Ranking na categoria
Partilhar esta página

Hi-Media - Serviço não efectuado

Resolvida
3940316
769
pedro apresentou a reclamação

Contratei um serviço de representação. deram-me uma entidade, referência e valor. o pagamento foi efectuado e o serviço não foi.

31 mai 2016
Hipay adicionou uma resposta

Boa tarde Sr. Pedro Pimentel,

Atendendo a que dirigiu a queixa diretamente à Hi-Media Portugal, Lda. teria sido conveniente a indicação da entidade de pagamento, bem como informações mais concretas sobre a situação.

Não obstante, a HPME é uma entidade financeira devidamente licenciada pelo Banco Nacional Belga e pelo Banco de Portugal que gera métodos de pagamento on-line, entre eles, referências multibanco. Estes métodos de pagamento são solicitados pelos diversos parceiros pelo que conseguimos aceder aos dados sobre o beneficiário do pagamento.

A informação associada a cada Referência Multibanco é confidencial, sendo que apenas a podemos fornecer às autoridades judiciais. Deste modo, e antes de mais, deverá ser apresentada queixa contra desconhecidos, informando exatamente o que aconteceu. Após este processo ser-nos-á dirigido um pedido oficial por estas autoridades para que essa informação seja fornecida.

Não temos forma de cancelar o pagamento efetuado, no entanto, poderemos iniciar o procedimento de reembolso. Este procedimento não decorre de nenhuma obrigação legal, é apenas uma liberalidade da HPME de forma a evitar que os lesados esperem pelo fim do processo-crime para se verem ressarcidos por parte do burlão em causa. Para dar início a este procedimento necessitamos dos seguintes documentos:

• Comprovativo de pagamento da/s referência/s multibanco em causa;
• Comprovativo de apresentação de queixa na policia onde conste expressamente a menção à/s Referência/s Multibanco paga. Por experiência de casos anteriores podemos desde já informar que a PSP passa estas declarações no ato da apresentação de queixa sem qualquer impedimento. Basta, no entanto, reforçar junta da PSP a importância da menção às referências multibanco em causa. Caso contrário, não poderemos aceitar como válido o documento apresentado pois esta será a única forma dos nossos parceiros confirmarem que a burla se refere aos métodos de pagamento por si solicitados;
• Cópia do seu documento de identificação;
• Comprovativo de morada;
• Um documento do banco onde conste o seu nome e o seu IBAN de forma a podermos confirmar que o valor será reembolsado efectivamente para a conta da pessoa que apresentou queixa. Para tal reforçamos também a ideia de que não serve um comprovativo de IBAN retirado de uma caixa multibanco uma vez que esse tipo de documento não tem o nome do titular da conta. A título de exemplo, pode ser feito um printscreeen da página do netbanking que tem essa informação, cópia de uma caderneta, cópia de um extracto bancário, etc.

Por fim, notamos que, sem prejuízo da queixa aqui apresentada, não tivemos qualquer contacto direto da sua parte nem telefonicamente nem por e-mail, sendo certo que toda essa informação se encontra disponível através de uma simples pesquisa na Internet.

Deixo aqui o contacto direto de e-mail para o departamento jurídico: juridicoportugal@hi-media.com

Ficamos a aguardar o seu contacto.

Com os melhores cumprimentos,

João Neto Peixe
Departamento Jurídico

03 out 2016
Hipay alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada resolvida pela marca, e aceite pelo utilizador

Comentários (0)