalade

Centro de Saúde de Alvalade

(39.6%)
Ranking na categoria

Categoria
Centros de Saúde

Telefone: 217816440

Morada
Pavilhão 33 - Parque de Saúde de Lisboa. Av. do Brasil, 53
1749-080 Lisboa

E-mail
geral.alvalade@arslvt.min-saude.pt

Website
http://www.arslvt.min-saude.pt/

Recomenda esta marca?

4
1

Partilhar esta página

Centro de Saúde de Alvalade - Recusa ao atendimento e inscrição

Sem resolução
1189814
5613
0 gostos
Teresa Gaspar apresentou a reclamação

Estou grávida e foi-me prescrita uma baixa por gravidez de alto risco, que me obriga a estar em repouso em casa. Dado que estou a ser seguida num hospital privado a médica passou uma declaração para entregar no médico de família.O problema é que resido em Lisboa, mas o meu médico de familia ( oficial) está numa localidade do Concelho da Covilhã. Deram-me a declaração dia 12 e a baixa começava dia 13. Fui informada no hospital que um qualquer centro de saúde me faria uma consulta a titulo esporádico, tal como previsto na lei.
Dirigi-me ao centro de saúde de Alvalade nesse mesmo dia (12) a fim de resolver o assunto, para poder ir para casa.
Explico a situação à funcionária do atendimento, a qual me diz que não me pode fazer nenhuma consulta esporádica, e que se queria ser atendida tinha de me inscrever.
Referi-lhe que segundo a lei qualquer centro teria de me atender, ainda mais nas circunstâncias em causa. Ela responde friamente que " as leis deste centro de saúde são assim, se que uma consulta inscreva-se" .
Peço então para me inscrever, e a funcionária pede-me uma fatura de água, eletricidade ou gás em meu nome. Digo que essas faturas estão em nome do meu marido, e que em meu nome tenho a fatura do telefone. Por acaso, como recebo as faturas online, tinha um pdf no telefone comigo. Ela diz que não serve, e que tenho de ter ou uma das outras em meu nome ou ir à junta de freguesia pedir um comprovativo de residência.
Neste momento, eu já estava a ficar um bocado exaltada, e chega outra colega, a qual me diz exatamente o mesmo.
Eu pergunto porque é que uma fatura do telefone é menor do que uma edp. Elas dizem novamente que são as regras.
Pergunto se acham humano pedir a uma pessoa com uma gravidez de alto risco que vá a uma junta de freguesia pediu um atestado, só porque existem faturas melhores que as outras, e se acham que me davam um papel qualquer só porque sim, e como ia fazer com uma baixa que tinha de começar no dia seguinte?
( Neste dia eu estava com uma bronquite aguda e claras dificuldades em falar, por isso não estava com muito bom ar)
Ao qual me respondem friamente: " Se não quer entregar nada do que lhe estamos a pedir, se calhar o melhor é ir à Covilhã ao seu médico de familia"
Ao qual digo " Estão a sugerir que faça 300klm para ir pedir um papel? "
Funcionárias : " A decisão é sua, as regras são estas"

Devia ter pedido o livro de reclamações na hora, mas honestamente estava tão doente e exausta que não tive força para mais. Saí de lá a chorar compulsivamente e fui para casa.

Fui atendida " por especial favor" no centro de saúde da alameda. Mas também se recusaram a fazer a inscrição, por causa da fatura do telefone, mas isso é outra história!

Depois consultei a legislação no Portal do Cidadão que diz"
"Reunir os documentos necessários

Os utentes têm de levar consigo o Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão (ou outro documento de identificação) e também um comprovativo da sua morada (por exemplo: um atestado de residência obtido na junta de freguesia, uma fatura dos serviços de abastecimento de água, eletricidade ou TELEFONE, etc.)."

O telefone e o etc... devem estar numa língua que os funcionários do atendimento do centro de saúde não devem entender.

Nunca imaginei que fosse possível tal desumanidade, para não falar nas leis que foram atropeladas, acho mais gritante a postura inclassificável de quem trabalha num local com estas características.

Desde que estou grávida tenho por vezes encontrado o inimaginável no atendimento em serviços deste género.

27 Ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de actividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)