MB WAY

SIBS - FORWARD PAYMENT SOLUTIONS, S.A

Ranking na categoria

Categoria
Soluções de Pagamento Electrónico

Telefone: 217 813 000

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, Lote 1
1649-031 Lisboa

E-mail
webmaster@sibs.pt

Website
http://www.mbway.pt/

Recomenda esta marca?

59
32

Partilhar esta página

MB WAY - Cuidado! Foram-me roubados 2.250€ por venda no OLX

Em tratamento
36062320
6655
0 gostos
Paulo apresentou a reclamação

Fui contactado telefonicamente hoje, dia 26 de janeiro, pelas 13H29, por uma senhora que pretendia comprar um artigo (calções de competição para natação) que tenho à venda no OLX. Disse-me que pretendia efetuar o pagamento por MBWay. Disse-lhe que tinha instalado no telemóvel a aplicação, mas que não estava ativa e nunca tinha feito pagamentos por este meio. Perguntei-lhe se podia pagar por Paypal ao que me respondeu que não. Uma vez que já tinha os calções à venda há cerca de um mês e surgia a oportunidade, aceitei em ativar o MBWay tendo ela ficado de telefonar pelas 13H50.
Ligou pelas 14H00 e disse-me que precisava do código de 6 dígitos. Primeiro hesitei e abri a página do MBWay para verificar se estava disponível algum contacto telefónico para pedir esclarecimentos. Contudo, como a ajuda era apenas por chat e ela insistia e inclusivamente pedia para ir a uma caixa de multibanco se não conseguisse, acabei por fornecer aquele código. Depois perguntou-me se tinha recebido um código de 7 dígitos por mensagem e verifiquei que sim, tendo-lhe fornecido esse código.
Pressentindo algo, alterei na aplicação o valor de pagamentos de 1000€, definido por defeito, para 150€ (pelos vistos não valeu de nada porque é só para compras…). Entretanto pedi-lhe o nome e morada para efetuar o envio, tendo-me ela dito que enviaria por mensagem.
Passados alguns minutos, cerca das 14H16, apareceu no display do telemóvel a mensagem de “Movimento de multibanco”. Estranhei, mas pensei que teria sido o pagamento. De seguida surgir outra e verifiquei que aparecia o valor de 750€. Rapidamente procurei alterar o código de acesso no MBWay e alterei sem que, contudo, evitasse um terceiro movimento. Pouco depois apareciam no Movimento das contas na página de Homebanking do Banco, que estava a acompanhar no computador, os três movimentos de débito, cada um no valor de 750€, ou seja, um total de 2250€!!!
Iniciei logo tentativa de contacto com a linha de emergência do banco onde, se encontra a conta utilizada (BCP) e através do chat com o serviço MBWay. O Banco registou a ocorrência e bloqueou o cartão associado e informou que a situação seria analisada e que daria resposta dentro de 30 dias. Informou também que poderia entregar na sucursal cópia da participação às autoridades.
Quanto à informação fornecida através do chat MBWay – cujo operador apareceu apenas depois do assistente virtual, entre outros, dizia “...que o valor definido para pagamentos nada tinha a ver com o valor possível de movimentar por transferência…“ e que “…Em casos de fraude, aconselhamos a contactar as autoridades nacionais e o seu banco.“ Informava também que, “ao fim de semana, não está disponível apoio telefónico embora indicando um contacto do serviço SIBS”.
Podem-me dizer que facilitei, que fui ingénuo. Contudo, creio que um sistema recente, que já tem um historial tão relevante de incidentes fraudulentos, deveria merecer alguma revisão que, acredito, em algum momento ter-se-á de verificar. Além da revisão da própria arquitetura da aplicação, de mecanismos de segurança quanto a valores e validações de operações, como de resto existem noutros serviços prestados pelos bancos, há outros aspetos que me merecem um juízo crítico negativo.
1. Um serviço que tem tido os problemas que, entretanto, fiquei a conhecer através de algumas pesquisas, não tem um serviço de apoio com operador telefónico nas 24 horas - ou pelo menos num horário 08H00-20H00, mas apenas de segunda a sexta-feira das 08H00 às 18H00. Se tivesse tê-lo-ia contactado e evitaria muito provavelmente este problema. Apenas chat e, inicialmente, com assistente virtual, o “MULTINHO”…
2. Por outro lado, é estranho que na página do MBWay (https://www.mbway.pt/) não haja qualquer alerta para situações que têm sido recorrentes no modus operandi (que consultei e que rapidamente me teriam alertado para este problema) , não se verificando também nas “Perguntas frequentes”, que consultei naquele período em que aguardava o segundo telefonema e até durante o mesmo, qualquer informação que ajude a prevenir estas situações. Por exemplo, sobre o que é o PIN MB WAY (que consultei), a resposta é que “O PIN MB WAY é o código de 6 dígitos definido por si aquando da adesão. Pode alterar o seu PIN MB WAY através da app no menu Mais –> Definições –> Segurança –> Alterar o PIN.” Talvez fosse conveniente dizer que é um código de segurança semelhante ao do cartão multibanco e que nunca deve ser fornecido a ninguém. Dirão que é óbvio…pelos vistos não é e não tem sido para muitos clientes…
3. Por outro lado o sistema não poderia ter um mecanismo de alerta quando se verificam três transferências em poucos minutos pelo mesmo valor que, pelos vistos, são operações instantâneas?
Não tenho dúvidas de que aplicações desta natureza são de grande utilidade e vieram para ficar. Estranho, contudo, que, não obstante as situações já verificadas, as informações disponibilizadas sejam insuficientes e os mecanismos de segurança não tenham a suficiente robustez para evitar ou minimizar significativamente ocorrências como esta e todas as que têm acontecido.
Amanhã farei a participação às autoridades cuja cópia entregarei no banco conforme instruções que recebi na esperança de ver o meu problema resolvido. Espero também que esta queixa permita aumentar a divulgação deste problema e evitar que outros passem por uma situação como esta.
27 Jan2020
MB WAY adicionou uma resposta

Boa tarde Paulo Santos,

Acusamos receção da V. participação sobre a possível utilização do serviço MB WAY para burla ou fraude, que mereceu a nossa melhor atenção.

Muito lamentamos a situação que descreve. O MB WAY foi desenvolvido com o objetivo de dar mais comodidade aos portugueses, permitindo a realização, através de um dispositivo móvel, de operações tão simples como fazer uma compra numa loja ou fazer uma transferência entre particulares. Assim como todos os serviços que desenvolve, a SIBS dedica particular atenção à segurança e fiabilidade do serviço.

Relativamente ao que é exposto, gostaríamos de esclarecer que existe informação clara no ecrã dos Caixas Automáticos MULTIBANCO, aquando da adesão ao MB WAY, no momento da associação do número de telefone, que nunca deve ser associado um número que não o do próprio a este serviço (descrito no ecrã).

"Nunca adicione um número que não possui ou desconhece"

Por outro lado, para aderir ao MB WAY no MULTIBANCO, o utilizador terá sempre de introduzir um cartão no ATM e digitar o seu código pessoal e intransmissível, o que constitui uma autenticação segura. Pelo que não é possível a associação de qualquer número de telemóvel a um qualquer cartão bancário. Esta operação só é possível quando realizada pelo próprio utilizador e portador do cartão. Lembramos que a utilização do ATM deve ser cuidadosa, seguindo as instruções, nunca de forma orientada por um contacto desconhecido.

Reforçamos que qualquer esclarecimento adicional terá que ser prestado pela instituição bancária onde tem a sua conta aberta bem como pelas autoridades policiais, face à alegada burla.

Adicionalmente informamos que ao efetuar a adesão ao serviço MB WAY com dados de um terceiro, esta a comprometer toda a sua conta bancária, visto que o aplicação MB WAY permite efetuar as operações de forma instantânea.

Em conjunto com o seu banco, a SIBS irá disponibilizar toda a ajuda afim de chegar ao devido burlão.

Ainda assim, a SIBS permanece disponível para responder a todas as questões que sejam solicitadas pelo banco ou pelas autoridades.


Cumprimentos,

SIBS

27 Jan2020
Paulo adicionou uma resposta

Boa tarde,
Quanto ao facto da participação ter merecido a V. melhor atenção não me parece de todo ter sido o caso, uma vez que a resposta é igual ou quase igual a outras já aqui prestadas, ou seja e se me permitem, "Chapa 5". Só para lembrar, o caso reportado não fala na utilização de nenhuma caixa multibanco uma vez que a operação foi efetuada através do telemóvel...mas é o que a V. resposta refere.
Também quanto à segurança não me parece que estejamos perante um serviço que prime por essa característica apesar de até poder acreditar que, muito provavelmente, a maioria das transacções decorrem sem incidentes. O problema é que, recorrentemente, se têm verificado fraudes que, pelo que se lê, seguem um modus operandis semelhante. E o que é que a SIBS fez? Que eu saiba NADA. A página na internet do serviço (que antes de efectuar a operação consultei) é omissa quanto a estas situações quando, na minha modesta opinião, deveria alertar para o que tem sido um histórico nada abonatório deste serviço (estive hoje a apresentar uma participação às autoridades e disserem-me que durante o presente mês de janeiro já há cerca de 500 casos reportados. E informaram-me que há inclusivamente, por isso, um documento de alerta a nível nacional da corporação. Nas "Perguntas frequentes", que também consultei na altura, nada se encontra de objectivo que pudesse elucidar para as situações que têm acontecido...como eu teria apreciado que assim não fosse e que não estivesse agora como estou! A omissão destas situações na página da SIBS impede que muitas pessoas evitem ser vítimas destes esquemas fraudulentos, quase apresentando o serviço como inócuo aos mesmos...mas e infelizmente, não é, até os favorece.
Mas mais. Perante um serviço que tem apresentado as fragilidades conhecidas, a SIBS oferece apenas um serviço de apoio ao cliente de segunda a sexta das 8 às 18H00...Fantástico! Fora isso, um assistente virtual e depois deste não se entender com o pretendido, lá aparece o operador do chat que, para quem tem experiência, sabe bem o tempo que demora e a dificuldade em obter alguns preciosos e céleres esclarecimentos. E a SIBS está preocupada com a segurança...Quem diria! Preocupação com segurança foi o que encontrei com o banco ao qual tinha associada esta conta que, mesmo a um domingo, teve um operador para me atender, prestar as informações que solicitei e executar os procedimentos exigíveis para o caso.
A SIBS tem tido um caminho de sucesso graças ao serviço "Multibanco" que, no início, surgiu como alternativa ao serviço pioneiro ("Chave 24") do Banco Montepio. Quanto ao MB Way e apesar de poder ter um significativo número de utilizadores e operações realizadas, não me parece que desta forma possa continuar na senda do sucesso do "Multibanco". Talvez tenha alguma coisa a apreender com outros sistemas, como o "Paypal". E já agora o que é que achará o regulador de um sistema que encontra vítimas com esta facilidade? Que as vítimas são todas ingénuas ou mentecaptas ou que, quiçá, o serviço tem mesmo algumas fragilidades propícias ao tipo de condutas fraudulentas praticado? Vale a pena pensar nisto.

28 Jan2020
MB WAY adicionou uma resposta

Boa tarde Paulo Santos,

Lamentamos toda a situação a que se viu envolvido.

Informamos que o serviço MB WAY tem um serviço telefónico disponível entre as 8h e as 18h, de segunda a sexta-feira.

No entanto, encontra-se disponível um serviço de apoio via email mbway@sibs.pt ou chat, todos os dias.

Contudo, o serviço é prestado diretamente pelo Banco/emissor do cartão bancário, ao qual foi associado o MB WAY, a nossa empresa é responsável pelos sistemas de pagamento, pelo que, qualquer questão relacionada com a gestão das informações relativas com as operações de cartões bancários cai no foro exclusivo da competência do respetivo banco emissor do cartão.

Neste sentido, a situação que reporta terá que ser analisada pela instituição bancária onde tem um contrato vinculado.

Sugeríamos que junto do banco emissor do seu cartão efetuasse o devido processo de reclamação de todos os movimentos.

Em relação à segurança do serviço MB WAY, informamos que este cumpre os mesmo requisitos de segurança dos restantes serviços da Rede Multibanco. Para efetuar a adesão ao Serviço MB WAY, através do Multibanco tem de colocar o pin do seu cartão real, ou seja valida que efetivamente foi colocado o código de segurança do cartão do utilizador. Para efetuar a adesão através da Aplicação, tem de ter o numero de telemóvel registado no seu Banco, e o SMS de ativação é enviado para o mesmo.

Ou seja, não é possível apenas com o numero do cartão concluir uma adesão ao serviço MB WAY.

Conforme indicado qualquer esclarecimento adicional terá que ser prestado pela instituição bancária onde tem a sua conta aberta bem como pelas autoridades policiais, face à alegada burla.

Em conjunto com o seu banco, a SIBS irá disponibilizar toda a ajuda afim de chegar ao devido burlão.

Ainda assim, a SIBS permanece disponível para responder a todas as questões que sejam solicitadas pelo banco ou pelas autoridades.

Cumprimentos
SIBS

MB WAY está a aguardar resposta do utilizador

Comentários (18)

'.Ver perfil de Ana Pereira.'

Ana Pereira

Bom dia, parece que ontem foi um dia de sorte para os burlões, aconteceu-me algo muito parecido e fizeram-me 3 transações num total de 750€ +(0,26*3) comissões...Enfim, sendo fim-de-semana não existe qualquer apoio e estes abutres aproveitam a situação. Quanto a mim acho que só deveria ser permitido a activação do MBWAY presencialmente no balcão e não existiriam tantos lesados.
Nós como clientes lesados temos de nos unir para alterar as regras erradas.

'.Ver perfil de Daniel Carlos Teixeira Rodrigues.'

Daniel Carlos Teixeira Rodrigues

Infelizmente, essa é uma situação recorrente.
As pessoas devem abster-se de utilizarem esta aplicação sozinhas, sem terem, ainda conhecimentos suficientes... E também não podem pedir aos responsáveis pela aplicação que assumam culpas, que advêm do uso indevido.
O pagamento por mbway é feito dentro da app e é feito duma forma simples. Na aplicação tem uma opção "enviar dinheiro"... É só marcar o número e a quantia é carregar em "enviar"... Para receber, basta entregar o número de telemóvel, nada mais...
Mas esses erros acontecem, e descobrir a escória que rouba, não é fácil...

'.Ver perfil de Fábio Morais.'

Fábio Morais

Eu só pergunto porque é que dão os códigos? É a mesma coisa que alguém vos pedir o cartão multibanco e o código pessoal e vocês entregam. E depois ainda vão ao banco fazer reclamação porque uma pessoa vos pediu o cartão e insistiu. Estão a reclamar porque acham que o banco tem culpa de vocês terem dado o cartão multibanco a outra pessoa

'.Ver perfil de Ismael Duarte.'

Ismael Duarte

Peço desculpa pela ignorancia. Sou utilizador MbWay há muito tempo e não entendi como isso é processado.
Faço muitas compras pelo OLX, e vendo. Uso o MbNet para compras internacionais e ainda não entendi que códigos falam e como isso é possível.
Antes que me aconteça, gostaria de entender.
Obrigado a todos e lamento muito pelo ocorrido aos lesados.

'.Ver perfil de Virgílio Marques.'

Virgílio Marques

Boa noite, também ingenuamente já caí no conto do vigário. Sempre comprei e vendi coisas no olx, tudo ok, mas agora os criminosos descobriram esta técnica e é roubar até mais não!
!Porque não alteram a segurança do sistema com uma simples mensagem a perguntar se a pessoa autoriza a operação?? Simples não? Daqui a pouco temos que formar uma associação dos lesados do MBWAY!! Sabem das centenas ou milhares de burlas que estão a acontecer, porque não alteram o sistema? será que interessa que assim continue??

'.Ver perfil de Pedro Manuel.'

Pedro Manuel

Olha outro... Sinceramente eu não percebo se estes supostos lesados são burros ou gostam mesmo de perder dinheiro! Têm tudo "chapado" no site: como aderir, associar o número de telemóvel, fazer levantamentos, transferências... Mas quem é que no seu perfeito juízo deixa que associem outro número à sua conta?!!! Receber o código de segurança e dizê-lo ao "comprador"?!!!!!!!! Mas ... Está tudo maluco agora? Para receber transferências é só dizer o número de telemóvel. Por favor parem de alimentar a má fama de um serviço incrível e bastante prático. Peço desculpa qualquer coisa...

'.Ver perfil de Liliana Raquel Almeida Ferreira.'

Liliana Raquel Almeida Ferreira

Perdoem-me pelo que vou dizer, mas muito sinceramente não consigo perceber como algumas pessoas ainda se deixam iludir neste mundo. O Mbway é a coisa mais simples que existe e fácil de utilizar. Quando são esquemas mais elaborados até posso compreender que há mais probabilidade de uma pessoa por mais cuidadosa que seja pode cair. Agora isto de dar códigos e etcc.. Por favor é logo para desconfiar! Quem usa o mbaway só precisa do número de telefone para transferir o dinheiro. Nada mais. Quando se desconhece a utilização de uma "simples" aplicação não devemos facilitar. Contudo, infelizmente cada vez mais existem estas situações de burlas em todo lado. Muito cuidado com os dados que estamos a dar e a quem. Não é à toa que só ouvimos falar em proteção de dados. Para finalizar o mbaway é muito prático e seguro.

'.Ver perfil de Filipe Romão.'

Filipe Romão

Concordo plenamente consigo Liliana!
Das suas palavras faço as minhas!

'.Ver perfil de Steve John.'

Steve John

Vi-me na obrigação de deixar um comentário porque, por maior que seja a frustração dos lesados, e compreendo perfeitamente que seja uma situação difícil, as queixas e/ou acusações feitas ao serviço não podem estar mais longe da realidade.
O MBWAY é um serviço excelente. Simples, rápido, prático e, na minha opinião, bastante seguro. Uso e abuso, em diversas situações, e só tenho a dizer bem.
Quanto às muitas burlas a que vamos assistindo, desculpem-me os lesados, mas não podem apontar o dedo ao serviço. Mais uma vez quero deixar claro que entendo a frustração, mas um serviço bancário deve ser usado com muito mais cuidado.
O Paulo, na exposição que fez, queixa-se que deveria ser alertado que o PIN não deve ser transmitido a terceiros. Desculpe mas para mim está implícito. É um PIN, é implícito que seja um código de acesso pessoal, um código que garante acesso do utilizador a alguma coisa. Temos PIN nos telemóveis, temos PIN nos cartões multibanco... não é propriamente um conceito novo, em 2020 parece-me auto-explicativo quando se fala em PIN.
Como já disseram, estas burlas não recorrem a esquemas complicados que causem muita confusão. Estas burlas assentam simplesmente no "...envie-me o código do seu cartão...".
Estes serviços, e em concreto o MBWAY, são bons, bem desenhados, bem pensados, no fundo uma maior valia para os utilizadores. Se há serviços que merecem elogios, o MBWAY é um deles.
Comentei este tema porque me parece injusto e enganador para utilizadores menos informados a conotação de "inseguro" que estão a atribuir ao serviço.
Como qualquer outro serviço, principalmente no âmbito bancário, deve ser usado com cuidado e sem qualquer dúvida do que se está a fazer. Não foi o caso desta situação, nem é o caso de todas as burlas semelhantes. Os lesados não conheciam o serviço, realizaram uma série de operações duvidosas, cada uma delas deveria ter despertado desconfiança, e muito mais esta série de operações seguidas (associar um número desconhecido ao serviço, envio de um PIN/código de segurança a um desconhecido...).
Quando a este e outros casos, só desejo que o desfecho seja positivo, que os burlões sejam apanhados e que o dinheiro seja reavido.
Haverão sempre tentativas de burla, seja com cartões físicos, cheques, cartões virtuais, homebanking, MBWAY, ou dinheiro vivo. Isso não vai mudar. O que tem que mudar é o cuidado com que usamos serviços que não conhecemos. Questionem o serviço, peçam ajuda a alguém que já tenha usado (de certeza que conhecem alguém). Uma simples pesquisa no google por "MBWAY burla" tinha alertado para as centenas de situações que já ocorreram.

'.Ver perfil de Sérgio Neves.'

Sérgio Neves

Meus caros, lamento imenso as vossas perdas e que haja gente sem escrúpulos que ande a vigarizar as pessoas, mas convenhamos... dar o código pessoal e depois ir dar o código de segurança recebido no seu telemóvel é demasiado!!!
Eu adoro o MBWay porque é um sistema imensamente prático e instantâneo. Não acho nada que seja inseguro, pelo menos não mais do que um cartão de débito de multibanco... Ninguém no seu perfeito juízo entrega o seu cartão com o respectivo código a um desconhecido... QUE RAIO! Porquê difamar um serviço fantástico quando, desculpem a sinceridade, se trata de uma situação de "burrice" extrema!!!

'.Ver perfil de Luis Pereira.'

Luis Pereira

Boa noite, usamos o MBway desde o início, ao começar a usar compreendemos que é um serviço instantâneo, uso para todos os fins, especialmente pagamentos internacionais, nas também transações de dinheiro e pagamentos nacionais e posso afirmar sem margem a dúvidas que o serviço é seguro. Lamento que haja pessoas burladas e que o mesmo serviço esteja implicado de alguma forma nisso, contínuo a confiar no MBway e acho o melhor sistema de homebanking que existe já que È Seguro, Permite Rapidez nas transacções, não me revejo de forma algumas nas críticas ao mesmo e acho de má fé implicar a culpa a um sistema quando ela é exclusivamente do usuário que utilizou mal o serviço.

'.Ver perfil de Rosa Silva.'

Rosa Silva

Lamento estes comentários. Já basta as pessoas inocentemente caírem nestas burlas. Pelo que vejo só inteligentes. Se algum dia algum familiar cair nesta burla será que vão pensar da mesma maneira. O sistema do MB WAY é que tem que ser alterado com maior segurança para que não haja tanta gente a cair na conversa dos burloes.

'.Ver perfil de Claudia.'

Claudia

Bom dia Paulo,
Infelizmente aconteceu me algo semelhante este fim de semana. Conseguiu recuperar o dinheiro? Cumprimentos

'.Ver perfil de hc.'

hc

https://www.mbway.pt/seguranca/

'.Ver perfil de hc.'

hc

https://www.mbway.pt/seguranca/

'.Ver perfil de Carlos Santos.'

Carlos Santos

Mais um...

'.Ver perfil de Gabriel Oliveira.'

Gabriel Oliveira

Como disseram que o microondas aquece coisas, enfiei o meu gato que estava cheio de frio. Agora morreu, sera culpa da marca do microondas? Imagino que seja horrível ser enganado assim e burloes não é coisa em falta ou que faça falta neste mundo. Somos uma maioria adultos e a primeira coisa que nos disseram quando éramos novos e recebemos o nosso primeiro cartão (multibanco) é de nunca mas nunca dar o PIN a alguém. Mesma coisa para cheques. Nunca mas nunca dar um cheque em branco assinado a alguém. E estamos a falar de um código de 4 números ou uma assinatura. Agora ir a um multibanco, ativar uma aplicação, dar o PIN + códigos é pedir estar a pedir para ser enganados ! Querem queixar que os novos cartões sem contato são perigosos, estou totalmente de acordo, agora queixar se de mau uso do mbway? Desculpem mas isso é falha do utilizador e não dá aplicação

'.Ver perfil de Filipe Lopes.'

Filipe Lopes

Epah peço desculpa mas como a gente tão estúpida ? Se tem mbway tem que ativar com o vosso cartão multibanco e introduzir o VOSSO número te telemóvel depois recebem um código de ativação e pronto está ativado. Quando alguém disser para pagar por Mbway e para eles disserem introduza este número no multibanco não façam isso porro são burros ? Agora reclamar com a sibs por isso ??? Tenham cérebro tenho Mbway desde que saiu já fiz pagamentos compras enviou dinheiro e sem problemas alguns. Se alguém pedir isso sejam espertos vai ao YouTube ver a toturias para isso e para ver como funciona e não fazer nunca.