Oficinas Midas

MIDAS PORTUGAL

Ranking na categoria

Categoria
Oficinas de Mecânica e Reparação Rápida

Telefone: 210 115 017

Morada
Rua dos Ciprestes, 48 - Office no Estoril Alto dos Gaios 2765-623 Estoril

E-mail
sugestoes@midas.pt

Website
http://www.midas.pt

Recomenda esta marca?

17
32

Partilhar esta página

Oficinas Midas - Reclamação do serviço em oficina midas

Resolvida
22113818
608
0 gostos
Orkhan Abbasov apresentou a reclamação

Venho por este meio reclamar do serviço feito na MIDAS.

No dia 13 de Setembro 2018 dirigi-me ao posto da MIDAS situado na Calçada Carris para mudar as lâmpadas dos mínimos e médios.

Considerando a empresa MIDAS como uma marca de confiança falei de um outro problema que foi descoberto noutra oficina - necessidade de substituir os Cabos de Velas e Bobina de Ignição, mais o Ar Condicionado não estar a funcionar. O Sr. Responsável propôs fazer o CHECK-UP gratuito no dia 15 de Setembro 2018.

Durante o processo de CHECK-UP o responsável do posto Sr. Responsável reparou no barulho do carro e após diagnóstico concluiu que a Correia do Alternador estava desgastada e convenceu-me a fazer a substituição explicando que é uma situação bastante perigosa e em caso de negligência é capaz de levar a um dano muito grave ao motor.

Ficando muito preocupado com a situação dei permissão para substituir as peças seguintes: Correia Trapezoidal Estriada, Rolamento Tensor de Correia de Acessórios, Jogo Cabos Vela, Bobina de Ignição (ver o ANEXO paginas 1-2-3).

No final do dia 15 de Setembro 2018 o Sr. Responsável ligou-me a dizer que tudo foi mudado com sucesso que já tinha sido testado e que o carro estava pronto para me ser entregue.

É verdade que o tal barulho, que o Sr. Responsável diagnosticou como Coreia do Alternador desgastada, desapareceu. Eu não senti muito diferença na condução sem ser falta de potência nas subidas. Decidi testar um ou dois dias o carro antes de mostrar ao Sr. Responsável.

Andei com o carro dois dias e fiz no total entre 50-70 kms.

No dia 17 de Setembro 2018 quando estive a estacionar o carro perto da minha casa, o carro foi abaixo. Tentei por o carro a trabalhar e não consegui.

De manhã, no dia 18 de Setembro 2018, com a ajuda, o carro foi empurrado (estava estacionada na colina) e foi assim, sempre descer, sem trabalhar até a oficina MIDAS na velocidade neutra.

O Sr. Responsável inspecionou o carro rapidamente e conclusão dele foi: o motor bloqueado. Também foi aberta uma parte da tampa protetora da Correia de Distribuição para ver se está no sítio, porque o Sr. Responsável apontou o dedo para os mecânicos que substituíram a Correia de Distribuição. A Correia estava lá, no sítio certo. Foi substituída em 2016 e andou 20.000 kms.

Depois disto o Sr. Responsável ficou muito perdido a perguntar o que eu quero fazer com o carro e ficou aliviado ao ouvir a minha decisão de mostrar o carro noutro mecânico, de grande confiança do meu amigo, para segunda opinião.

O carro foi rebocado (ver o ANEXO pagina 4) das instalações MIDAS. Antes de me ir embora o Sr. Responsávelo aproximou-se com a proposta de arranjar um motor barato em boas condições. Não prestei atenção a esta proposta naquele momento, porque queria ter a certeza do que aconteceu com o carro.

Ontem, no dia 19 de Setembro recebi as notícias do mecânico. Conclusão dele: Ao mudar a Correia do Alternador e o Rolamento tensor, devem ter mexido e não fixado a Poli Cambota, estava desapertada, e tem marcas frescas do chave, isto Descomandou o motor. Também especificou que os parafusos da Poli da Cambota não se desapertam sem alguém mexer neles. Devem ter tido dificuldade a meter a Correia do Alternador e por isso mexeram na Poli da Cambota.

A tarde fui eu próprio ver o carro. O mecânico não chegou abrir o motor, tudo ficou no mesmo estado do momento de paragem do carro. Eu pedi para fazer orçamento dos danos de motor, mas o mecânico concluiu que o obra de mão e mudança das peças vai custar me mais do que comprar outro carro do mesmo ano.

Depois dessa conversa com ele, dirigi-me à oficina da MIDAS para responsabilizar o Sr. Responsável pelo trabalho mal feito.

Expliquei a conclusão do mecânico, expliquei a minha posição, que para mim é óbvio que tinham sido os únicos a mexer no meu carro, naquela parte onde aconteceu a avaria e eu quero que eles se responsabilizam pela reparação do carro.

O Sr. Responsável não admitiu o erro, tentando-me convencer que é muito provável que outros mecânicos mexeram na Poli da Cambota ao mudar a Correia de Distribuição (foi mudada em 2016, o carro andou 20.000 kms depois).


A minha posição era inabalável e de repente o Sr. Responsável tentou começar a convencer-me a encontrar um motor usado para substituir o do meu carro.

Eu expliquei que não aceito a proposta dele e que ele junto com o Sr. Tecnico devem assumir o erro que fizeram.

Pouco depois por volta das 17, quando estava a sair da GALP que fica ao lado da oficina, o Sr. Responsável encontrou-me lá dentro e pela terceira vez a propôs encontrar um motor usado em boas condições para o meu carro.

Começou a tentar convencer-me que o trabalho tinha sido bem feito, etc. Reparei então, que ele estava a comprar cerveja mini (o que significa que está a mexer em carros com álcool no sangue). Já quando tinha chegado à oficina por volta das 16, reparei que tinha hálito a álcool.

Lembro-me também que o Sr. Tecnico para fazer qualquer coisa no carro estava a procura de vídeos no YouTube com o telemóvel dele. Eu mencionei esta lacuna do Sr. Sérgio ao Sr. Morgado mas ele considerou que é uma coisa normal hoje em dia. Eu respondi que duvidava da competência dum mecânico que vai a procura da solução do problema desta forma em frente ao cliente, e que isto não corresponde a ética profesional.

Pedia-vos que entrassem em contacto comigo o mais rapidamente possível com vista à resolução desta situação criada pelos vossos mecânicos, os quais parecem não ser capazes de admitir a mais remota possibilidade de culpa.

Os meus contactos estão em cima.

Fico aguardar a resposta com mais urgência possível.

Orkhan Abbasov

P.S. Falei com o outro mecânico que é o mecânico do ex-proprietário do carro, descrevi as evidências que foram encontrados (parafuso da Poli da Cambota desapertado) e conclusão dele é (ver o ANEXO pagina 5):

O que pode ter acontecido, para substituir a Correia de Acessórios, para facilitar a montagem aperta-se a Correia e roda-se o motor com chave no parafuso da Cambota.

Se esse movimento foi feito para traz desaperta o Poli e descomanda o motor.

Mais uma vez tudo aponta que o Sr. Responsável e Sr. Tecnico tinham sido mexidos na Poli da Cambota e isto provocou o dano no motor do meu carro.


Esta reclamação tem um anexo privado
21 Set2018
Oficinas Midas adicionou uma resposta

Estimado cliente,

Acusamos a recepção da sua comunicação, a qual mereceu a nossa melhor atenção.

O processo está a ser acompanhado e o cliente será contactado directamente através dos canais da empresa.

Sem outro assunto de momento, subscrevemos-nos com elevada estima e consideração.

Apoio ao Cliente Midas

Esta reclamação foi considerada como resolvida pela marca, e aceite pelo utilizador

Comentários (0)