Médis

Médis

Médis - Companhia Portuguesa de Seguros de Saúde, SA
Prémio Marca Recomendada
Marca do Mês
Prémio Marca Recomendada
Marca do Mês
Ranking na categoria
  • O seu serviço pessoal de saúde

    Desde o lançamento em 1996, a Médis afirmou-se como uma referência no sistema de saúde em Portugal, criando um verdadeiro Serviço Pessoal de Saúde. Médico Assistente que garante o acompanhamento da saúde em todas as fases da vida, uma Linha telefónica que garante acompanhamento por Enfermeiros 24/7, App para gestão de burocracias e fácil acesso a histórico clínico, entre muitos outros serviços, tornam a gestão pessoal da saúde mais fácil e mais personalizada.

  • 218458888
  • Praça Príncipe Perfeito n.º 2,
    1990-278 Lisboa
  • apoioaocliente@medis.pt
Partilhar esta página

Médis - Eu, David Alvito, caso queira dar à luz, tenho essa cobertura!!

Resolvida
96909
5701
David Alvito apresentou a reclamação

Boa tarde,

o meu nome é David Alexandre Pereira Alvito e sou detentor da apólice nº DI50010533 Ramo doença e do cartão nºZ037059179 00 e venho por este meio mostrar toda a minha indignação perante uma actuação inqualificável por parte da companhia de seguros MÉDIS.

Agregado ao meu seguro de saúde está a minha esposa. No início deste ano de 2011 decidimos juntar ao referido seguro de saúde a opção parto pois estávamos (e estamos) a pensar deixar descendência. Até aqui tudo bem. O tempo foi passando e o débito foi sendo feito, ao longo dos últimos meses, no valor de 87,52€. Há poucos dias (precisamente ontem, dia 13 de Outubro), quando me encontrava a explorar o site da MÉDIS, para tirar uma dúvida, verifiquei que estava a pagar um valor mais alto do que aquele que me era dado na simulação: na simulação o valor para o meu seguro, com o mesmo tipo de coberturas, era de 67,52€. Depois de analisar todos os detalhes das minhas condições de seguro, falei com o meu mediador, explicando que estava a pagar mais. Ele estranhou e fazendo a simulação no programa informático disponibilizado pela companhia de seguros, dava o valor que pago actualmente (87,52€). Expliquei-lhe como tinha obtido o valor mais baixo e ele, fazendo também a simulação mas no site da Médis, obteve o mesmo valor que eu obtive: 67,52€. Procuramos então ver, de todas as maneiras possíveis, de onde vinha a diferença até que chegámos à conclusão: a Médis, quando fez a actualização Parto do seguro de saúde, não a fez apenas para a minha esposa, mas para todo o agregado. Resumindo: eu, David Alexandre Pereira Alvito, caso queira dar à luz, tenho essa cobertura... Ora, isto não faz qualquer sentido. Custa-me a crer que a Médis, ao registar os seguros de saúde, não verifique o sexo dos segurados, de modo a verificar e despistar todas estas situações. Partindo dessa premissa, só consigo chegar a uma conclusão: a Médis actua de má-fé, de modo a conseguir com que os tomadores de seguro paguem mais pelas suas apólices.

Desde Janeiro de 2011 que estou a pagar, exactamente, mais 20€ pelo meu seguro. O que perfaz, até ao momento, a módica quantia de 200€. Quantia essa que, por direito, me pertence pois, medica, genética e humanamente é impossível eu dar à luz (apesar de todos os avanços da medicina até ao momento e dos casos específicos que, pela sua especificidade, são raros e que provocam uma acesa discussão na comunidade científica).

Fico agora na dúvida: de que forma poderei ser compensado por este erro e por esta omissão por parte da Médis?

Desde já agradecido pela atenção, despeço-me com os melhores cumprimentos e cordiais,

David Alvito

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)