Prémio Marca Recomendada
Ranking na categoria
  • 16200
  • Rua Andrade Corvo, 6
    1050-009 Lisboa
Partilhar esta página

TMN - Nunca pensei que vigarizem assim as pessoas!

Resolvida
56609
2079
Antonio Neves apresentou a reclamação

Fui elucidado que deveria passar o meu telemovel para nome da empresa porque seria mais barato, e descobri posteriormente que o documento que me deram a assinar afinal era um contrato de fidelização pelo periodo de 2 anos, nunca pensei que talvez para atingirem objectivos, vigarizem assim as pessoas.
Mas ainda o mais grave é que afinal tenho uma prestação fixa mensal de 31, 22 eur IVA incluido, faça chamadas ou não,
Descobri também que me cobram 0.159 eur por minuto para todas as redes,, quando a própria empresa TMN tem tarifários que cobra 0. 10 eur por minuto e a UZO que pertence ao mesmo grupo é a 0.8 o minuto para todas as redes., metade do que me estão a cobrar a mim.
Informaram-me que  se quizer terminar com o contracto  tenho a pagar os 2 anos o valor de 31,22 eur, que é o que estou a fazer  pago a mensalidade como estando a pagar um imposto às finanças e não faço chamadas porque são carissimas.
O que acho mesmo caricato é que tenho um cartão tambem da TMN que utiizo regularmente,sem contrato de vinculação,está em meu nome particular e não da empresa, e aí já me fica muito mais barato por minuto e sem mensalidade.
Não haverá uma maneira de fazer com que estes senhores me dêm uma explicação como é que pago tanto no cartão em nome da empresa e pago muito menos no outro em meu nome particular?
Grato pela atenção
António Manuel Quintano Neves ( cartão do cidadão nº 05258515)

06 dez 2012
MEO adicionou uma resposta

Caro Antonio Neves,

No seguimento da nossa última comunicação, ficámos a aguardar o envio dos dados solicitados, sem os quais não nos foi possível efectuar qualquer análise à situação reportada.
Deste modo, informamos que damos como encerrado o presente pedido.
Encontramo-nos como sempre disponíveis para qualquer esclarecimento adicional.

Até já,
Maria Santos

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)