Ranking na categoria
Partilhar esta página

Sport Zone - Política de trocas inflexível e anti-serviço ao cliente

Sem resolução
30129519
670
0 gostos
Paulo Figueiredo apresentou a reclamação

Boa tarde, no dia 12/07/2019 às 20h comprei na Sport Zone do Centro Comercial Colombo, uns ténis da marca Brooks, modelo Ghost 11, tamanho 42 para a prática de atletismo. Na altura experimentei os ténis e pareceram-me estar ajustados ao pé. Tenho outros ténis de outras marcas em que o 42 é o tamanho ideal. Porém, depois de correr cerca de 30 minutos com eles em terreno de estrada, verifiquei que os mesmos estavam um pouco largos na parte da frente, sendo que qualquer conhecedor do desporto percebe que a longo prazo isto pode ser prejudicial à prática da corrida e origem de lesões.

Dirigi-me à loja dia 20/07/2019 por volta das 11h00 para solicitar a troca por um número mais pequeno. Inicialmente, nas caixas, uma funcionária indicou que não haveria problema e que podia ir escolher um novo modelo e marca, uma vez que não tinha o 41 disponível para os Brooks Ghost 11. Perdi tempo a escolher uns novos ténis, certifiquei-me que o modelo era adequado aos mesmo pés. No entanto, chegado à caixa uma outra funcionária informa que não pode trocá-los se apresentarem sinais de uso. Vai perguntar junto ao supervisor que confirma a decisão. Após insistência com esta e uma outra funcionária que entretanto chegou, peço para falar com o supervisor que com um discurso robotizado repete mil vezes "não posso fazer nada" e "são políticas da empresa".
Preenchi um formulário de reclamação e saí da loja com o ténis.

1º compreendo que no caso de uns ténis de baixo custo se apliquem este tipo de políticas. Low cost implica menos regalias, principalmente na hora de trocas e devoluções. No entanto, este Brooks custaram a módica quantia de 89,99€.

2º Quem for minimamente conhecedor da prática de desporto e em particular de atletismo, sabe experimentar uns ténis na loja não é a mesma coisa da prática real do desporto. Que não raras vezes durante o exercício, os ténis podem revelar aspectos menos positivos (o contrário também!) que a experimentação na loja não permite.

3º Por esta razão, várias lojas especializadas permitem ao desportista usar os ténis e devolver durante de um prazo razoável, caso exista algum problema.

4º A Sport Zone sendo uma empresa de retalho vocacionada para o desporto deveria ser muito mais conhecedora destas situações e ser flexível na hora das trocas. Não se pretendia aqui uma devolução do dinheiro, mas uma mera troca de tamanho!

5º O estado dos ténis a partir do momento em que são usados uma vez fora da loja nunca poderão estar em "perfeito estado". Aliás, os modelos que têm em exposição na loja são experimentados por dezenas de pessoas todos os dias e não deixam de ser comercializados, certo?

6º Os ténis que pretendia e ainda pretendo trocar estão em bom estado, tendo como referi, uma utilização de 30 minutos de corrida em estrada. Têm a sola suja, nada mais. A parte superior está em "perfeito estado".

Desde quando as empresas se podem dar ao luxo de serem totalmente inflexíveis e com regras que são anti-serviço ao cliente?
Compreendo que possam existir casos de tentativas de troca e devolução com motivos levianos, mas neste caso é um motivo 100% decisivo para a utilização de um produto comprado nas vossas lojas. Preferem um cliente insatisfeito que certamente nunca mais irá comprar-vos calçado, a trocarem um produto por um motivo perfeitamente legítimo?
Espero que a situação possa ser analisada e revertida, sob o risco de vir a ficar com uns ténis de corrida inutilizáveis que me custaram 90€ e de após tantos anos como cliente da Sport Zone cessar a minha relação de cliente com a empresa.
Obrigado pela atenção.
Paulo Figueiredo


Esta reclamação tem um anexo privado
11 set 2019
Paulo Figueiredo adicionou uma resposta

Ligaram-me hoje dia 11/09 de um cal center da Sport Zone, dois meses após a reclamação para dizer-me novamente o que disseram na loja. "É a política interna da empresa. Apresentando o menor sinal de uso não trocamos". Uma verdadeira falta de respeito. Mandam os empregados repetir esta verborreia robótica até levarem o cliente ao cansaço. Nas formações devem chamar a isto "tácticas negociais". Um nojo.

Sei que sou apenas um cliente a deixar de comprar equipamento na Sport Zone, mas pelo menos fico de consciência tranquila. É um verdade atraso de vida esta suposta política interna que impera pela inflexibilidade e desrespeito pelos seus clientes. Mais pessoas passarem a comprar na concorrência e garanto que a inflexibilidade acaba e a "orientação para o cliente" regressa.

Não vou certamente marcar a reclamação como resolvida porque não o foi.

27 ago 2020
A reclamação foi considerada "Sem Resolução" por falta de atividade
17 abr 2021
Paulo Figueiredo avaliou a marca

1/10

Não

Voltaria a fazer negócio?

Ficou sem resolução

Esta reclamação foi considerada sem resolução

Comentários (0)