Performance da Marca
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Taxa de Resposta
33,3%
Tempo Médio de Resposta
0%
Taxa de Solução
33,3%
Média das Avaliações
36,7%
Taxa de Retenção de Clientes
33,3%
Ranking na categoria
1 Caixiave 81.8
...
JanelaPVC.pt28.8
Competência & Honestidade - Unipessoal Lda

JanelaPVC.pt - Caixilharias montadas com danos, diferente do solicitado e outros

Aguarda resposta
Raquel Martins
Raquel Martins apresentou a reclamação
28 de novembro 2022
Nota: a empresa JanelaPVC.pt agora chama-se Aluiberplast - PVC- Lda e não Competência e Honestidade Unipessoal.

Esta empresa, de trato arrogante, só tem interesse em vender, não assume erros.
Para além da demora no fabrico do encomendado (4 janelas + estores + soleiras - recomendadas, orçamentadas e medidas no local pela empresa); 1 porta de entrada (enviada foto da porta pretendida); 1 porta de acesso às traseiras da casa + 1 postigo), após diversas revisões ao orçamento, quer antes, quer após confirmação das medidas por parte da empresa no local da instalação, no final de contas, o que instalaram foi numa 1a fase 1 porta de entrada (diferente do solicitado) sem puxador; 1 janela oscilo-batente a fazer de porta das traseiras e o postigo.
As Janelas e soleiras, não forma instaladas pois os funcionários da empresa, repararam que as soleiras vinham mal, para além de virem na cor errada, vinham curtas, com medida errada.
Após diversas conversações com a empresa, depressa percebemos que a forma de lidar com problemas/erros de fabrico, orçamentação, etc, é nulo, a culpa é sempre do cliente, ou seja no meio de tantas revisões de orçamento, eu cliente, deveria ter visto que se tinham enganado, e alterado a porta das traseiras que lhe chamavam de P2 (P de porta), para uma janela P2 oscilo-batente com um aro de 70 mm a toda a volta, e ao nível dos pés. Ou seja não posso entrar em casa por essa porta pois como é janela, não tem sequer puxador e/ou fechadura do lado exterior.
No entanto, a resposta da empresa é, tem o que adjudicou.
Quanto à porta da frente, optei por ignorar pois era o menor dos problemas, embora tivesse reclamado.
Quanto às soleiras, propostas pela empresa como solução para as minhas janelas foi: no orçamento está explicito que as soleiras tinham este tamanho. Não há maior. Tem aquilo que adjudicou.
Para além destes problemas detetei danos quer na porta quer na porta/janela, quer problemas nos estores, que foram simplesmente ignorados.
No final do dia, depois de tudo montado, segundo eles, às 21:00 exigiram o pagamento da montagem que só deve ser pago após verificação do material e montagem, e se estiver tudo bem. Acontece que não está. Claro que não paguei, enquanto não corrigissem.
Como continuavam a dizer que a obra estava concluida, disseram que chamariam as autoridades, como forme de intimidação.
Disse-lhes então para o fazerem.
A polícia chegou, verificou a veracidade do que dizia, fez o auto e saiu.
Enviei 2 mails a solicitar a resolução destes pontos. Nada fizeram, simplesmente deram 5 dias para pagar, ou então iam para contencioso.
Pois então, estou a fazer o mesmo, a reclamar em todas as plataformas oficiais e não oficiais e dar seguimento legal não havendo alternativa.

Passo de forma cronológica, a retratar este longo episódio, nomeadamente:
• 17/05 – Pedido de orçamento, para porta entrada, 4 janelas com estores, porta traseiras + postigo
• 18/05 – Envio de orçamento (orç.9551 - €3.289,29 / orç.9551E - €507,47)
• …….vários envios de cotação, soleiras, tipo de vidros, puxador, etc
• 01/06 – Visita do técnico para retificar medidas e disponibilizar amostras do material
• 08/06 – Adjudicação dos orçamentos (orç.9551 - €3.706,63 / orç.9551E - €507,47)
• 09/06 – Transferência efetuada de 50% do valor dos produtos (1.599,77€)
• 14/06 – Envio de orçamento retificativo após escolha do fabricante de vidros mediante as opções dadas (orç.9551 - €3.711,04 / orç.9551E - €507,47)
• 14/06 – Confirmação das alterações ao fabricante de vidros
• 15/06 – Confirmação de que o prazo de mantém (25 a 30 dias úteis)
• 07/07 – Solicitado ponto de situação
• 07/07 – Informação de que o material chegaria na última semana de Julho
• 11/07 – Pedido de data de montagem
• 11/07 – Confirmação de que a montagem seria apenas efetuada em Agosto
• 29/07 – Pedido ponto de situação
• 02/08 – Pedido ponto de situação
• 08/08 – Pedido de pagamento antes da montagem
• 08/08 – Agendamento unilateral de montagem sem confirmação do cliente
• 06/09 – Desagrado demonstrado pela falta de comunicação para agendamento da montagem
• 13/09 – Agendamento para a semana de 26 a 30 Setembro (Dia 28 e seguinte caso necessário)
• 26/09 – Pedido de pagamento antes da montagem
• 27/09 – Transferência efetuada dos restantes 50% do valor dos produtos (1.604,16€)
• 28/09 – Dia da montagem – instalada porta da frente sem puxador, janela da cozinha e a dita “porta/janela” sem acesso pelo exterior e com aro de 70mm. Informaram-nos que as Soleiras eram de cor errada (erro do fornecedor) e desadequadas à sua função, e que por isso não iriam montar as janelas nem estores; 28/09 - comunicado o erro na porta da cozinha e o desagrado na porta da frente.
• 07/10 – Indicada uma eventual solução (nossa) para a montagem das janelas dada a inércia do fornecedor, pedido de troca de puxador da porta da frente e substituição da porta da cozinha, como foi deveria de ser.
• 16/10 – Nova comunicação ao cuidado da gerência para solução dos problemas indicados
• 19/10 – Resposta indicando a correção do puxador da porta de frente e que na porta da cozinha a mesma tinha sido combinada em obra a sua alteração aquando da visita do técnico, estando a mesma de acordo com orçamentado e confirmado. Total Mentira.
Informam também que de acordo com o orçamento, está explicito que são soleiras de 90, indicando que não há solução para as mesmas, ou seja a solução apresentada por eles não serve para a sua função mas como o cliente aceitou/adjudicou, tem que arcar com as consequências.
• 20/10 – Nova comunicação ao cuidado da gerência, refutando as falsidades indicadas pelos colaboradores
• 26/10 – Indicada data de montagem das janelas entre 31 Outubro e 4 de Novembro
• 27/10 – Indicada nova data para 8 de Novembro com plano de trabalhos de apenas a instalação de 4 janelas e o puxador, omitindo os restantes pendentes.
• 08/11 - Data de montagem das janelas com as soleiras corretas e o puxador.
• 08/11 – Contacto efetuado para resolver os assuntos pendentes, e numa tentativa de acabar a bem foi pedida cotação de uma nova porta para a cozinha nos moldes que foi solicitado cotação e que deveria ser, esperando nós uma solução de consenso.
• 08/11 – Apresentadas duas soluções por email de nova porta (de diferente modelo ao solicitado/adjudicado), sem quaisquer desconto comercial apenas indicando que a montagem seria grátis.
• 08/11 – Recusa em efetuar o pagamento até serem corrigidas as anomalias descritas ao longo do processo, nomeadamente a devolução do valor pago pelas soleiras que não fazem a sua função e a troca da porta por uma verdadeira porta, conforme encomendado.
• 08/11 – Solicitada pela empresa como forma de intimidação a comparência das autoridades devido à recusa de pagamento da montagem
• 08/11 – Indicada às autoridades que não existe recusa de pagamento, apenas a obra não se encontra concluída, como constataram.
• 09/11 – Novo pedido para regularizar o valor em falta de montagem pois consideraram a mesma como terminada.
Data de ocorrência: 28 de novembro 2022
Raquel Martins
Raquel Martins está a aguardar resposta da marca
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.