Propiso

Propiso

PROPISO - Empreendimentos Imobiliarios, S.A.
Ranking na categoria
Partilhar esta página
Esta é a sua empresa? Clique aqui

Propiso - Reclamação por maus acabamentos em apartamento novo

Sem resolução
77679022
220
Paulo Fernandes apresentou a reclamação

Exmos Srs., bom dia!

Em dezembro de 2021 fiz a escritura de um apartamento de adquiri à PROPISO - Empreendimentos Imobiliários, S.A. Após a mudança e com o uso do apartamento, verifiquei que alguns acabamentos do apartamento não foram bem executados. Por diversas vezes alertei, via e-mail, o departamento Pós-venda da Propiso que nunca deu resposta ou sequer demonstrou qualquer interesse na resolução dos problemas identificados.

Descrevo, de seguida, os trabalhos por finalizar:
Colocar placa de remate ao lado do exaustor;
Colocar vedante na porta da entrada;
Verificar o exaustor porque não está a trabalhar corretamente (Paguei mais-valia pela substituição do exaustor por um modelo com mais potência mas o equipamento instalado é semelhante ao inicialmente previsto);
Verificar vedante da cabine do duche porque a água sai para fora ficando o chão molhado;
Refazer as juntas do revestimento cerâmico da suite apresentam manchas brancas, tanto dentro da cabine de duche como fora da mesma;
As janelas de um quarto e da lavandaria apresentam manchas nos vidros sendo necessário a substituição dos vidros;

Posto isto, e atendendo que já passaram mais de 7 meses desde a aquisição do apartamento, aguardo resposta para a resolução destes problemas o mais breve possível!

Cumprimentos,
Paulo Fernandes
11 ago 2022
Paulo Fernandes adicionou uma resposta

Passados 8 meses desde a aquisição do apartamento, ainda nada foi resolvido!

22 set 2022
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
03 nov 2022
Paulo Fernandes avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Infelizmente o serviço pós-venda não dá resposta aos pedidos de contato feitos é muito menos se interessam em resolver as questões que até à data estão pendentes.

Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)