Ranking na categoria
Partilhar esta página

Meireles - Quebra de vidro do forno com projecao de estilhaços- mf2606x

Sem resolução
62673221
744
0 gostos
António Pereira apresentou a reclamação

Sumario de Factos Ocorridos desde explosão de vidro em 27/06/2021:
· Forno apesar de fora do período de garantia encontrava-se em estado normal de utilização;
· Durante a normal e previsível utilização do forno, poucos segundos após abertura da porta, verificou-se a quebra do vidro interior com projeçao de estilhaços que colocaram em causa a integridade física do utilizador;
· Vidro não sofreu qualquer pancada, nem apresentava sinais de pancadas anteriores que, levassem a prever o sucedido;
· Manual de utilização e garantia do forno é omisso quanto à possibilidade do sucedido;
· Independentemente dos prazos de garantia, é proibido o fornecimento de bens que, em condições de uso normal ou previsível, incluindo a duração, impliquem riscos incompatíveis com a sua utilização, não aceitáveis de acordo com um nível elevado de proteção da saúde e da segurança física das pessoas (Lei nº 24/96, de 31 de Julho – Lei da Defesa do Consumidor);
· Consumidores, para além do direito referido no ponto anterior, têm o direito a informação contratual, assistência após venda, etc. que de acordo com contacto telefónico realizado não foi salvaguardado, tendo o posicionamento da Meireles passado pela venda de vidro e exclusão de responsabilidades.
Face ao exposto acima, agradeço que a Meireles revisite posicionamento adotado que, passe por assumir no mínimo os custos incorridos com a substituição do vidro bem como a substituição dos vidros de todos os fornos do modelo em causa sem custos para utilizadores (modelo MF2606X)
27 jul 2021
Meireles adicionou uma resposta

Boa tarde,

Os vidros aplicados nos nossos produtos são enviados de fornecedores de acordo com a exigência normativa, os fornecedores de vidros enviam relatórios de teste de fragmentação, a Meireles faz um segundo teste de fragmentação a uma amostra de cada entrega de vidros.
O teste de fragmentação é efetuado de acordo com a norma EN30 30-1-1 e os nossos produtos estão certificados de acordo com esta norma.
A exigência da norma em relação a este teste, é precisamente para que em caso de o vidro partir espontaneamente o mesmo fique fragmentado em pequenas partículas de modo a não ser um perigo para quem o utiliza, o vidro fragmentado não corta nem magoa, fica estilhaçado em pequenos fragmentos.
A quebra espontânea do vidro é um fenómeno que pode acontecer, devido a algumas variantes de temperaturas ou de tensões.

Atentamente
Marketing Meireles

10 ago 2021
António Pereira adicionou uma resposta

Boa tarde,
Grato pela resposta mas mais uma vez a Meireles ignorou inteiro da reclamação optando por enviar resposta padrão.
Agradeco que revejam reclamação e resposta a mesma.
Obrigado

11 ago 2021
Meireles adicionou uma resposta

Bom dia,
A sua reclamação foi avaliada e respondida pelo departamento de qualidade, tal como a reclamação que nos apresentou diretamente, naturalmente a resposta é similar.
Atentamente
Marketing Meireles

11 ago 2021
António Pereira adicionou uma resposta

Boa tarde,
Atendendo as competências técnicas únicas do vosso departamento de qualidade agradecia explicação de como e que é possível vidro do forno explodir com projeção de vidros.
Obrigado

12 ago 2021
Meireles adicionou uma resposta

Boa tarde,
O vidro temperado é fabricado a partir do vidro comum que passa por um tratamento térmico especial, designado por têmpera, nesse tratamento são criadas tensões para que uma rachadura externa só se propague se tiver uma força maior do que a força gerada pela tensão do processo de têmpera.
O vidro temperado é conhecido pela sua resistência (até cinco vezes maior que a do vidro comum) e por isso tem menor probabilidade de quebra, mas se acontecer fragmenta-se totalmente em pequenas partículas, sem pontas e com extremidades pouco cortantes, diminuindo o risco de acidentes.
Dada a sua composição e resistência, em grande parte dos casos, quando o vidro sofre um dano, como por exemplo uma pancada, este não se fragmenta no imediato, mas a sua estrutura molecular fica em desequilíbrio e conforme o vidro é exposto a esforços mecânicos, térmicos e ambientais, as microfissuras internas podem surgir ou aumentar e quando ultrapassado o ponto crítico pode ocorrer a quebra do vidro passadas horas ou dias após ser infligido o dano.
Devido à própria natureza do vidro o mesmo pode partir, fragmentar-se devido a tensões, diferenças de temperaturas na superfície do vidro e pancadas, a quebra raramente acontece no imediato.
Esperamos ter esclarecido a sua questão.
Agradecemos o encerramento da reclamação.
Com os melhores cumprimentos,
Marketing Meireles

21 ago 2021
António Pereira adicionou uma resposta

Boa tarde,
Grato pela resposta.Verifico que omitem explicação para o facto de vidro ter quebrado, com efeito de explosão e projeção de estilhaços. Podiam explicar sff?
A resposta que enviam não está de acordo com a situação reportada.
Obrigado

31 ago 2021
António Pereira adicionou uma resposta

Agradecia esclarecimento a última questão colocada. Obrigado

31 ago 2021
Meireles adicionou uma resposta

Bom dia,
A fragmentação em estilhaços é caraterística do vidro temperado, fragmenta-se em pequeno partículas e com extremidades pouco cortantes para evitar precisamente acidentes.
A propagação dos estilhaços deve-se às tensões/temperaturas que o vidro está sujeito ao quebrar-se.
Agradecemos o encerramento da reclamação.
Com os melhores cumprimentos,
Marketing Meireles

09 set 2021
Meireles alterou o estado para Sem resolução
29 out 2021
António Pereira avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Comercializa produtos em que quando componentes apresentam problemas escuda-se em detalhes técnicos sem responder objetivamente a questão e problema efetivamente reportado.

Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)