Imagina - Software Educativo
Imagina - Software Educativo
Performance da Marca
N/A
/100
Sem dados
Sem dados
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Ranking na categoria
Multimédia e Software
1 Shopkit 80.2
2 Grupo PIE 77.2
3 WeoInvoice 56.3
...
Imagina - Software EducativoN/A
Cnotinfor - Centro de Novas Tecnologias da Informação, Lda
  • 239 499 230
    Chamada para a rede fixa nacional
  • Casa de S. Franscisco Estrada de Assafarge, nº 6 3040-718 Castelo Viegas Coimbra
  • info@imagina.pt

Centro de Formação Imagina, Cnotinfor - Retenção de valor indevida

Resolvida
Isabel Vaz
Isabel Vaz apresentou a reclamação
7 de junho 2013

No final do mês de abril, inscrevi-me numa ação de formação acreditada a promover pelo Centro de Formação Imagina da Cnotinfor, Lda, pelo preço, de si já avultado, de 120€ que tive de pagar de imediato, sob pena de não poder frequentar a formação. A data de início agendada era 11 de maio. Contudo a 6 de maio a Empresa alterou a data para 25 de maio, uma vez que não havia formandos suficientes inscritos, no mínimo 15 como a empresa divulgava na sua página. Assim, a empresa pretendia adiar o início da formação de modo a conseguir angariar mais formandos como informaram em mail que enviaram aos já inscritos. A 21 de maio informei telefonicamente a Empresa que teria de desistir pois tinha-me surgido uma situação familiar que me impedia de estar presente naquele sábado. Segundo a página da Empresa, às desistências até 15 dias antes da formação é devolvido o valor total da formação, às desistências até 3 dias devolviam 70€ e retinham 50€, o que já fizeram depois de alguma insistência da minha parte. Contudo, julgo muito injusto e indevido reterem um valor tão elevado, por um serviço do qual não usufruí, em grande parte por culpa da Empresa uma vez que alteraram a data em seu interesse, pois se a mantivessem teria mantido a inscrição na formação. Para todos os efeitos e segundo as condições da Empresa a formação nem deveria estar a decorrer, pois exigiam um mínimo de 15 formandos e não é isso que está a acontecer.

Data de ocorrência: 7 de junho 2013
Imagina - Software Educativo
30 de setembro 2013
Em relação à reclamação feita pela formanda Isabel Maria Marques Vaz no Portal da Queixa, o Centro de Formação Imagina gostaria de apresentar os factos tal como aconteceram em relação à inscrição na Oficina de Formação em que se inscreveu:

Antes do dia 08/05/2013 todos os formandos inscritos na formação foram contactados no sentido de questionar se havia algum impedimento caso a data fosse alterada para 25 de maio.
Todos os formandos, inclusive a formanda Isabel Maria Marques Vaz, assentiram que não havia qualquer impedimento. Assim, uma vez que todos os formandos estavam de acordo, o Centro de Formação Imagina alterou a data da 1.ª sessão presencial da formação.
No dia 08/05/2013 todos os formandos receberam um email com o seguinte teor:
“Cara Isabel,
Após termos auscultado a opinião dos colegas inscritos sobre a possibilidade de adiar a Oficina de Formação para outra data no sentido de poderem participar mais formandos ficou combinado que a 1.ª sessão irá decorrer no dia 25 de maio, no horário das 09:30h às 18:00h no mesmo local e não no dia 11, como estava inicialmente previsto. A segunda data mantém-se.”

Desse modo, não corresponde à verdade a frase da formanda Isabel Maria Marques Vaz “Contudo a 6 de maio a Empresa alterou a data para 25 de maio”, uma vez que não se tratou de alterar datas sem auscultar ninguém, nem em benefício próprio, mas de um procedimento em que todos estiveram de acordo e assentiram. De facto, não houve da parte da formanda Isabel Maria Marques Vaz qualquer indício de que não poderia frequentar a formação com a alteração de data. Caso houvesse a data não teria sido alterada.
Mais tarde, já no dia 20/05/2013 foi enviado um email a todos os formandos inscritos com as informações gerais e os procedimentos para instalação do software Aventuras 2 e inVento 2. Isto é, todos os formandos receberam os links e os números de série para procederem à instalação dos softwares nos seus computadores pessoais, software esse necessário para a realização da formação.

No dia 21/05/2013, a formanda Isabel Maria Marques Vaz contactou telefonicamente o Centro de Formação Imagina a manisfestar a intenção de desistir da oficina e ser ressarcida monetariamente.
Foi-lhe dito que iríamos analisar a situação e referimos que na página da Internet do Centro de Formação Imagina estaria toda a informação sobre as situações e prazos de desistência. Essa informação poderá ser consultada diretamente na página da própria oficina de formação disponível em:
* PROIBIDO *://formacao.cnotinfor.pt/exploracao-de-software-educativo-aventuras-2-e-invento-oficina.
Assim, a política de devolução do Centro de Formação Imagina é a seguinte (e está claramente descrita em todos os cursos organizados):
desistência até 15 dias antes => devolução da totalidade
desistência até 3 dias antes => ficam retidos 50€ e devolve-se a diferença para o que a pessoa pagou
desistência após os 3 dias ou durante o curso => não há devolução

No dia, 22/05/2013 a formanda Isabel Maria Marques Vaz contactou por email a referir que aguardava uma resposta da nossa parte.
No dia 23/05/2013 enviámos à formanda um email a referir que “Estivemos a analisar o procedimento normativo e o que julgamos adequado é a devolução de 70,00 Eur uma vez que ficam retidos pela Imagina 50,00 Eur. Assim, solicitamos que nos reencaminhe o seu NIB para que possamos fazer a devolução desse valor.”

No dia 24/05/2013 após termos rececionado um email com informações que não correspondem à realidade (uma vez que se referia novamente à alteração da data) o assunto foi remetido para a direção da empresa.
No dia 29/05/2013, a direção da empresa informou a formanda Isabel Maria Marques Vaz que “As regras do Centro de Formação Imagina estão bastante claras para situações de desistência, conforme pode ser consultado na página da oficina em se inscreveu.” Nesse email foi solicitado novamente o NIB da formanda para fazermos a devolução dos 70 euros.
Uns dias depois a formanda forneceu o seu NIB e o Centro de formação Imagina devolveu os 70 euros a que a formanda tinha o direito de ser ressarcida.

Gostaríamos ainda de salientar que o Centro de Formação Imagina sempre agiu de boa-fé e nunca colocou em causa a devolução do montante, muito pelo contrário, o Centro de Formação Imagina em todos os emails solicitou o NIB para ser feita a devolução do montante a que a formanda teria direito.

Em relação à formanda, é com tristeza que registamos esta reclamação uma vez que a mesma omitiu factos graves em seu benefício que não correspondem de todo à verdade.

Estamos disponíveis para quaisquer esclarecimentos que julguem ser necessários.

Atenciosamente,
Isabel Vaz
2 de outubro 2013
É de facto lamentável que para limpar o seu nome deste tipo de situações desagradáveis e pouco promotoras da sua imagem, a Imagina -Cnotinfor venha por em causa a veracidade das declarações prestadas. Se há coisa que NÃO fiz na minha exposição inicial, foi mentir.
De facto, os mails transcritos correspondem à realidade mas depois faltam os contactos telefónicos estabelecidos entre a entidade e as pessoas dinamizadoras da formação (dos quais claro que não tenho provas), onde a verdade foi que a Imagina propôs o adiamento do início da formação para tentar angariar mais formandos, dada a pouca adesão à formação, obviamente pelo avultado preço que praticam. É também verdade que inicialmente não me opus à mudança de calendarização, apesar de tentarem passar a ideia do contrário, mas a vida é feita de imprevistos, que foi o que me aconteceu e a entidade deveria ter um pouco mais de sensibilidade com esse tipo de questões, ao invés de olhar apenas ao seu lucro. Deveria igualmente, ser mais flexível com os formandos a nível de pagamentos, que na sua maioria são professores e que atualmente, como é do conhecimento geral, praticamente pagam para trabalhar.
Aqui deixo a minha indignação perante a cobrança de 50€ por um serviço do qual não usufruí, apenas porque não desisti no prazo que a Entidade impôs. Se porventura, se referem ao mail com os links e códigos para aceder ao software educativo que comercializam, como meio de justificar o valor retido, tal não é minimamente aceitável, pois para além de nunca os ter usado (dado ainda me restar alguma dignidade e honestidade, embora a minha palavra valha o que vale), mesmo que pretende-se usá-los não teria conseguido, pois para o fazer, soube pelas restantes colegas formandas que lhes foi necessário efetuar vários telefonemas para a entidade e seguir vários passos até o conseguirem, para além de que, e como vem também expresso no mail, essa utilização estava limitada a um determinado número de horas, correspondente à duração da formação, como é óbvio para levar as pessoas a comprarem o software caso pretendessem continuar a utilizá-lo.
Em suma, e após cerca de 4 meses a aguardar resposta à minha exposição neste portal, reclamo novamente os 50€ que me retiveram e que considero uma exorbitância, condescendendo contudo que quando muito poderiam reter um valor bastante mais inferior (por exemplo 5% ou 10% do valor total), de caráter simbólico e apenas a título de algum prejuízo causado, o que não foi o caso, pois com a minha participação ou não, desenvolveram a formação de igual forma. Mais ainda, a forma implacável e pouco séria como trabalham.
Deveriam no mínimo rever as condições de pagamento e de desistência que praticam, para situações como esta não voltarem a acontecer a outras pessoas pois como diz o ditado popular: "a vida custa a todos" e cobrar quase metade do preço de um serviço do qual o cliente acabou por não usufruir, por situações que infelizmente podem acontecer a todos nós, não me parece a melhor forma de obter sucesso e lucro.
Esta reclamação foi considerada resolvida
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.