Hospital de Faro

Hospital de Faro

Centro Hospitalar do Algarve, EPE
Ranking na categoria
Partilhar esta página
Esta é a sua empresa? Clique aqui

Hospital de Faro - Negligência obstétrica

Sem resolução
71092322
444
Márcia Dórdio apresentou a reclamação

No passado dia 06-02-2022, dirigi-me as urgências do hospital de faro pois estou grávida de 37 semanas e comecei a perder sangue. Dei entrada por volta das 20:50h, e dirigiram-me ao 5 piso do hospital para ver verificada. Fui chamada pela enfermeira para ser ligada ao CTG e verificar as contrações e os batimentos do bebé. Pelas contrações indicadas no CTG e pelo meu historial clínico a enfermeira que me acompanhou informou-me que estava a entrar em trabalho de parto. Ao desligarem-me da máquina peço para ir a casa de banho e a enfermeira pede para verificar como estava a perda de sangue. Ao ir à casa de banho verifico que não estou a perder sangue e a enfermeira pede para aguardar na sala de espera para ser chamada pela médica e ser observada. Aguardo na sala de espera sensivelmente 30min, (os médicos tinham ido fazer uma cesariana de emergência).
Depois desse tempo sou chama pela dra * (brasileira) que não se quiz identificar mais que o primeiro nome. Ela pergunta porque me dirigi ao hospital e só qual respondo que comecei a perder sangue na tarde. A mesma pergunta se tive relações sexuais, ao qual respondo que sim na noite anterior uma vez ter sido recomendado pelo médico que me assistiu nessa semana relatando que era bom para a dilatação. A dra pede para me deitar na maca para ver o que e se passava. Começa por pegar num bico de pato para ver, mas tudo muito rude e a bruta, de seguida retira e enfia-me os dedos sem avisar nem pedir autorização. Fiquei super nervosa e comecei a tremer e a queixar - me, ao qual a dra diz para que é aquilo. E eu respondo que estou nervosa. Em seguida faz eco na barriga, sempre tudo muito a bruta, e eu questiono se está tudo bem com o bebé. A dra responde - me que está tudo bem e que não estou em trabalho de parto posso me vestir e ir para casa pois com 37 semanas é impossível entrar em trabalho de parto.
Por fim peço lhe a identificação e a mesma do me diz o primeiro nome 3 nem um relatório médico me dá para levar comigo. Eu grávida a perder sangue, venho embora sujeita a que aconteça alguma coisa só bebé. Pergunto, isto será correcto? Está dra agiu corretamente comigo? Estou grávida pela primeira vez nao deveria ser me tudo explicado para não ficar nervosa nem eu nem o bebé? Sofri negligência médica por parte desta senhora!
Sai do 5 piso e pedi o livro de reclamações, está sra não se fica a rir, vou até as ultimas consequências para que mais ninguém sofra nas mãos dela.
21 mar 2022
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)