Cubanas Shoes

Ranking na categoria

Categoria
Sapatarias

Telefone: 912 374 516

Morada
Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 31A
Lisboa

E-mail
support@cubanas-shoes.com

Website
http://www.cubanas-shoes.com

Recomenda esta marca?

1
2

Partilhar esta página

Cubanas Shoes - Sandálias de Prateleira

Em tratamento
4978216
1344
0 gostos
Elsa Couceiro apresentou a reclamação

A 16/06/2016 na Made In Saldanha comprei umas sandálias cubanas castanhas e laranjas de plataforma que acentavam muito bem no pé. Simples com uma fivela no tornozelo e duas fitas largas cruzadas que seguravam o pé junto aos dedos.
No dia seguinte usei-as e com menos de 1 hora de utilização verifico que o dedo mindinho do pé passava entre as tiras ficando de fora - desagradável e inestéticos.
Trabalho no Saldanha e por isso desloquei-me à loja no próprio dia 17/06/2016 para mostrar e pedir uma solução.
As senhoras da loja responderam prontamente: isso não é um defeito da sandalia, se quiser podemos levar a sandalia ao sapateiro "aqui em cima" para mover uma das tiras para cima e coze-lãs de forma a que já não aconteça. Não se nota, eles descolam a base e voltam a colocar.
Disse que não aceitava - se estivéssemos a falar de umas sandálias com uma época de uso que ficaram largas e seria uma solução para fazer mais uma época, até aceitava. Com 4 horas de uso é impensável.
Já para não falar que insinuaram várias vezes que só comigo é que isso acontecia - não sei se estavam a querer dizer alguma coisa em relação aos meus dedos dos pés.
Pedi outra solução e lá disseram que podiam enviar para a fábrica para ser analisado. Aceitei e no próprio dia entreguei as sandálias na loja. Pedi que acrescentassem fotos do que acontecia, e disseram que não era necessário - estávamos no final do dia 17/06/2016 com menos de 24 horas sobre a compra.
No dia 23/06/2016 sem qualquer tipo de resposta/ contato fui questionar se havia alguma informação adicional. A resposta obtida foi que era normal porque o prazo de resposta seria de 30 dias. Inaceitável!
Viraram-se para mim e ainda tiveram a ousadia de dizer que me tinham avisado. Jamais pois teria reclamado na hora, e disse-o com muita calma e olhando a assistente bem nos olhos. Pedi o livro de reclamações e registei a situação.
No dia 01/07/2016 recebo um contacto para ir à loja Made In Saldanha onde me devolvem as sandálias com um relatório, datado de 24/06/2016, referindo que, Indeferiam a troca ou devolução de dinheiro pois:
"a cliente pede para colocar a tira da frente 0,5 cm para trás. Depois de análise detalhada ao artigo, que mereceu a nossa melhor atenção, verificou-se que o mesmo não apresenta qualquer defeito de fabrico, pelo que não pode estar ao abrigo da garantia da marca. Devido ao tipo de pedido que é aconselhamos a cliente a dirigir-se a um sapateiro onde o mesmo possa ajustar cada tira a cada pé, presencialmente. Deste modo a Reparacao é feita com uma maior precisão e sem margem de erro. Lamentamos toda esta situação e esperamos continuar a contar com a sua preferência."
Como é possível tamanha deformação da realidade?!
Volto a referir que o meu pé nada tem de diferente dos pés da maioria das pessoas; e apresentam soluções como se fosse um pedido meu.
Reclamei 2ª vez - vossa folha de reclamação 15297970.
Motivo: o vosso relatório de qualidade assenta numa informação errada. Expliquei a situação e exigi uma resposta correcta. Até hoje 23/07/2016 nada.....
Tenho umas sandálias de 100€ sem poderem ser usadas - que decisão de compra mais errada!


26 Jul2016
Cubanas Shoes adicionou uma resposta

Exma. Sra. Elsa Cristina Santos Esteves Couceiro,
Antes de mais, a sua exposição mereceu a nossa melhor atenção e análise.

Segundo indicação do ponto de venda Made In Saldanha, o modelo foi experimentado em loja antes da compra e desta forma existiu conhecimento prévio das especificidades do modelo em causa. No dia seguinte, foi nos reportado que pretendia uma análise a nível das tiras do modelo e assim que chegou ao nosso departamento de qualidade, verificamos que não existia qualquer problema a nível do artigo, mas sim que o modelo não poderia ser adequado para a cliente.
Após esta análise, foi sugerido que se pretendesse realizar alguma alteração no modelo, teria de se deslocar a um sapateiro a título individual, pois este tipo de alterações teria de ser feita com um especialista e com o cliente no local.
A nível de prazos de resposta e de acordo com os procedimentos legais, temos de dar resposta no prazo de 30 dias, como indicado em loja. A conclusão final desta análise foi feita no prazo de 14 dias.
Em conclusão, segundo esta análise e segundo DL84/2008, verificou-se que o mesmo não apresenta qualquer defeito de fabrico, pelo que não pode estar ao abrigo da garantia da marca.

Ao dispor.
Cubanas

27 Jul2016
Elsa adicionou uma resposta

Tinha esperança que fossem capazes de uma melhor resposta.
Continuam infelizmente a dar pareceres sem lerem o que vos é devidamente dirigido.
A vossa resposta é novamente "ao lado".
Não só experimentei as sandalias em loja (o que acredito que todo o consumidor faça), como fiquei à espera que recebecem de outra loja o tamanho que acabei por comprar.
Experimentar um sapato em loja é muito diferente do que andar com ele por um momento. No meu caso bastaram 15 min de caminhada.
Eu gostaria de vos deixar uma simples questão:
Qual seria o meu interesse em levantar uma situação destas ao fim de 2 horas no máximo de utilização das sandalias que escolhi por gosto pessoal, e com muito tempo para reflectir, pois esperei por elas?
A vossa resposta com base nos "procedimentos legais" e "DL ...." revela que estão muito longe de uma Orientação para o Cliente.

Elsa está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)