Lime

Recomenda esta marca?

1
1

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

Lime - Acidente e fuga. Trotinetes sem seguro na estrada

Aguarda resposta
27079819
1447
0 gostos
SandraPest apresentou a reclamação

Hoje, por volta das 20h30, na Avenida António Augusto Aguiar, estava eu parada num semáforo, uma trotinete vem em contra-mao, na minha via e decide passar entre o meu veiculo parado e a fila de carroa estacionados. O resultado foi que me bateu na lateral e fugiu.
Sendo um veículo na estrada, ainda que alugado, deveria ter um seguro para terceiros, tal como os rent a car.
Porque o sr que a conduzia fugiu e porque a viatura em causa não tem matriculas, de quem é a responsabilidade? Da Lime que aluga o veículo? Ou da Câmara de Lisboa que lhe deu a licença sem exigir seguro?


SandraPest está a aguardar resposta da marca

Comentários (2)

'.Ver perfil de Almerinda da Rocha G Leitão Amaral.'

Almerinda da Rocha G Leitão Amaral

As Gira são as que por norma estão no seu devido lugar. As trotinetes e as novas bicicletas, não há rua que não estejam pejadas delas, em cada canto se encontram. sem Rei nem Roque. Até à porta dos prédios já as vi a interromper a entrada/saída das pessoas. Há que fazer leis e serem respeitadas, para não passar a ser uma bagunça. Na minha rua tem de tudo um pouco, aqui, ali e acolá. É à vontade do freguês.

'.Ver perfil de Amândio Reis.'

Amândio Reis

A câmara descarta-se por completo.
Resposta dada pela câmara a uma situação idêntica em que questionei se não era exigido um seguro de responsabilidade civil .. resposta:

"[27/03/2019 11:56:11] Amândio Reis: a empresa não tem que ter um seguro de
responsabilidade civil?
[27/03/2019 11:56:46] Câmara Municipal de Lisboa: Esta atividade não carece de qualquer
autorização municipal, embora seja desejável a necessária articulação com o Município no
sentido de acautelar a utilização do espaço público. Cabe à CML garantir a gestão
eficiente do espaço público de forma a que todos os modos de transporte, inclusive o
pedonal, possam conviver em segurança e com comodidade, sendo que a gestão da
atividade é da responsabilidade do operador, neste caso, da Lime."

A Lime diz não ser responsável pelo que os utilizadores fazem "segundo ao UserAgreement" deles...

Acho impressionante alguém colocar equipamento na rua e depois não se responsabilizar pelos estragos que daí possam surgir... e a Câmara não faz nada perante estes abusos.