Gras Savoye NSA

Gras Savoye NSA

Nsa Portugal - Garantia e Assistência Automóvel, SA
Ranking na categoria
  • 243305730
  • Rua Fernão Teles Menezes nº 30 1º 2º - AP. 510 2001-906 Santarém
  • geral@nsa.pt
Partilhar esta página

Gras Savoye NSA - Recusa no cumprimento das obrigações

Resolvida
57940121
610
Ivo Macedo apresentou a reclamação

Exmo(s) Senhor(es),
 
Na compra de uma viatura automóvel de marca Peugeot, modelo 5008, do ano 2014, com apenas 94.901 km, adquiri através do vendedor uma garantia à sociedade “GRAS SAVOYE NSA, SA”, com o cupão de registo nº. 3920 CT, com data de início em 09/02/2021, pelo período de 12 meses.
No passado dia 25 de Março, a viatura supra mencionada, após uma deslocação de lazer acendeu umas luzes com a informação “avaria ESP/ASR com defeito” e de seguida a luz amarela do motor, no painel de instrumentos. O carro começou a perder velocidade e a fazer um barulho diferente do habitual e logo após imobilizei por completo a viatura.
Após ter falado com o vendedor da viatura, que me deu a indicação para falar diretamente com empresa detentora da garantia, da qual me foi prestado o serviço de reboque e a comunicação da avaria para o departamento de apoio técnico. Neste ultimo departamento, foi-me fornecido o nome de duas oficinas com quem trabalham diretamente com esta, nas proximidades da minha área de residência.
Na sequência desse contato foi-me facultado o número de telefone da oficina mais próxima em Estremoz, onde me foi dada a informação, que são representantes da marca Renault e que não possuem maquina/software da marca Peugeot, por esta razão não poderiam efetuar esse serviço.
Voltei novamente a contatar a empresa detentora da garantia, a dar-lhe conhecimento da situação e na qual me foi dada a informação que o cliente pode optar por uma oficina à sua escolha. Onde eu, optei pela oficina da marca Peugeot em Évora, para onde envie a viatura.
Onde efetuaram um diagnostico de uma avaria nos 4 injetores, no valor orçamentado de 1.880 € e da qual dei conhecimento por via e-mail à empresa detentora da garantia. Após a sua análise, fui informado que a garantia não cobria a avaria (doc. nº. 1).
Posteriormente, fui contatado pelo Sr. Domingos colaborador da empresa GRAS SAVOYE NSA, SA., representante da garantia a solicitar que fosse enviada a viatura para uma outra oficina em Évora, com quem têm protocolo.
Em virtude, desta oficina se encontrar a pouco mais de 2 km de distância, da anterior, desloquei-me de prepósito de Estremoz a Évora, para colocar a respetiva viatura nessa oficina. Mas para que fosse libertada da oficina da marca, tive que desembolsar 52,28€ do diagnóstico. (Doc nº. 2)
Na atual oficina onde se encontra a viatura foi emitido um orçamento no valor de 928,40 €, para a reconstrução dos 4 injetores, dos quais a titulo de gesto comercial, segundo a empresa da garantia comparticiparia com o montante de 463,71€ (Doc. nº. 3).

Sendo que a garantia sempre recusou o pagamento integral da reparação da viatura e não tendo outro recurso, fiz pressão com o stand onde a comprei, nomeadamente com reclamações na Deco, Livro de Reclamações e Portal Queixas.
Qual a minha surpresa no dia de hoje, passado 8 dias, privado da utilização do meu carro, sem qualquer informação quer por parte do vendedor, quer por parte da garantia e uma vez que tinha assumido perante a oficina parte do arranjo. Informam-me que a empresa da garantia GRAS SAVOYE NSA, assume o pagamento intregral da oficina.
Obviamente fiquei satisfeito mas senti-me privado dos direitos que a empresa detentora da garantia tinha para comigo e sempre se recusou a fazê-lo.
Dos quais passo a descrever:
- No pagamento efetuado por mim à Peugeot Motorex, SA., no montante de 52,28€, pelo diagnóstico efetuado;
- De acordo com o artigo 16 na aliena d), do contrato de garantia Confort, “A NSA Assistência providenciará um veículo de substituição…. até ao limite total de 150 €”;
- E pelos danos morais e profissionais que me causou. Pois todos os dias tenho que me deslocar de Estremoz/Évora e Évora/Estremoz, para o meu posto de trabalho e fiquei privado durante 8 (oito) dias em fazê-lo. Onde fui forçado a tirar férias.
Mediante todo o exposto, informo V. Exªs. que caso seja necessário intentarei o respetivo procedimento judicial em vista à reposição dos danos morais e dos prejuízos pelos mesmos causados.
 
Com os melhores cumprimentos
Ana Padeiro

Esta reclamação tem um anexo privado
09 abr 2021
Gras Savoye NSA adicionou uma resposta

Antes demais, apresentamos os nossos cordiais cumprimentos esperando que este email a encontre bem de saúde.
No que concerne ao reportado por V.ª Ex.ª, lamentamos se algo não correu dentro do expectável, pois é nosso prepósito desenvolver a nossa atividade com rigor e profissionalismo, mas mais somos a informar que após a receção do vosso descontentamento o mesmo foi alvo da nossa melhor atenção e análise.
Em conformidade com a situação reportada por V.ª Exª somos a informar que de acordo com a cobertura do contrato de garantia em sua posse, os injetores são peças que não estão cobertas ( vide clausula 5ª).
Por se tratar de peças não cobertas foi nosso objetivo indicar uma oficina recomendada para podermos comparticipar comercialmente na reparação, o que fizemos assumindo a totalidade da reparação , mesmo não sendo uma reparação abrangida pelo contrato de garantia.

Importa referir que o contrato de garantia tem um limite por intervenção nas peças cobertas de 1500 Euros ( IVA incluído) , ora o orçamento no concessionário no montante de 2.313 Euros , iria originar um custo a suportar por V.Exa muito elevado.

Não entendemos assim a sua reclamação que evidencia falta de desconhecimento dos órgãos e peças garantidos e dos limites da garantia.

A viatura de substituição é atribuída no caso de reparação coberta pelo contrato de garantia e sob pedido do beneficiário do contrato não temos registo de ter manifestado a necessidade de recorrer a viatura de substituição.

Não obstante, resta-nos solicitar que envie cópia da fatura relativamente ao diagnóstico para procedermos ao reembolso.

Estaremos incondicionalmente disponíveis para qualquer esclarecimento ou apoio necessário.
Sem outro assunto de momento, subscrevemo-nos com elevada estima e consideração

Serviço Apoio Técnico NSA
Gras Savoye NSA

11 abr 2021
Ivo Macedo adicionou uma resposta

Em resposta à vossa exposição, sou a expor o seguinte:
Não sendo possível anexar todos os documentos que demonstrem a posição da GRAS SAVOYE NSA, em como faltam à verdade, transparência nas decisões tomadas e incompetência, conforme se pode verificar através de pequenos trechos retirados da troca de correspondência e que passo a transcreve-los na integral:
“Lamentamos informar que a GRAS SAVOYE NSA não se responsabiliza pelo pagamento da reparação, em respeito às Condições Gerais do Contrato de Garantia. As peças em causa não estão contempladas pelo contrato de garantia NSA conforme poderão confirmar através da garantia na posse do proprietário do veículo. A reparação será da responsabilidade do proprietário da viatura. (Documento dirigido à Peugeot)
Quanto ao valor solicitado pela oficina da marca era de 1.800€ e não os 2.313€, como os senhores fazem referência.
Nunca foi vossa intenção procederem ao pagamento da reparação na oficina da marca, como é bem demonstrativo na vossa posição inicialmente tomada e supra mencionada.
Neste caso em concreto e devido à pouca utilização da viatura, alguém teria que assumir a responsabilidade da sua reparação, ou a sociedade "LUIS BAPTISTA SILVESTRE, REPAR. COM. DE AUT. UNIP., LDª.", ou a representada pela garantia que neste caso é "GRAS SAVOYE NSA". Porque não cabe na cabeça de ninguém, que uma viatura com cerca de um mês meio e pouca utilização, tenha logo os 4 injetores avariados em simultâneo é pura coincidência do destino, nunca poderia ser incutida essa responsabilidade ao cliente.
A "GRAS SAVOYE NSA", omitiu por e simplesmente a palavra injetores do seu contrato, para se salvaguardar a si mesma e prova disso é este caso. Como pode esta sociedade ter manifestado 3 posições no mesmo registo de avaria? Inicialmente na oficina da marca e porque o cliente é livre de escolher onde queira reparar a sua viatura, não assume o pagamento da reparação, na segunda oficina esta indicada pela própria, como "gesto comercial" comparticipa em metade e finalmente após a reparação assume o valor integral, conforme facilmente posso demonstrar, caso seja necessário. As vossa intenções tiveram como sempre o principal objetivo fugir às suas responsabilidades e obrigações como foi o caso de não fornecerem a viatura de substituição. Pois dadas as circunstâncias e da necessidade de me deslocar para o meu posto de trabalho em Évora e da utilização de uma viatura para fazer o trajeto diário entre Estremoz/Évora e Évora Estremoz, desde o inicio foi uma das minhas solicitações e preocupações e na recusa desta por motivo de não cobertura, fui obrigado a retirar férias. Depois faltam à verdade, segundo as vossas palavras "A VIATURA DE SUBSTITUIÇÃO É ATRIBUÍDA NO CASO DE REPARAÇÃO COBERTA PELO CONTRATO DE GARANTIA E SOB PEDIDO DO BENEFICIÁRIO DO CONTRATO NÃO TEMOS REGISTO DE TER MANIFESTADO A NECESSIDADE DE RECORRER A VIATURA DE SUBSTITUIÇÃO". Curiosamente e após análise á frase acima descrita, mencionada na vossa resposta à minha reclamação concluo meus senhores sejam transparentes e claros nas suas pretensões cobre ou não cobre?
A viatura já se encontra reparada e em meu poder a muito custo, após a sociedade "GRAS SAVOYE NSA" ter assumido o pagamento da mesma.
Contudo mantenho a insistência da minha reclamação em virtude de não me ter sido pago qualquer valor, pela privação da utilização da viatura de substituição a que tinha direito, até ao montante de 150€ (conforme valor estipulado no contrato de garantia) e de acordo com o número de dias que foram (8). E o valor pago por mim, na oficina da marca, pelos serviços de diagnóstico na viatura, no valor de 52,28€ (conforme fatura que anexo), que totalizam um valor de 202,28€.
O nib será posteriormente enviado caso seja assumido por esta o pagamento integral de 202,28€.

Mediante todo o exposto, informo V. Exªs. que caso seja necessário intentarei o respetivo procedimento judicial em vista à reposição dos danos morais e dos prejuízos pelos mesmos causados.

Com os melhores cumprimentos
Ana Padeiro


13 abr 2021
Ivo Macedo adicionou uma resposta

Exmºs. Senhores,
Na sequência de um telefonema por parte "GRAS SAVOYE NSA", chegamos a um entendimento que visa ao pagamento, por parte desta, das despesas efetuadas por mim na marca, aquando do diagnostico ao carro, no montante de 52,28 €.
Logo que se concretize o respetivo pagamento, são minhas intenções proceder à desistência da queixa por mim apresentada.

Com os melhores cumprimentos
Ivo Macedo


20 abr 2021
Ivo Macedo alterou o estado para Resolvida
20 abr 2021
Ivo Macedo avaliou a marca

8/10

Sim

Voltaria a fazer negócio?

Reclamação resolvida de forma cordial.

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)