PSP

Polícia de Segurança Pública

Ranking na categoria

Categoria
Polícia, Emergência e Bombeiros

Telefone: 218111000

Morada
Largo da Penha de França, 1 Lisboa

E-mail
contacto@psp.pt

Website
http://www.psp.pt

Recomenda esta marca?

18
22

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

PSP - Abuso de poder

Sem resolução
28885119
729
0 gostos
Laura Sousa apresentou a reclamação

Hoje por volta das 16:00, paramos o carro com 4 piscas numa rua de dois sentidos, mais ou menos 1 minuto, sem possibilidade de estacionamento, simplesmente para ir buscar a minha filha de 5 anos que estava em casa dos padrinhos. Fomos interceptados por uma carrinha de intervenção com pelo menos 6 agentes.Transportavamos mais duas crianças, uma de 1 ano que estava na sua cadeira de seguranca, e outra de 10, 1.2m no meio das duas cadeiras, com cinto de segurança, sem cadeira, devido a ausência de espaço para colocar 3 cadeiras, e uma vez que vários artigos inclusive da ansr mencionan que se pode transportar três crianças assim ("Se o modelo do automóvel não permitir, por falta de espaço, instalar 3 sistemas de retenção no banco da retaguarda e se for preciso transportar 3 crianças < 12 anos e < 135 cm, é considerado que a criança de maior estatura pode utilizar apenas o cinto de segurança"), foi-nos aplicada uma coima de 120€, pago no ato, mais 30€ por estacionamento indevido (não estava estacionado, estava parado devidamente sinalizado). Três dos senhores agentes que estavam na carrinha de intervenção 64-05-XL, abordaram-nos de forma verbal agressiva e em tons ameaçadores para circular de imediato com o carro pois estava a interferir no trânsito local, o meu companheiro devido ao tom agressivo, pediu com educação aos senhores agentes para terem calma que ia de imediato seguir as ordens deles. Seguiram-nos e mais a frente e não contentes com situação mandaram-nos parar no meio da rua ( pareciamos criminosos acabados de cometer um crime) 4 agentes ficaram à volta do carro e um agente prepotente e com falta de profissionalismo, sensibilidade (...) pediu-nos os documentos do carro e disse que para a próxima não admitia tal comportamento, eu incrédula com toda a situação tentei explicar ao sr agente o porquê da paragem naquele local e o porquê de transportarmos a crianca mais velha no meio apenas com o cinto de segurança, e disse-lhe "sr guarda com todo o respeito..." ia continuar quando este com tanta frieza e no meu entender e má educação, interrompeu-me e disse que fosse a ultima vez que o chama-se assim, pareceu ofendido pelo meu termo usado e mencionou-me que não era guarda nenhum, nisto pedi-lhe identificação. Estes foram irredutiveis, sem qualquer sensibilidade por transportar três crianças e terem que assistir a esta cena triste, parecendo que os pais estavam a cometer um crime. Sentimo-nos imputentes e sem qualquer posibilidade de argumentação, nesse momento verifiquei que talvez não vivesse num pais democrático e livre para de forma educada pudermos defender o que nao achavamos ter sido grave. Somos cidadãos de bem, que tentamos fazer o melhor para vivermos bem em sociedade, não conseguimos aceitar que autoridades que se dizem competentes nos tratem desta forma como se fossemos criminosos e com uma prepotência e uma agressividade verbal que transcede qualquer educação. Lamento não ter filmado a forma como nos abordamos nas duas vezes, temos testemunhas que comprovam e tal como nós ficaram incrédulas perante tal situação. Os senhores que se dizem competentes no meu entender têm a obrigação de serem educados e bem formados. No momento que aguardavamos os autos das multas um agente saiu da viatura e ficou connosco, agente André, este ao contrário de todos os outros falou connosco educadamente, explicou-nos o ponto de vista dele e ouviu as nossas justificações e mencionou que infelizmente não era ele que decidia.
Se realmente infrigimos alguma lei, acho bem sofrermos as consequências desse ato, neste caso as coimas aplicadas. Mas no meu entender e muito injusto que assim seja e que tal comportamento de agentes seja considerado profissional, colocou a nossa integridade em causa bem como provocaram transtornos as crianças, pois so perguntam-nos que crime cometemos e não falam de outra coisa.
11 Jun2019
Laura Sousa editou a reclamação
13 Jun2019
Laura Sousa editou a reclamação
27 Ago2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de actividade
Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (3)

Ver perfil de Ana Pires

Ana Pires

Deveria ter chamado um outro carro patrulha para intervenção e presença de um supervisor.

Ver perfil de Manuel

Manuel

Os meus parabéns aos senhores da PSP, que zelaram pela segurança das crianças e pelo transtorno no trânsito que o veiculo em causa possa ter causado, la por ter os 4 piscas ligados não tem o direito de parar onde entender na faixa de rodagem.

Ver perfil de Laura Sousa

Laura Sousa Autor

Sr Manuel visto por essa perspectiva, tem toda a razão. Mas a situação teve inúmeros pormenores que não devem ser ignorados, se o senhor conhecesse a rua que falo certamente faria o mesmo. E quanto à segurança da criança jamais foi colocada em causa pois encontrava-se em segurança de acordo com várias citações de entidades competentes, inclusive a ansr. E no meu ponto de vista é lamentável toda a forma como nos abordaram, mais uma vez saliento que os senhores da autoridade devem zelar tambem pela boa conduta e educação, o que não aconteceu naquele momento. Já assisti a tratarem melhor pessoas acabadas de cometer um crime. Pudemos ter infrigido leis, realmente não conheço todas, mas tento não infringir aquelas que conheço.