Performance da Marca
Índice de Satisfação nos últimos 12 meses.
Taxa de Resposta
92,8%
Tempo Médio de Resposta
32,7%
Taxa de Solução
76,8%
Média das Avaliações
41,8%
Taxa de Retenção de Clientes
46,7%
Ranking na categoria
3 Eradigital 85.3
...
MHR Informática63.5
  • 228331405
  • Rua de S. Tomé 1114
    4200-487 Porto
  • mail@mhr.pt

MHR Informática - Como tentam enganar o cliente!

Sem resolução
Valdemar Silva
Valdemar Silva apresentou a reclamação
23 de maio 2011

No passado dia 10 de Março de 2011 adquiri na loja MHR um Sudoku Electrónico, pelo valor de 12,90 €. O respectivo aparelho foi comprado como prenda para o dia do pai mas, para tristeza minha, após o ligar, o mesmo denotava algumas falhas a nível do teclado. Como ainda se encontrava dentro do prazo de garantia, entreguei na loja para reparação no dia 30 de Março de 2011. Nessa mesma data foi-me solicitado um contacto para, oportunamente, ser informado pela loja de que o aparelho já estaria pronto para entrega. No dia 29 de Abril de 2011 recebi uma mensagem de texto, a informar que a reparação do aparelho estava concluída e de que o mesmo já podia ser levantado na loja. Pelo conhecimento que tenho da lei, passados os 30 dias após a entrega de um bem móvel para reparação, o consumidor tem direito ao reembolso da quantia aplicada pelo bem adquirido, o qual durante os dias de reparação se viu privado do seu uso. O facto é que na loja, e de forma muito altiva e com uma certeza total do que afirmava, fui informado de que não teria qualquer direito à devolução do valor em questão,  baseando-se em factos que só mesmo para aquela loja seriam validos, como o exemplo da hora de entrega do bem para reparação. Alegaram que o prazo são 30 dias úteis (e não 30 dias consecutivos) e que não são obrigados a informar o cliente aquando da conclusão do processo de reparação, o que parece totalmente ridículo e sem sentido.
O que está aqui em causa não é o valor do bem, mas sim a forma como todo o processo foi tratado pela loja, e a forma como tentam enganar o cliente com argumentos que nunca foram, nem nunca serão válidos. Os funcionários mostraram sempre uma postura fria, arrogante, sem nunca chegarem a apresentar qualquer documento legal ou informativo para o efeito

Data de ocorrência: 23 de maio 2011
Esta reclamação foi considerada sem resolução
Comentários
Esta reclamação ainda não tem qualquer comentário.