Marca Recomendada
Marca do Mês
Ranking na categoria
  • 16990
  • Rua Ator António Siva, n.º 9
    Campo Grande, 1600-404 Lisboa
Partilhar esta página

Optimus Clix - As maroscas eram sabidas por todos os funcionários!

Resolvida
51109
3259
Hugo Henriques apresentou a reclamação

Acerca de Injução nº- 417621/10.0YIPRT

Sou Carla Rosado, antiga cliente da Clix, antes de esta ser propriedade da Optimus e recebi hoje uma carta do Balcão nacional de Injuções indicando que tenho uma divida com a Clix relativa a quatro facturas que se referem a meses em que não tinha já subscrito este serviço.

Trata-se portanto de uma burla, ou algo do género, típica das empresas de telecomunicações que temos em Portugal. Não é a primeira vez que sou confrontado com estas situações, mas da PT fui primeiro contactado por parte da própria empresa e consegui resolver a situação antes que seguisse para este tipo de soluções mais drásticas - ou seja - como nada devia, nada paguei.

Sempre morei na morada onde tive o serviço a que se referem, só me tendo mudado há pouco tempo para onde estou actualmente.
Nunca recebi nenhuma factura relativa aos meses a que se referem, nunca deixei de pagar o que tinha a pagar, e que de outro modo, penso que a Clix não manteria o serviço activo.

Fui funcionária de call center há anos atrás, numa altura em que as "maroscas" eram sabidas por todos os funcionarios e tenho consciência de que este tipo de acções e erros são comuns.


Não sou responsável por erros da vossa parte e não irei pagar por eles.

Contactei de imediato a Deco e o CACC Lisboa, e sei para já que este prazo indicado faz com que a factura esteja prescrita, uma vez que não houve tentativas da vossa parte em contactar-me.

Gostaria ainda que me indicasse a que morada se referem estas facturas e que examinasse com atenção quando foram pedidas quebras ou inicios de contracto.

Aguardo resolução imediata deste assunto.
Como é compreensivel não tenho na minha posse facturas tão antigas (ou que nunca chegaram a existir)

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)