IVS - Inspecções Técnicas de Veículos do Sul
IVS - Inspecções Técnicas de Veículos do Sul
Performance da Marca
N/A
/100
Sem dados
Sem dados
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Ranking na categoria
Inspeção Automóvel
3 TAVFER 24.4
...
IVS - Inspecções Técnicas de Veículos do SulN/A
Ivs - Inspecções Técnicas de Veículos do Sul Lda
  • 212550618
    Chamada para a rede fixa nacional
  • Estrada Nacional 10 (Av. 25 de Abril), Santa Marta, Corroios
    2845-547 Amora
  • geral@ivs.com.pt
Esta é a sua empresa? Clique aqui

IVS - Inspecções Técnicas de Veículos do Sul - Pedido de indemnização por danos causados numa queda

Resolvida
1/10
Americo Gomes
Americo Gomes apresentou a reclamação
21 de março 2020
No dia 21 de Dezembro de 2019, cerca das 10H00, desloquei-me ao Centro IVS-Inspeções Técnicas Veículos do Sul Lda, sito na Estrada Nacional 10 – Muxito – Santa Marta 2845-547 – Amora/Seixal, afim de ali fazer a inspecção do veiculo.
Cerca das 11H00, fui chamado para a linha 3 pela inspectora entretanto recebi uma chamada para o meu telemóvel, a qual atendi mas, de imediato a referida inspectora chamou-me e, quando iniciei a marcha para me deslocar junto dela, no primeiro passo que dei, acabei por escorregar, caindo ao solo com a minha parte direita do corpo, ao mesmo tempo que o meu telemóvel me saiu das mãos , devido ao impacto da queda, indo acabar por ficar a cerca de 3/4 metros do local da queda.
De imediato surgiu um senhor de nome (*), que assistiu ao meu impacto no solo e me ajudou, inclusive tendo apanhando depois o meu telemóvel e me entregue.
De imediato dei conhecimento ao Chefe responsável pelo respectivo centro, Sr. (**), do que se havia passado, inclusive o senhor que me ajudou (*) também confirmou ao Sr. (**), o que se havia passado, tendo de imediato o Srº (**) questionado se necessitaria de ter assistência medica que, caso fosse necessário, chamaria uma ambulância, tendo eu, de imediato lhe respondendo que aparentemente tinha dores mas, não eram muito intensas e se fosse caso de piorarem eu, tomaria depois iniciativa de me deslocar aos serviços médicos, contudo informei-o e mostrei-lhe o meu telemóvel, da maneira como ficou danificado/partido, impossibilitado de trabalhar e que tinha sido informado por inspectores que ali trabalham que, o centro de inspecções tem seguros para estes acidentes, o qual me disse que desconhecia mas, ficou com os meus dados e com os dados da pessoa que me ajudou (*), inclusive com o seu contacto do telemóvel e, que na segunda feira iria tentar saber como se procedia em relação ao seguro.
Cerca das 13H00, comecei a ter fortes dores no ombro/braço, na anca e joelho, tudo lado direito, com mais intensidade e tomei um comprimido para as dores, como não havia maneira de acalmar, desloquei-me ao Hospital CUF, sito no Monte de Caparica, onde ali dei entrada pelas 15H10.
Fui ali observado por um clínico, foram efectuados exames radiológicos e segundo o medico, não haverá nada partido, apenas partes inflamadas devidas a queda, no que resultam as dores, fui medicado e aconselhado a por gelo várias vezes ao dia.
Uma vez que no referido Hospital, no momento não tinha nenhum especialista de Ortopedia e, se, entretanto, as dores não passarem, terei que consultar um especialista.
A Firma IVS ou a sua seguradora, terá que suportar, pelo menos para já, 21.15€ recibo pago por mim no hospital, cuja copia se junta e, 284.98, referente ao pagamento do telemóvel danificado, conforme copia da factura do respectivo equipamento, que se junta.
Dado o estado em que ficou o meu telemóvel e, assim como a necessidade que tenho em estar sempre contactável, cerca das 20H00 do mesmo dia procedi a compra de um outro equipamento, pois estávamos em fim de semana, aproxima-se a quadra natalícia e de toda a certeza que tão breve não iria ter telemóvel, contudo o equipamento danificado será entregue, caso se chegue a um acordo amigável, a parte indemnizadora.
Julgo que tenho o devido direito a ser compensado por todos os danos por mim sofridos, bem como indemnizado pelo custo do meu telemóvel, dado que:
Encontrava-me em local apropriado e autorizado ao condutor do veículo a ser inspeccionado.
Na altura não verifiquei qualquer sinalização de piso escorrega, embora depois fosse chamado a atenção de um sinal de piso escorregadio, embora de dimensões reduzidas e muito mal colocado, a lei prevê a imposição do sinal mas, em local bem visível, o que na altura não aconteceu, porque estava á minha retaguarda e encostado a um PIN de sinalização.
O piso a altura e devido a chuva que caía, estava muito escorregadio, fatos estes verificados pela testemunha.
A muito custo cerca de dois meses depois foi participado, mas logo de imediato a companhia de seguros diz que o chão não se encontra na clausula do contrato, esta afirmação não me foi dada pela decisão do seguro, soube depois no centro que o mesmo tinha sido informado desta informação, a carta que envio em anexo apenas diz ( Comunicação da não Assunção de responsabilidade).
Pedia então a vossa intervenção também no sentido de contarem a entidade responsável do mencionado centro de inspecções.
Obrigado sempre ao vosso dispor
Esta reclamação tem um anexo privado
Data de ocorrência: 21 de março 2020
Americo Gomes
Americo Gomes avaliou a marca
26 de dezembro 2020

mncgn

Esta reclamação foi considerada resolvida
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.