Rodoviária de Lisboa

Rodoviária de Lisboa, S.A.

Recomenda esta marca?

14
14

Partilhar esta página

Rodoviária de Lisboa - Condições da Carreira 360 da Rede Verde

Em tratamento
5610716
1878
0 gostos
Leontina Madeira apresentou a reclamação

Com as altas temperaturas que se têm feito sentir ultimamente, e, mesmo depois de várias vezes ter solicitado à Rodoviária de Lisboa, delegação de Bucelas, a colocação de um autocarro com melhores condições, nomeadamente ar condicionado, na carreira 360 que liga Loures a Alverca, no horário das 17 h ou 17.10 h (horário não escolar), até à data nada foi feito.
Foi respondido, por mail, pelo Sr. Jorge Alves, que a empresa não tem autocarros suficientes com ar condicionado para satisfazer todas as exigências dos seus utentes. Coisa que se compreende. Não se compreende é que a partir do horário dos autocarros das 17.50 h e seguintes, já haja carros com essas condições. Ora se à hora de maior calor isso não é possivel, onde andam os autocarros que fazem mais tarde esse mesmo percurso para não poderem ser utilizados mais cedo?
É desumano quando, na referida carreira, vão crianças, como ontem, que para irem mais "frescas" foram despidas pelos familiares. Os adultos estavam todos a transpirar, parecendo mesmo (alguns) que tinham acabado de tomar banho.
Após mais um telefonema a reclamar, chegados ao Tojal, mudaram-nos de autocarros, com bancos para toda a gente, mas exatamente com as mesma condições climatéricas, ou pior, que o anterior.
Sabemos que estamos com fraca liquidez financeira, mas porque se compram autocarro sem condições para um clima como o nosso, uma vez que nem janelas têm! Só peço que nos tratem como seres humanos. Eu tenho animais e não os trato assim...
Obrigada por me lerem

Leontina Madeira

20 Set2016
Rodoviária de Lisboa adicionou uma resposta

Ex.ma Senhora,


Acusamos a receção da sua reclamação, a qual nos mereceu a melhor atenção.

Relativamente ao assunto exposto, informamos que nada mais temos a acrescentar às nossas anteriores respostas.


Com os melhores cumprimentos,

Jorge Santos

Rodoviária de Lisboa está a aguardar resposta do utilizador

Comentários (0)