Santomar

Santogal

Ranking na categoria

Categoria
Venda de Motos e Acessórios

Telefone: 210430336

Morada
Rua do Proletariado 17 A
2790-138 Portela de Carnaxide

E-mail
vendas.motos.santomar@santogal.pt

Website
http://www.santogal.pt

Recomenda esta marca?

1
0

Partilhar esta página

Esta é a sua empresa? Clique aqui

Santomar - Aditamento à reclamação

Aguarda resposta
26653319
222
0 gostos
José Vaz apresentou a reclamação

À atenção da Exmª Administração do “ Grupo Santogal “.


Amadora, 11 de Março de 2019 (segunda-feira // 23.59)

Assunto: Aditamento à reclamação nº 265 938 19 dtd 2019.Mar.09


Exmºs Senhores,

Em aditamento à reclamação à margem indicada, e relativa à “ Péssima Prestação de Serviço “, informo em jeito de complemento que: - cerca das 12:00 do dia de hoje, lá me telefonaram a informar que podia proceder ao levantamento da minha viatura por volta das 15:00, pois que como resposta à minha pergunta, a mesma desta vez se encontrava em plenas condições.

Passado mais ou menos uma hora e um quarto, lá me vieram entregar a viatura, e mesmo assim em face de uma visível mancha que detectei na porta traseira do lado esquerdo, os dois interlocutores presentes ficaram atónitos, visto que não descortinam a origem da mesma/etc; - apresentaram as naturais desculpas, e voltaram ao serviço de lavagem, reaparecendo +-15’ depois aparentemente com a situação resolvida…; - quanto aos ruídos ouvidos depois da reparação (é importante realçar a inexistência dos mesmos antes do acidente, quer no tocante ao interior da viatura em geral, e em particular ao interior da mala em si, passando pela chapeleira/prateleira, e acabando no revestimento em plástico), e pela circunstância de ter sido igualmente detectado e transmitido a falta de algumas molas de fixação, inclusive até uma parte do revestimento encontrava-se com uma mola de fixação desencontrada das restantes/etc, impunha-se a pergunta perante a verificação da colocação de uma “ Fita Adesiva Anti-Ruído??? “ na aba direita e esquerda onde assenta a chapeleira/prateleira o porquê inusitado desta iniciativa, respondendo-me um dos interlocutores que esta podia actuar como atenuador de eventuais ruídos, insurgindo-me de imediato uma vez que concebia a solução desta situação por esta via.

Sei que o carro entrou em oficina no passado dia 06 do presente mês de Março com 103.672kms para rectificação da situação relatada na reclamação acima referida, e hoje dia 11 de Março saiu com 103.690kms, significando que mesmo depois terem experimentado a viatura com 18kms percorridos, estou receoso que a existência de algum ruído por lá algures permanece!

Todavia, em nome de não sei o quê, quase me vi impelindo de fingir que as coisas não foram como são – e que, no fundo diga-se, não há culpados/responsáveis, arriscando-me quase a ser eu o culpado de uma situação que em nada contribui para isso. Ou, se os houver, que a responsabilização é fastidiosa e inútil. Mas não o é certamente. Penso que até não existe cura sem reconhecimento concreto da doença – e não o fazer na altura oportuna será provavelmente o maior erro de todos. Superar qualquer situação, sem não admitirmos a incomensurável multiplicidade de falhas que possam ser cometidas, poder-nos-á levar a um estado desagradável, porquanto a reincidência no costume uso de tentar passar uma esponja que milagrosamente desvaneça determinados casos caricatos do passado, indiscutivelmente ficaremos condenados a cometer equívocos semelhantes, ou ainda bastante piores…

Vou rolar durante alguns dias, e depois se a situação continuar, com certeza que todos veremos como sair da dificuldade ou como remediar as situações criadas, apresentando até lá as minhas cordiais saudações.

José Manuel Vaz
 

José Vaz está a aguardar resposta da marca

Comentários (0)