MEO

Altice Portugal

Ranking na categoria

Categoria
Operadoras de TV, Net e Telefone

Telefone: 16200

Morada
Rua Andrade Corvo, 6
1050-009 Lisboa

Website
http://www.meo.pt

Recomenda esta marca?

821
2029

Partilhar esta página

MEO - Prescrição de dívida

Em tratamento
40634920
121
0 gostos
Mariana Matos apresentou a reclamação

Venho por este meio informar que, as dividas referentes ao meu número de contribuinte não foram contraídas pela minha pessoa tratando-se, assim, de um caso de fraude em que me dirigirei na segunda-feira às autoridades competentes para reportar a situação. No entanto, sendo a dívida referente ao ano de 2009, já prescreveu tendo em conta a Lei dos Serviços Essenciais (Lei nº 10/2013, de 28 de janeiro) que constata “o direito ao recebimento do preço do serviço prestado prescreve no prazo de seis meses após a sua prestação”. Assim sendo, exijo que o meu registo seja eliminado de quaisquer bases de dados e que o meu nome seja retirado da lista de devedores.
26 Mai2020
MEO adicionou uma resposta

Boa tarde,

Registamos a sua insatisfação e, para que a situação seja analisada pela área específica para o tema em causa, agradecemos que apresente as suas questões através do contacto direto da área correspondente: 800208053 (chamada gratuita), todos os dias, das 8:00 às 24:00.

Obrigado.

30 Jun2020
Mariana Matos adicionou uma resposta

Recebi a seguinte resposta à reclamação por parte da meo: Exma Senhora,



Relativamente à exposição acima identificada, a qual mereceu a nossa melhor atenção informamos que as Contas Contrato 1034385204 e 1034385238 encontram-se regularizadas.



Apresentamos os nossos melhores cumprimentos.

Entendo, por este e-mail, que a situação tenha sido resolvida e que não voltaria a ser contactada.
No entanto, tenho recebido chamadas da intrum justitia... Uma vez que venderam a dívida aos supra mencionados, pretendo que os informem que a dívida está regularizada e que retirem o meu contacto da lista. Não quero mais ser incomodada com chamadas.

Atenciosamente,

Mariana Matos está a aguardar resolução da marca

Comentários (0)