Portal da Queixa

A maior rede social de consumidores

Portal da Queixa

Portal da Queixa

(N/A)
Ranking na categoria

Categoria
Redes Sociais, Fóruns e Blogs

Sobre

O Portal da Queixa é já uma referência de consumo na internet em Portugal.
Mais de milhões de portugueses por mês, visitam a maior rede social de consumidores.

Aceda e partilhe a sua reclamação em qualquer lugar, de uma forma totalmente gratuita!

Com o Portal da Queixa, consumidores e marcas vão
Do Problema à Solução!


Recomenda esta marca?

22
8

Partilhar esta página


Portal da Queixa - Comentários inacessíveis

Resolvida
15741318
3761
0 gostos
JORGE CAPÃO apresentou a reclamação

Verifico que hoje não é possível escrever comentários às reclamações. Tratar-se-á de um problema pontual? Espero que sim...

07 Jan2018
Portal da Queixa adicionou uma resposta

Bom dia Jorge Capão,

Agradecemos a sua reclamação que mereceu a nossa melhor atenção.

Na realidade os comentários estiveram inacessíveis durante o período de algumas horas, devido a uma atualização da plataforma. Como rede social online, temos de estar constantemente a evoluir e desenvolver novas funcionalidades e melhorias na experiência de navegação dos utilizadores.

Ficamos satisfeitos que exerça a sua cidadania, através da nossa plataforma de consumidores.

Pedimos desculpa pelo incómodo e agradecemos a sua preferência, obrigado.

A equipa do Portal da Queixa

07 Jan2018
JORGE CAPÃO alterou o estado para Resolvida
07 Jan2018
JORGE CAPÃO avaliou a marca

10/10

Sim

Voltaria a fazer negócio?

Considero de grande importância um Portal com estas características, uma vez que facilita o contacto entre os consumidores e as empresas, com a vantagem de ser um contacto público. As empresas, sabendo que está em causa a sua imagem, tenderão a dar uma resposta com uma maior rapidez. No entanto, é óbvio que muitas empresas, para terem uma alta taxa de respostas às reclamações, optam por dar uma resposta-tipo de imediato, resposta essa que, de facto, não esclarece os problemas colocados pelos clientes. Facilmente atingem, com este subterfúgio, uma taxa de resposta de 100%. Verifiquem que a minha reclamação nº. 14217617, por exemplo, apesar de ter sido considerada como respondida em 26/12/2017, não obteve até hoje qualquer resposta, sendo mentira a informação que a Galp disponibiliza de que "por e-mail, foram prestados os devidos esclarecimentos". Assim, permito-me sugerir que as reclamações só passem a ser consideradas como respondidas após confirmação do reclamante de que a resposta lhe foi dada na realidade.
Os meus parabéns à vossa equipa de trabalho.

Esta reclamação foi considerada como resolvida