Rede Expressos

A marca recusa-se a responder aos consumidores no Portal da Queixa

Recomenda esta marca?

51
119

Partilhar esta página

Rede Nacional de Expressos - Funcionário despreparado e mal educado

Resolvida
2789515
2928
0 gostos
Ricardo Souza apresentou a reclamação

Tentei por diversas vezes entrar em contato com a empresa para que seja tomada providências em relação a um funcionário. Não recebi nenhuma resposta, segue cópia dos e-mails com as datas que enviei. Aguardo um retorno já que o e-mail da resposta automática que sempre respondem aqui no site não funciona.

Mais uma semana vai se passar sem uma resposta ou protocolo?

From: ricardo_unimonte@hotmail.com
To: cliente@rne.pt; cliente.rflex@rne.pt; geral@rne.pt
Subject: FW: Reclamação de um funcionário
Date: Wed, 11 Nov 2015 11:28:29 -0200

Hoje completa uma semana que enviei o e-mail abaixo e não tive nenhum retorno da empresa.



Ricardo Luís



From: ricardo_unimonte@hotmail.com
To: cliente@rne.pt; cliente.rflex@rne.pt; geral@rne.pt
Subject: Reclamação de um funcionário
Date: Wed, 4 Nov 2015 12:38:22 -0200

Bom dia,

Sou brasileiro com cidadania portuguesa e viajo todos os anos para Portugal por motivos profissionais e pessoais.
Já fiz inúmeras viagens com a rede expresso e não tive problemas, exceto com um senhor ao qual me recuso de chamar de Motorista Profissional.
Pelo segundo ano consecutivo tive o desprazer de ser recebido de forma inadequada por ele.
No ano passado (2014) esse motorista me disse de forma grosseira que eu deveria colocar minha mochila no bagageiro do autocarro, avisei ele que a mochila era pequena e tinha apenas meus documentos pessoais e que em outros autocarros a mochila veio em meu colo, ele mais uma vez foi arrogante e disse que ele era o responsável e que se eu não colocasse a mochila no bagageiro eu não embarcaria.
Mesmo não concordando coloquei a mochila e segui para meu destino.
Esse ano estava com minha mãe e namorada e para minha surpresa novamente recebi o mesmo tratamento ao qual quero acreditar que a rede expresso não trabalhe dessa forma.

Fatos:
Ao chegar a rodoviária de Fátima, confirmei com ele que era aquele veículo e o cumprimentei, entreguei o bilhete a este senhor e ele disse que não poderia comer no autocarro e eu deveria deixar o saco no bagageiro, avisei ele que não tinha comida e sim pequenas lembrancinhas que comprei no Santuário, ele foi mais uma vez grosseiro e disse que eu deveria colocar no bagageiro. Coloquei a sacola no bagageiro e embarquei, logo que o autocarro começou a andar, no banco ao meu lado estava um senhor comendo batatinhas e tomando um sumo, com toda certeza o motorista viu pois estavamos nos primeiros bancos, para minha surpresa ele não disse nada.
Na parada em Coimbra o "motorista" estava em pé na porta e o telemóvel de minha namorada tocou ele muito mal educado disse que não poderia ter barulho ali pois atrapalharia a condução, minha namorada disse, "mas o senhor não esta dirigindo", ele disse que mesmo assim não pode, ela guardou o telemóvel e disse que tudo bem (foi a primeira e unica vez que o telemóvel tocou em todo percurso).
Nesse mesmo tempo subiu um senhor, entregou o bilhete a ele e na outra mão tinha um saco com lanche e um sumo, o "motorista" não disse nada com relação ao lanche, achei um absurdo isso e registrei a imagem por foto, inclusive o passageiro estava com uma bolsa semelhante a que fui proibido de subir ano passado.
Ainda em Coimbra sentado em meu lugar acompanhei ele respondendo a um senhor de bastante idade que aquele não era o autocarro certo e ele deveria ir para outra plataforma, muito estupido ainda mais em relação a uma pessoa de idade com dificuldades em se locomover.
Na estrada saindo de Coimbra o telemóvel de uma senhora no banco ao lado tocou, o "motorista" de sua empresa aumentou o som do rádio, fiquei com pena ao ver a dificuldade da senhora em não conseguir falar ao telemóvel, assim que ela desligou ele abaixou o volume.
Esse "motorista" fez diversas ultrapassagens em curvas de forma bastante arriscada e gostaria que a empresa verificasse o relatório de registro de velocidade (tacógrafo) desse veículo, pois aparentemente estava bem acima da velocidade máxima da estrada. O "motorista" passou a maior parte falando ao telemóvel durante o percurso e por diverssas vezes o vi comendo balas. Fica a dúvida, porque alguns passageiros e o próprio motorista fizeram coisas que ele mesmo disse ser proibido?
Espero que a empresa tenha câmeras que gravem áudio e vídeo para poder comprovar que em nenhum momento destratei ou se quer conversei com o motorista e que todas as atitudes dele estão conforme relatei nessa reclamação.
Queria poder informar o nome desse senhor, mas infelizmente não consegui visualizar nenhum crachá que o identificasse.
Solicito a rede expresso uma resposta e qual atitude foi tomada em relação a esse funcionário que esta despreparado para atender o público em especial estrangeiros, não quero acreditar que a empresa compactue com atitudes que demonstrem xenofobia por parte de seus empregados. Exijo no minimo uma retratação em relação ao constrangimento que passei ao lado de meus familiares.

Em anexo algumas fotos que registrei.



Bilhete número 604.04.13360
Codviagem: 15108
De: Fatima (405)
Para: Carregal do Sal (604)
Data 27/10/2015
Hora: 16:45
Lugar: 1
Viatura: 23
Preço: 13 Euros

No aguardo de um breve retorno.



Atenciosamente,


Ricardo Luís


01 Dez 2015
Rede Expressos adicionou uma resposta

Boa tarde, Caro Sr. Ricardo.

Após diversos emails trocados entre o Sr. Ricardo e a Rede Expressos, a sua exposição foi devidamente analisada e respondida. Consideramos a sua reclamação fechada.

Melhores Cumprimentos.
Apoio Cliente - Rede Expressos

02 Dez 2015
Ricardo Souza avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Obrigado Portal da Queixa, somente após registrar minha reclamação tive retorno da empresa.

Com relação a resposta, não vi nenhuma tentativa de solução, apenas resposta padrão.

Basta dar uma rápida busca aqui no site e encontramos diversas reclamações semelhantes.

Sinto muito por quem depende desse transporte para se locomover.

Esta reclamação foi considerada resolvida

Comentários (0)