RNA – Rede Nacional de Assistência

RNA – Rede Nacional de Assistência

RNA – Rede Nacional de Assistência

(84.2%)
Novembro de 2019
Melhor Índice de
Satisfação
Atribuído pelos
consumidores

Categoria
Seguradoras de Assistência

Sobre

A RNA é uma empresa de raíz nacional, com sede em Lisboa e filial em Barcelona, vocacionada para a prestação de serviços de assistência a pessoas e bens nas suas mais variadas vertentes. Inovação, Qualidade e Eficiência são apenas alguns dos pilares que sustentam e motivam diariamente as nossas Equipas. Apoiada num vasto conjunto de meios onde se incluem redes convencionadas, nacionais e internacionais, aliado a um moderno e dinâmico sistema de informação e comunicação, tornam a RNA uma referência no mercado, disponível 24h/dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano em Portugal, Espanha ou qualquer parte do mundo.
A RNA oferece soluções orientadas e personalizadas ao mercado segurador e corporate tendo em vista o desenvolvimento de soluções que permitam reforçar e potenciar a imagem do nosso cliente conotando-o com inovação, qualidade, diferenciação e sobretudo demonstrando uma grande preocupação com o seu cliente.
Seja qual for o imprevisto, o nosso objetivo é ajudar aqueles que de nós mais precisam!


Telefone: 210443600

Morada
Av. Eng. Duarte Pacheco
Edf Amoreiras - Torre 1 - 12º Piso - Sala 1
1070-101 Lisboa

E-mail
geral@rna.com.pt

Website
http://www.rna.com.pt

Recomenda esta marca?

1
6

Partilhar esta página

RNA – Cancelamento de viagem de viagem - pedido de reembolso negado

Resolvida
26763219
900
0 gostos
Carla Neto apresentou a reclamação

Marcámos uma viagem de avião em família, onde um dos elementos era uma criança de 3anos. Dois dias antes da viagem o meu filho de 3 anos inicia febres, começá-mos com os Brufen/Benuron, no dia seguinte a frebre não passa, vamos ao pediatra, é diagniosticado com uma otite bilateral e lógicamente proibido de andar de avião. Ligámos de imediato para a seguradora, que nos disse mediante a situação apresentada seria enviado um médico a casa para confirmar o diagnóstico. Uma hora somos contactados a dizer que não tinham médico disponível e bastava enviar todos os documentos.
Após o envio dos documento e análise pela segurado recebi esta resposta a declinar o pedido de reembolso pelo motivo a seguir descrito:

"Caso a Pessoa Segura, por motivo de força maior, se veja obrigada a cancelar uma viagem já sinalizada ou liquidada,.....
Para este efeito, entende-se como motivo de força maior:
.......
• Doença ou acidente grave, a confirmar conjuntamente pelo médico assistente e pela equipa médica da VICTORIA - Seguros, através dos Serviços de Assistência, de que seja vítima, em Portugal, a própria Pessoa Segura, seu cônjuge (deverá ser entendido também como união de facto), bem como dos ascendentes ou descendentes de ambos, até ao 1º grau.
Considera-se doença ou acidente grave situação clínica de que resulte mais de 2 dias consecutivos de internamento hospitalar;”

Nesse sentido acho de uma total acção de má fé apólices que consideram doença grave apenas as que levam a iternamento ou à morte... uma criança com duas otites pode perfeitamente andar de avião.

Parece-me que não vale a pena fazer seguro.... pois caso não morra terei muito poucas probabilidades de receber o reembolso....pois se morrer também não o irei pedir.


Esta reclamação tem um anexo privado
29 Mar2019
RNA – Rede Nacional de Assistência adicionou uma resposta

Estimada Cliente,

Após análise da vossa exposição, que mereceu a nossa melhor atenção, serve o presente para informar que somos sensíveis às circunstâncias que presidiram à decisão de cancelamento da viagem, mas não podemos relevar que nos encontramos perante uma apólice de seguro cujo cumprimento escrupuloso dos respectivos termos se impõe.

Mais informamos que a nossa empresa é responsável pela gestão dos sinistros com base nas apólices contratadas, sendo que, no caso concreto, a cobertura accionada prevê, efectivamente, que apenas está enquadrada como doença grave a situação clínica de que resulte mais de 2 dias consecutivos de internamento hospitalar.

Face ao exposto, uma vez que a vossa situação não cabe no âmbito da referida cobertura, lamentavelmente, não é possível enquadrá-la para efeitos de reembolso.

Ficamos ao dispôr para qualquer esclarecimento adicional.

Com os nossos melhores cumprimentos,

Maria Lourenço
Departamento Jurídico

29 Mar2019
RNA – Rede Nacional de Assistência alterou o estado para Resolvida
29 Mar2019
Carla Neto adicionou uma resposta

Exmos Senhores,
De acordo com o meu certificado de seguro nas coberturas remete para o artigo 4º nos gastos com cancelamentos, na vossa apólice diz o artigo 4º o seguinte:
"... Seja desaconselhado clinicamente a utilização do meio de transporte inicialmente
previsto. Especificamente no caso de otite, só será aceite se comprovado por médico da Seguradora..."
Parece-me que o argumento de que a cobertura da minha apólice não se enquadra para reembolso terá muito validade....

29 Mar2019
Carla Neto reabriu a reclamação
05 Jun2019
RNA – Rede Nacional de Assistência alterou o estado para Resolvida
Esta reclamação foi considerada como resolvida pela marca, e pode ser reaberta pelo utilizador

Comentários (0)