Oportunity Leilões

Oportunity Leilões

Oportunity Leilões, Lda
Ranking na categoria
Partilhar esta página

Oportunity Leilões - Falta de pagamento, falta de certificado cites

Sem resolução
27746219
1321
Sofia Medeiros apresentou a reclamação

Sou cliente desta empresa desde 2013. Não posso dizer que as coisas correram sempre bem, pois não é verdade. Tive que devolver vários lotes por serem FALSIFICAÇÕES (nomeadamente carteiras de marcas conhecidas, casacos de peles, cadeira a que se refere uma das faturas em questão), outras pelo MAU ESTADO, mas a questão que ainda tenho em aberto foi a aquisição de um lote a 23 outubro de 2015, que correspondeu ao Leilão: 5ª Sessão - ONLiNE - 900 Lotes OURO, ANTIGUIDADES, OPORTUNIDADES... : Termina 6ª Feira 23 Outubro entre as 20h00 e 23h30 (151206) – que corresponde ao Lote 4896 - PAR DE FIGURAS DE CROCODILOS EM MARFIM TRABALHADO E ENTALHADO. Peso total: 600 gr. Dim: 25 cm (Cada). Proveniência: Angola, Séc. XX, década de 60. Notas: algumas fissuras. COM CERTIFICADO DO CITES.

Este lote foi recebido, mas não veio nenhum certificado a acompanhar as peças.


Quanto ao CITES em falta, acho inadmissível colocarem uma peça à venda sem ter o respetivo certificado e mais, não darem qualquer justificação. CONTINUO A AGUARDAR A EXPLICAÇÃO/MOTIVO PELO QUAL O DOCUMENTO NÃO FOI ENTREGUE e que se refere à fatura n: 73788 – de 10/24/2015 (Par de figuras de crocodilos em marfim trabalhado e entalhado. Peso total: 600 gr. Dim: 25 cm (Cada). Proveniência: Angola, Séc. XX, década de 60. Notas: algumas fissuras. Com certificado do CITES.)!!!




A outra questão prende-se com a FALTA DE PAGAMENTO de alguns lotes colocados para venda.

Foram colocadas umas garrafas em leilão no dia 24 de janeiro de 2017, garrafas que andaram perdidas desde maio de 2016 nas vossas instalações, sendo que o contrato que assino com a vossa empresa estipula pagamento a 45 dias! após os 45 dias contactei-vos a solicitar o pagamento. O pagamento chegou a ser agendado, contudo verifiquei que no contrato foi descontado uma extracharge, que não autorizei, e depois percebi que se refere a uns lotes que comprei e que já tinham sido pagos. PEDI INFORMAÇÕES E EXPLICAÇÕES, MAS COMO É HABITUAL QUANDO HÁ FALHAS VOSSAS, NÃO OBTIVE QUALQUER RESPOSTA. Os contratos em questão são 171341 Porto, leilão 24 de janeiro 2017 no valor de 137,80 € e 181341 Porto, leilão 22 de junho 2017 no valor de 49,31 €.




Uma última questão, foi por várias vezes solicitada a informação sobre qual a entidade reguladora que fiscaliza a actividade da empresa, nunca tendo obtido resposta.


Resumindo, após inúmeras tentativas da minha parte (tenho cópia de todas as comunicações) para resolver estas questões desde 2015 e 2017 não tenho obtido respostas e as poucas que recebo é a dizer que devo contactar outros emails. ASSIM PRETENDO EXPLICAÇÕES SOBRE O CITES E O PAGAMENTO DOS MEUS LOTES QUE FORAM VENDIDOS.

Já não acreditando que me vão pagar vou efectuar compras nos vossos leilões até perfazer o montante em dívida, ficando a aguardar indicações para proceder ao levantamento dos mesmos.




Acho vergonhoso todo o vosso comportamento nestas questões, tanto a nível empresarial como das pessoas envolvidas. Uma falta de profissionalismo e de não cumprimento da lei.
30 abr 2019
Oportunity Leilões adicionou uma resposta

Boa Tarde Exma Senhora Dª Sofia Medeiros,

Como é do conhecimento de V. Exa através de inúmeros contactos telefónicos com os respetivos departamentos tem V. Exa sido informado sobre "ponto da situação" do assuntos acima abordados bem como as várias soluções apresentadas para resolver os mesmos.

Caso necessite de mais informações, por favor não hesite contactar-nos.
Muito obrigado pela mensagem, apresentamos os Melhores Cumprimentos;

Serviço de apoio a Clientes
(Rui Henriques)


Caso necessite de mais informações, por favor não hesite contactar-nos.
Muito obrigado pela mensagem, apresentamos os Melhores Cumprimentos;
Serviço de apoio a Clientes
(Rui Henriques)

02 mai 2019
Sofia Medeiros adicionou uma resposta

Caro Rui

Não tenho conhecimento de contactos telefónicos entre mim e a Vossa empresa. O último foi a 16 de novembro de 2016, que se quiser posso disponibilizar a gravação do mesmo, dando nota de não terem o certificado CITES e em que solicitei resposta por escrito para poder reaver as peças, entretanto apreendidas pela SEPNA. Continuo a aguardar a resposta por escrito, pois como sabe um telefonema não vincula uma resposta.

Quanto aos pagamentos em atraso, fui obrigada a assinar um contrato com o qual não concordo (pois nunca me deram os esclarecimentos pedidos, também posso enviar os vários emails a solicitar os esclarecimentos, não tenho pejo algum em tornar tudo público) e que está na vossa posse, devidamente assinado, desde 18 de janeiro de 2019. Nunca tive nenhum feedback sobre este assunto!

Quanto à vossa entidade reguladora é um imperativo legal darem-me conhecimento da mesma quando solicitada e até hoje não recebi essa informação.

Quanto a contactar-vos, o Rui sabe quantos emails já foram enviados???? E quantos tiveram resposta? Informe-se antes de vincular uma resposta pública!

O único contacto recente que recebi foi seu através de um email a 29 de março, na sequência de uma compra num leilão (como forma de tentar reaver o meu dinheiro) em que solicito que descontem o valor em causa dos valores que me devem, em que me remete para contacto com os vossos serviços. Já questionei se posso ir levantar os lotes e até agora não obtive resposta.

Resumindo, é bonito vir com semântica, mas resolver os problemas não estão interessados.

Cumprimentos e votos de um bom dia.

Cristiana Medeiros

08 mai 2019
Sofia Medeiros adicionou uma resposta

Continuo a aguardar algum contacto


08 mai 2019
Sofia Medeiros adicionou uma resposta

mais um print screen

08 mai 2019
Sofia Medeiros adicionou uma resposta

Mais um print screen


27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
15 jun 2022
Sofia Medeiros avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Não são sérios, nunca me pagaram o dinheiro da venda dos lotes

Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)