Marca do Mês
Ranking na categoria
  • 16990
  • Rua Ator António Siva, n.º 9
    Campo Grande, 1600-404 Lisboa
Partilhar esta página

NOS - Atitude prepotente

Resolvida
4019316
599
ASilva apresentou a reclamação

Venho reportar uma situação de prática prepotente por parte da empresa NOS Telecomunicações, no seguimento de ter enviado um pedido de rescisão de contrato no meu local de trabalho. Na carta fiz pré-aviso de rescisão de contrato mencionando que seria a partir do término do período de fidelização, a 4 de Junho.

Sucede que logo após enviar o pedido, no dia 3 de Maio, estive sem serviço de voz/internet durante toda a tarde, alegadamente devida a uma avaria na zona, e no dia 6 de Maio cortaram definitivamente o serviço, segundo informação do apoio ao cliente. Uma vez que em momento algum pedi para ficar sem serviço antes do fim do período de fidelização considero que a NOS teve uma atitude prepotente e vingativa cujo único objetivo foi lesar o cliente que parte.

Realço ainda que esta não foi a primeira atitude prepotente desta empresa. Aliás o motivo porque decidi rescindir com eles prende-se com o tarifário em questão englobar voz, internet e televisão, sendo que os cabos de televisão nunca foram instalados. Durante estes últimos 2 anos contactei por diversas vezes o apoio ao cliente a reportar que me estava a ser cobrado um serviço que não estava a ser prestado. As respostas que obtive eram que o assunto estava para análise, depois que a situação estava resolvida, o que nunca chegava a acontecer uma vez que nem instalavam os cabos nem ajustavam o valor do tarifário. E assim foi passando o tempo até que finalmente, e muito descaradamente, me responderam que eu havia assinado a folha de instalação e como tal reconhecia que estava tudo em ordem o portanto o problema era meu !

Até este momento estou sem telefone no meu local de trabalho o é inadmissível para a minha atividade profissional.

15 jun 2016
ASilva adicionou uma resposta

Posteriormente fui contactado via telefone por uma das suas funcionárias de apoio ao cliente a lamentar o sucedido e a garantir que se tinha tratado de um engano da parte da NOS e que iriam inclusive descontar na fatura os dias em que o serviço esteve em baixo.

Sucede no entanto que na última fatura apesar de descontarem €6,10 pelos dias em que estive sem serviço, dão o dito por não dito e atribuem-me a culpa pela rescisão do contrato em tempo de fidelização cobrando-me €25,30 por incumprimento do período mínimo contratual.

Refiro ainda que até este momento ainda estou com o seviço da NOS, apesar de me cobrarem por incumprimento de contrato.

Estes senhores fazem gato sapato dos clientes e as reclamações que tenho feito na Anacom não tiveram qualquer resposta.

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (2)

Ver perfil de Andreia Silva

Andreia Silva

sendo assim tem direito ao dinheiro de um mês de contrato...se nós temos de pagar até ao fim, eles têm de providenciar o serviço até ao fim também...ou não?

Ver perfil de ASilva

ASilva Autor

Psteriormente fui contactado via telefone por uma das suas funcionárias de apoio ao cliente a lamentar o sucedido e a garantir que se tinha tratado de um engano da parte da NOS e que iriam inclusive descontar na fatura os dias em que o serviço esteve em baixo.
Sucede no entanto que na última fatura apesar de descontarem €6,10 pelosos dias em que estive sem serviço, dão o dito por não dito e atribuem-me a culpa pela rescisão do contrato em tempo de fidelização cobrando-me €25,30 por incumprimento do período mínimo contratual.
Refiro ainda que até este momento ainda estou com o seviço da NOS, apesar de me cobrarem por incumprimento de contrato.
As reclamações que fiz junto da Anacom não tiveram qualquer resposta.