Serviço Nacional de Saúde

Serviço Nacional de Saúde

Ministério da Saúde
Ranking na categoria
Partilhar esta página

Serviço Nacional de Saúde - Ter atenção a quem é prioritário

Sem resolução
56718721
232
0 gostos
carla Martins apresentou a reclamação

Boa noite, o motivo da minha reclamação deve-se ao facto de o meu pai de 78 anos , com problemas respiratórios, a fazer medicação diária de manhã e á noite, fazer oxigénio diariamente, só cerca de um terço do plumão a funcionar,( dito pela médica que o segue no hospital) , com insuficiência cardíaca seguido também na consulta de cardiologia , ainda não ter sido chamado para vacinação ao covid-19.Após várias tentativas via telefone para o seu centro de saúde, onde me respondiam:
- tem que esperar ;
- a vacina da astrazeneca , não pode ser administrada ao seu pai devido a idade , daí pessoas com idade inferior passarem a frente;
- não tenho nada a informar ;
- só estamos a vacinar agora as pessoas de 80 anos para cima ;
-etc...
pergunto eu ?
- tenho vizinhos e familiares com 80 anos , que já foram chamados para tomar a vacina na semana passada, sem doenças aparentes, e os de 78 anos ficam esquecidos?????
Qual é o critério de vacinação ???? Primeiro a idade e só depois as pessoas com problemas de saúde????
Depois ficam escandalizados , de as pessoas irem para a comunicação social dizerem que a vacina é só para quem querem e bem lhes apetece!!!!
Para que andam com propaganda , a dizerem para aos utentes irem ao simulador ver quando são chamados para vacinação???? se assim fosse , o meu pai já a teria dado em FEVEREIRO.
Por favor , sejam mais humanos, tenham mais respeito por quem é doente.
A culpa não sei de quem é , se do seu centro de saúde que não o referenciou devidamente (apesar de me terem dito que sim) , se do governo , da ministra ou de centro de vacinação. Sei de quem não é, DO MEU PAI.
Por favor revejam os critérios de vacinação e respeitem o ser humano.
25 ago 2021
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)